Motivações dos ETs

Há uns meses atrás, o famoso Seth Shostak escreveu este engraçado e pertinente artigo sobre as possíveis motivações dos extraterrestres.

O artigo começa logo por dizer que a acreditarmos nos filmes e histórias que pululam o nosso dia-a-dia, então a Terra é na Galáxia o melhor local para visitar! Todos os seres aparecem cá! Quando vão a uma agência de viagens e perguntam quais os “locais da moda”, se existe uma agência de viagens galáctica, então o local da moda é certamente a Terra!

Pelo meio, diz que não se pode saber as motivações deles, mas usando um pouco de lógica racional, consegue-se perceber o que eles não vêm fazer, apesar de ir contra as “ideias populares”.
Eles não virão nos matar, não virão fazer experiências de reprodução connosco, não virão conquistar o planeta, não virão à procura de recursos minerais, não virão colonizar, não virão comercializar connosco, não virão tentar nos converter para as suas religiões, etc.

As razões, leiam no artigo.

2 comentários

  1. Eu vou mais longe: nós não temos capacidade para entendermos o que são seres ETs bastante avançados.
    É o mesmo que uma formiga ir de encontro ao meu sapato, e não conseguir compreender quem sou eu, não conseguir compreender o que são humanos.

    A maior parte da vida na Terra, mesmo que esteja em contacto com outra vida, não a consegue compreender, não consegue sequer ter noção do que é a outra vida, de que existe a outra vida.
    O mesmo acontecerá de nós para eles.

  2. Se uma civilização extraterrestre chega-se à terra, não dariamos pela sua presença.
    Seria tão evoluida que facilmente passava despercebida
    Não teriam nenhum interesse em contactar uma civilização tão primitiva e selvagem como a nossa.
    Ainda não estamos preparados para lidar com outros seres humanos no nosso próprio planeta, quanto mais para nos relacionar-mos com formas de vida inteligentes extraterrestres.
    Quanto muito seriamos mais uma forma de vida inteligente a ser estudada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.