JFK

Os dois discursos de John F. Kennedy, Presidente dos Estados Unidos da América, que levaram os americanos ao espaço:

25 de Maio de 1961, no Congresso Americano:
“Acredito que devemos ir à Lua. Mas acho que todos os cidadãos deste país, bem como os membros do Congresso devem analisar o assunto e fazer o seu julgamento com cuidado. Este é um pesado fardo e não faz sentido desejar que os Estados Unidos tomem uma posição afirmativa no Espaço a menos que estejamos dispostos a trabalhar e a suportar os encargos para torná-lo bem sucedido”.

“Em primeiro lugar, acredito que esta nação deve dar tudo para atingir o objectivo, antes desta década acabar, de pousar um homem na Lua e retorná-lo com segurança à Terra”

12 de Setembro de 1962, na Universidade Rice:
“Nenhuma nação que espera ser o líder das outras nações poderá perder a corrida espacial”

“Mas por quê a Lua, perguntam alguns? Por quê este objectivo? Também podem perguntar por quê subir à montanha mais alta? Por quê, há 35 anos, decidimos voar sobre o Atlântico? Nós decidimos ir à Lua. Nós decidimos ir à Lua nesta década e fazer as outras coisas, não porque são fáceis, mas porque são difíceis”.
“We shall send to the moon, 240,000 miles away from the control station in Houston, a giant rocket more than 300 feet tall, the length of this football field, made of new metal alloys, some of which have not yet been invented, capable of standing heat and stresses several times more than have ever been experienced, fitted together with a precision better than the finest watch, carrying all the equipment needed for propulsion, guidance, control, communications, food and survival, on an untried mission, to an unknown celestial body, and then return it safely to earth, re-entering the atmosphere at speeds of over 25,000 miles per hour, causing heat about half that of the temperature of the sun–almost as hot as it is here today–and do all this, and do it right, and do it first before this decade is out–then we must be bold.”
“The growth of our science and education will be enriched by new knowledge of our universe and environment, by new techniques of learning and mapping and observation, by new tools and computers for industry, medicine, the home as well as the school.”
“We set sail on this new sea because there is new knowledge to be gained, and new rights to be won, and they must be won and used for the progress of all people.”

2 comentários

3 pings

  1. A tensão com a URSS estava ao rubro, e chegar ou finjir chegar à Lua em primeira mão, era uma forma de conquistar a admiração e reforçar a influencia em relação aos outros paises.
    Numerosas fotos com gafes, supostamente tiradas na Lua e provenientes do site oficial da NASA ou do governo americano, são contestadas por Americanos cansados do absurdo a que o seu país chegou! Querem a verdade, assim como todos nós, sendo escusado gastar milhões de divisas com tecnologia obsoleta, estando as soluções de tôpo ao serviço das forças armadas e dos “projecto negros”!Há que ler nas entrelinhas, a especialidade dos grupos interessados é omitir e mentir sobre a verdade, a qualquer custo!Continuar a vender petróleo é muito lucrativo!

    Bem haja.

    1. Este comentário não faz qualquer sentido.
      Existem dezenas e dezenas de provas que fomos à Lua.
      Os argumentos de quem não acredita que tem a ver com fotos são totalmente ridículos, bastando para isso a própria pessoa tirar fotos e perceber isso.
      Os próprios Soviéticos provaram na altura que os Americanos estavam na Lua, além de dezenas de milhares de rádio-amadores por todo o mundo também o terem provado.

      Para quem tem dúvidas, que se informe, por exemplo, lendo a revista que escrevi com isso:
      http://www.astropt.org/2009/07/25/boletim-em-orbita-n-%C2%BA-91-edicao-especial/

  1. […] 12 de Setembro de 1962, John F. Kennedy fez um discurso na Universidade Rice que se tornou […]

  2. […] – Missões Humanas à Lua: Kennedy. Missões Apollo. Módulos. Apollo 11. Aldrin. Cernan. Provas. Farsa. Em Órbita. Carlos Oliveira. […]

  3. […] A 25 de Maio de 1961, John F. Kennedy, Presidente dos Estados Unidos da América, discursava no Congresso Americano: […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.