Jantar com Cientista

Orion

Estive na sede da Orion, em Braga, no dia 14 de Junho de 2008, para um “Jantar com um Cientista”. A conversa foi sobre… extraterrestres.
Leiam o convite e o resumo da actividade.


Pessoalmente, a ideia que tenho é que a assistência estava animada, interessada e excitada com o tema, sobretudo, obviamente, sempre que havia discussão com opiniões contraditórias; por fim, falamos de tudo e de mais alguma coisa! Temas científicos não faltaram até às 2 da manhã!

Segundo o texto do Jorge Fonte:

“No passado dia 14 de Junho na sede da Orion realizou-se mais uma actividade do “Jantar com Cientista”.
Esta actividade liga o melhor de dois mundos – Astronomia e Gastronomia.
Como sempre durante a primeira parte do evento foi aproveitada pela assistência, cada vez mais habituada a estes jantares mensais, para por as conversas em dia.
Após saborearem o menu escolhido e algumas das sobremesas deliciosas oferecidas pelo bar da Orion, enquanto alguns ainda tomavam o café, o convidado começou por abordar um tema de interesse geral – A procura de extraterrestres.

Durante a conversa foram ocorrendo várias intervenções do público presente que levaram o convidado a discorrer sobre variados assuntos.
Entre os temas abrangidos por Carlos Oliveira encontram-se as teorias da origem da vida, a descoberta de planetas extrasolares e as mais recentes pesquisas sobre a procura de indícios de vida em Marte.
O diálogo entre o cientista convidado e os presentes foi-se intensificando tendo sido analisados ao pormenor os conceitos de vida inteligente e até o próprio conceito de vida.
Foram, no entanto, as tentativas de comunicação com prováveis civilizações extraterrestres que possam existir na nossa galáxia que mais entusiasmaram os presentes aumentando significativamente o fluxo de questões emanadas do público.

O interesse manifestado pelos presentes foi demonstrado pela motivação com que os diferentes assuntos foram debatidos até cerca da meia-noite.
Para terminar foi, ainda focado o projecto de procura de vida ou inteligência extraterrestre (SETI) financiado, inicialmente, com o orçamento de estado Americano e o facto desta procura ter já uma história de pelo menos 2.500 anos.
A abordagem a figuras de supostos extraterrestres, transversais a várias culturas ancestrais transbordou na questão sempre polémica dos avistamentos de OVNIs. Daqui decorrem duas visões distintas quanto à natureza destes fenómenos, tendo Carlos Oliveira vincado o perigo decorrente de transpor de imediato a visualização de um objecto voador não identificado para o avistamento de uma nave extraterrestre. Assim, se por um lado não podemos negar a existência destes fenómenos, por outro não podemos concluir imediatamente que qualquer OVNI seja uma nave extraterrestre.

No final, ainda ficaram cerca de quinze pessoas e a conversa continuou, num tom informal, até às duas da manhã.”

1 comentário

1 ping

  1. O Jantar com Cientista de Junho foi o meu primeiro.

    Foi uma noite extremamente bem passada, na companhia de várias pessoas interessadas em tudo que lá se disse, e onde não faltou a especulação científica a condimentar o inevitável cepticismo científico.

    O Carlos Oliveira tem um discurso que facilmente cativa, o que faz com que este tipo de encontros onde se argumenta e contra-argumenta uma autêntica maravilha.

  1. […] Diário de Coimbra. Revista C. Prémio. Curso no Porto e Açores. Astrobiologia. Ensino. Pai Natal. Jantar. FNAC. Salesianos. Em Busca dos Nossos Vizinhos Cósmicos (crenças). Da Terra a Marte. Do […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.