Que se passa NASA?

Como ponto prévio quero dizer que respeito bastante a profissão de astronauta.
Os astronautas têm uma profissão de alto risco e não era qualquer um que se sentava em cima de toneladas de explosivos com o único propósito de expandir a aventura espacial da Humanidade. Sobretudo nestes tempos em que as missões se tornaram quase rotineiras, e daí que já ninguém os vê como heróis nem sequer sabe o nome deles.

A 7 de Agosto, o vaivém Endeavour irá partir rumo à Estação Espacial Internacional.
Um facto interessante nesta missão é que ela vai levar a astronauta-professora Barbara Morgan, que era a professora “backup” da Christa McAuliffe que morreu na explosão do vaivém Challenger em 1986.

No entanto, pouco se ouve sobre isto.
E isto porquê?
Bem, é que este ano tem sido fértil em notícias “estranhas” ligadas à NASA e, claro, as más notícias dão mais audiência.

Desde uma astronauta ciumenta que atacou uma Capitã da Força Aérea, passando por um engenheiro que raptou e matou na NASA outro engenheiro, e acabando com astronautas a irem bêbados para o espaço; não faltou emoção e telenovelas espaciais!

Em Fevereiro, a astronauta Lisa Nowak viajou de carro desde Houston até Orlando (mais de 1.500 kms!!) com a intenção de raptar e ferir a Capitã da Força Aérea Americana Colleen Shipman. Colleen era a nova namorada do astronauta William Oefelein, e Lisa era a ex-namorada dele.

Em Abril, William Phillips, um engenheiro que trabalhava no Johnson Space Center da NASA, raptou e disparou sobre – matando – outro engenheiro que lá trabalhava, David Beverly, suicidando-se em seguida. Dias antes o David tinha enviado um email ao William a dizer que o trabalho dele não estava a ser eficiente.

Há 2 dias atrás soube-se que um trabalhador tentou sabotar um computador que iria ser levado pelo Endeavour para a Estação Espacial Internacional.
Seria um problema menor, e não punha em perigo ninguém, no entanto, que é estranho é.

Ontem ficou-se a saber que dois astronautas da NASA – um que viajou na nave Russa Soyuz e outro que viajou num vaivém espacial americano – viajaram sob a influência do álcool em direcção à Estação Espacial Internacional.
Ellen Ochoa, que é uma astronauta que coordena as equipas de astronautas da NASA, diz que isto nem é nada estranho já que na Rússia se celebra e bebe-se bastante algumas horas antes do vôo…

Em Julho de 2008, saiu a notícia de que a NASA utiliza cadáveres para melhor testar as forças que os fatos, as naves, e o corpo humano, terão que suportar. Não sei se é escândalo, mas coloca certamente alguns problemas éticos.

cocaina
Em Janeiro de 2010, a NASA encontrou uma pequena quantidade de cocaína no hangar que contém o vaivém espacial Discovery, na Flórida.
A NASA considera que se tratou de um caso isolado, e lembrou que foram realizados testes às 200 pessoas que se encontravam na zona e que foram chamados cães-farejadores, mas que os resultados foram negativos.
A cocaína foi encontrada num corredor entre 2 casas-de-banho, não se sabe a quem pertence, mas a pequena quantidade parece demonstrar que não se trata de tráfego.
Foi aberta uma investigação a este caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.