Sessão de Abertura do Ano Internacional de Astronomia em Portugal

A sessão de abertura do Ano Internacional de Astronomia em Portugal foi a 31 de Janeiro de 2009, na Casa da Música (Porto).
O Ciência Hoje e o Público (onde aparece o meu nome) fizeram-lhe referência.

O programa foi:

16h00 Sessão de Abertura, Sala 2.

16h30 Palestra “O que queremos descobrir sobre o Universo?“, pela
Professora Doutora Teresa Lago.
A participação na palestra é gratuita. Contudo, por questões de limitação da capacidade da sala foram emitidos bilhetes/convite que poderão ser levantados na bilheteira da Casa da Música ou solicitados à Comissão Nacional (aia2009@mat.uc.pt).
Resumo:
A procura dura há milénios. Os meios utilizados na busca foram entretanto mudando, drasticamente, e com eles as respostas. Mas essas respostas levaram a muitas outras perguntas.
Porém, a essência da Astronomia – a curiosidade e a pesquisa com persistência e com paixão, sobre a nossa origem e o nosso lugar no Universo – tem-se mantido imutável e vai permitindo encaixar algumas peças do puzzle.
Na abertura deste ano internacional da Astronomia tem todo o sentido fazer o balanço dos grandes temas em questão quando a ambição é compreender como é constituído, e como funciona, o Universo.

18h00 Concerto, pela Orquestra Nacional do Porto, intitulado “Uma Viagem pelo Sistema Solar” dirigido pela Maestro Martin André, na Sala Suggia.
O concerto será acompanhado pela projecção de um filme, preparado expressamente para o evento, numa parceria entre a Casa da Música e a Sociedade Portuguesa de Astronomia.
O preço do bilhete para o concerto é de 17 EUR.
Resumo:
A observação dos astros tem servido de inspiração a diversos criadores ao longo de vários séculos. Marte, “aquele que traz a guerra”, Vénus, “a que traz a paz”, ou Júpiter, “o que traz a alegria”, são apenas alguns dos sete planetas que Holst retratou numa época em que ainda não se conhecia Plutão. Para completar a mais célebre Suite sobre o sistema solar, Colin Matthews compôs Plutão, “o renovador”.
No Ano Internacional da Astronomia, a Orquestra Nacional do Porto apresenta um programa inteiramente dedicado ao tema e onde a música é acompanhada com a projecção de imagens de diversos astros.
Martin André direcção musical
Mark-Anthony Turnage, Ceres
Kaija Saariaho, Asteroid 4179 – Toutatis
Brett Dean, A Queda de Komarov
Gustav Holst, Os Planetas

18h30 Observações Astronómicas na praça da Casa da Música.

Todos os que desejarem poderão trazer os seus próprios telescópios e juntar-se à sessão de observação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.