Perguntas sobre Conquista Lunar

Carlos Oliveira

Gravei um vídeo onde respondi a 3 perguntas que me foram propostas:
– como estará a exploração espacial daqui por 40 anos?
– porque há quem duvida da ida à Lua?
– o que significou para o Homem a chegada à Lua em 1969?

Vejam o vídeo, clicando aqui.

2 comentários

  1. Antes de mais sou um leigo mas apaixonado pela astronomia, cosmologia, física….etc… leio muito sobre estes assuntos e surgem-me muitas duvidas, as quais consigo esclarecer e outras não.

    Gostava de saber um pouco mais sobre a teoria M, visto que esta pressupõe múltiplos universos, 11 dimensões e explica o big bang noutra perspectiva(visto que implica que já existisse algo antes). Por outro lado gostaria de saber de que forma a teoria da “materia escura” se relaciona com a teoria M.

    A teoria M não é mais filosofia que outra coisa?

    Um dos factores responsáveis por abandonar a teoria das supercordas deve-se ao facto de não se conseguir provar a existência de taquiões??

    Quais as interpretações possíveis da famosa experiência da “fenda dupla”? O observador altera de facto o comportamento da matéria? Ou podemos interpretar essa experiência como um tipo de “saturação”?

    Na física quântica pode-se superar a velocidade da luz e na mecânica clássica não??
    Porque é que a expansão do universo no inicio superou a velocidade da luz?
    Será que a velocidade da luz é variável como afirma a teoria da velocidade da luz variável?

    Nunca tive oportunidade de esclarecer com ninguém as minhas duvidas…
    Talvez sejam demais…

    Obrigado desde já!

    1. Teoria M: recomendo o livro e documentário O Universo Elegante. Como não se pode “provar”, então sim, pode-se considerar filosofia.
      Mas não tem nada a ver com taquiões. Está-se neste momento a ver se se detecta o Bosão de Higgs, e para a teoria M espera-se detectar Gravitões.

      A ideia é que o observador afeta experiências quânticas.
      Quanto à dupla fenda, diz-nos que a luz se comporta como onda e partícula.

      Dentro do Universo existe a velocidade máxima da luz. Mas no Universo como um todo não.
      Isto não tem nada a ver com velocidade da luz variável. Quanto a isso, recomendo o livro do João Magueijo.

      abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.