Titã cada vez mais terrestre

titan_in_natural_color_cassini.jpg

Titã foi descoberta em 1655 por Christiaan Huygens.
Quando a viu pelo telescópio, Huygens pensou que Titã era parte dos anéis de Saturno.

Vejam esta imagem na APOD que nos dá uma perspectiva interessante de Titã em relação a Saturno:
saturno e titã
Titã é pequeníssima em relação ao planeta Saturno!

Titã é a maior lua de Saturno, e é a segunda maior lua do sistema solar. Só é ultrapassada por Ganimedes; e nesta lista a nossa Lua está em 5º lugar. Titã é inclusivé maior que o planeta Mercúrio!
Titã tem 5.150 kms, menos de metade da Terra, que tem 12.756 kms.

A APOD traz esta fantástica imagem:
titan cassini
Titã – grande lua de Saturno. Os anéis de Saturno. A pequena lua Epimetheus.

Titã é também a única lua no sistema solar com uma atmosfera densa!
A atmosfera de Titã é dominada (98%) por Azoto, e o resto é metano e outros hidrocarbonetos como etano. A atmosfera tem uma côr alaranjada.
Os hidrocarbonetos juntam-se para formar aminoácidos, que são os constituintes básicos da vida, tal como a conhecemos na Terra.
Esta composição da atmosfera é semelhante à atmosfera terrestre antes da vida na Terra encher a nossa atmosfera de oxigénio.

Titã é um ambiente gelado, com uma temperatura média de -178ºC.
A água tornaria-se gelo lá, e daí que não seria bom para a vida, já que não haveria água no estado líquido.
No entanto, em Titã existe metano, o que a essas temperaturas e pressão (cerca de 60% maior que na Terra) se torna um líquido!

A sonda Cassini chegou a Saturno em 2004 e desde aí que tem feito um trabalho fenomenal.
cassini

Em Dezembro de 2004, a sonda Cassini largou uma pequena sonda, chamada Huygens, que pousou na superfície de Titã a 14 de Janeiro de 2005.
Durante a descida e após pousar, durante cerca de 90 minutos, a pequena sonda Huygens enviou imagens e dados fenomenais para a a Terra.
Vejam esta imagem artística da descida:
huygens

titan surface
A sonda Huygens tirou esta foto da superfície de Titã.
Até parece que aterrou na lama.
Vê-se grandes pedras feitas de gelo (água gelada) e hidrocarbonetos.
Não são rochas como na Terra…

Também viu dunas na superfície de Titã. Vejam esta foto:
titan dunes
Na parte de baixo vê-se as dunas em Titã, enquanto em cima se compara com dunas na Terra.
Serão os mares em Titã feitos de areia?

A Huygens também tirou esta foto enquanto descia em Titã:
shoreline
Mostra o que parece ser uma zona litoral. Na Terra existem imensas fotos semelhantes em que se vê uma zona litoral – com um líquido (na Terra é água) junto à praia.

Em 2005, uma imagem de um vulcão em Titã.

Em 2007, a sonda Cassini tirou uma foto de Titã que mostra novamente o que parece ser um litoral.
Mostra mares, canais, ilhas, baías, e montanhas em Titã!
tita.jpg
Até parece uma imagem aérea na Terra!

Em 2008, a sonda Cassini confirmou que Titã está cheia de hidrocarbonetos.
Além de poderem formar aminoácidos para a vida, também podem se transformar em gás natural.
E há uma quantidade enorme de hidrocarbonetos liquidos em Titã. Tanto que daria para dar energia para todas as casas nos EUA, durante 300 anos!
Isto é sem dúvida um tremendo estímulo económico, e como é a economia que decide as missões futuras, quiçá não vai haver proximamente uma “corrida a Titã”, até por empresas privadas! Podemos sonhar…

A Cassini também viu vários lagos em Titã! Vejam esta imagem artística:
titan lakes
Em 2007, imagens de radar da região do Pólo Norte mostram que partes dessa área estão cobertas por enormes lagos de metano, etano, e possivelmente azoto:
titan.jpg
Em Janeiro de 2009 foi a vez de se ver lagos de metano no Pólo Sul de Titã através de imagens de radar:
polo_sul_tita.jpg
Uma outra imagem feita durante o “flyby” de 20 de Dezembro de 2008 mostra detalhes incríveis numa paisagem que sofreu o efeito da erosão por líquidos.
Em Julho de 2008, a sonda Cassini viu o denominado de Ontario Lacus, que terá metano, metano, azoto, e outros hidrocarbonetos, no estado líquido.
Esta é a foto da Cassini que prova a existência do lago na superfície:

E a mesma imagem, imaginada por um artista:

Sabe-se agora que Titã tem vários lagos.
titan lakes
Esses lagos estão maioritariamente concentrados perto dos pólos. A imagem abaixo mostra uma ilha no meio de um grande lago, a 79ºN. A ilha tem cerca de 150 kms de comprimento e 90 kms de largura.
titan-lakes-580x353

shine
Em Julho de 2009, a sonda Cassini, em órbita de Saturno, obteve esta imagem extraordinária de Titã: a Cassini fotografou reflexos em lagos de Titã!
O foco de luz brilhante atraiu a atenção dos cientistas da missão que, após algum trabalho de detective, determinaram que a região de Titã de onde parece provir o foco é a margem sul de um lago designado de Kraken Mare.
Com uma dimensão superior à do Mar Cáspio, Kraken Mare situa-se a 71 graus de latitude norte. Esta região de Titã esteve mergulhada na escuridão do Inverno até há poucos meses, com a chegada do equinócio a Saturno em Agosto de 2008. O ângulo de incidência da luz solar nesta região é ainda muito baixo o que favorece a ocorrência destas reflexões especulares em corpos líquidos à superfície.

Em Março de 2008, a sonda Cassini mostrou-nos dados que potenciam oceanos de água e amónia sob a superfície.
Ou seja, Titã poderá ter um oceano subterrâneo!

Em 2007, imagens no infravermelho do VLT e do Keck detectaram uma cobertura de nuvens nas zonas mais elevadas do satélite. Ao que parece provocam um chuvisco matinal de metano sobre os contrafortes ocidentais de Xanadu, o principal continente de Titã.
Ou seja, parece que existiam chuviscos de metano em Titã.

Em Janeiro de 2009, imagens do pólo sul de Titã tiradas com um ano de intervalo mostram nuvens cobrindo partes diferentes da região. Mais interessante ainda, é uma clara alteração na distribuição dos pequenos lagos (manchas escuras) que poderá resultar de chuva produzida pelas ditas nuvens. Esta chuva não é de água mas sim de compostos orgânicos, especialmente etano.
Ou seja, parece ter-se detectado chuva de etano em Titã!
changing-lakes-titan
Chove em Titã!

Em Setembro de 2008, imagens mostravam nuvens que se formam perto do pólo norte devido aos lagos lá existentes.
nuvens Titã

Em Agosto de 2008, confirmou-se a existência de actividade eléctrica na atmosfera de Titã. Relâmpagos e tempestades eléctricas biologicamente permitem uma fonte de energia.

Em Agosto de 2009 foram detectadas nuvens e tempestades nas regiões tropicais.
As tempestades tropicais criaram mais nuvens e essas nuvens criaram outras nuvens.
Este ciclo pode também explicar a presença de canais e leitos de ribeiros secos, descobertos em 2005 em Titã.
Na Terra, o ciclo da água inclui nuvens, chuva, e rios de água.
Em Titã deverá haver um ciclo semelhante mas feito de metano.
Vejam esta imagem artística de relâmpagos e trovoadas:
Titan lightning

Em Setembro de 2009, descobriu-se que a atmosfera de Titã funciona como a protecção de ozono na Terra. O ozono é uma molécula com 3 átomos de oxigénio.
ozono layer em Titan
Na alta atmosfera de Titã, a luz solar faz com que o metano se converta em carbono e hidrogénio. Estes reagem com o azoto para formar a atmosfera opaca de Titã.
Mas a atmosfera também tem Polyynes, que podem formar Triacetylenes, que são compostos orgânicos que protegem contra a radiação ultravioleta.

Em Outubro de 2009, descobriu-se que Titã possui estações do ano.
Titan changes
evaporating
(cliquem na imagem para a aumentarem)
Nas imagens acima, perto do Pólo Sul, vê-se que as fotografias tiradas em 2007 têm líquido – pequenos lagos -, enquanto em 2008 e 2009 esse lagos não existem. Provavelmente, evaporaram.
Também se pode ver abertas nas nuvens nos pólos durante a Primavera. Leiam aqui.
clouds

Também tem bastante propano, combustivel. Leiam aqui.

Leiam este artigo:
0922481

Titã parece-se cada vez mais com a Terra – como a Terra era há 4 mil milhões de anos atrás!
Uma Terra primitiva (os oceanos nessa altura na Terra era verdes!), mas mesmo assim uma Terra que reconhecemos (apesar de Titã ser cerca de 200ºC mais fria e não ter dióxido de carbono).
Pensa-se que possui lagos de hidrocarbonetos, vulcões gelados, oceano, nuvens, e que o metano comporta-se quase como a água na Terra, evaporando e chovendo num ciclo interminável.
Ou seja, tem várias características parecidas com a Terra.
Esta intrigante e extremamente interessante lua, leva-nos a imaginar potenciais condições para a vida.
Obviamente, a seguir a um líquido, pensa-se logo em que tipo de vida poderá existir nestas condições. Com uma fonte de energia como os relâmpagos ainda melhor! Não é certamente vida tal como a conhecemos – será vida totalmente diferente.
O ambiente pré-biótico não poderia ser mais favorável. Parece-se com o laboratório pré-biótico da Terra há cerca de 4 mil milhões de anos atrás. Será que Titã consegue produzir vida? Ou será que já produziu desenvolvimentos simples?

Vejam esta animação fantástica com os últimos desenvolvimentos sobre o que se sabe de Titã.

Titã é decididamente um mundo àparte.

12 comentários

4 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Maria Eleonora Magalhães on 14/01/2018 at 12:10
    • Responder

    Absolutamente fascinada e grata, com as descobertas feitas por cientistas dedicados, nesta e outras áreas, que nos fazem ver, inevitavelmente, a vida de outra forma! Parabéns a todos os cientistas e investigadores.

    • Thayane Teles on 25/09/2014 at 06:45
    • Responder

    Fascinante! Adorei saber um pouco sobre o Titã. 🙂

  1. nossa eu estou surpresa tem tantas coisas legais,sera como vivem essas pessoas no Saturno algumas coisas pare sem q e daqui do DF as veses eu penso que la deve ser legal as veses eu acho qui nao ,nao sei porque…KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    1. Bianca,

      Saturno, Titã e as outras luas são realmente mundos fascinantes. 🙂
      Queria no entanto esclarecer um aspecto importante. Embora Titã e a Terra tenham muitas características semelhantes, divergem numa particularidade fundamental. Sabemos que a superfície terrestre está coberta de vida. Em Titã os cientistas não descobriram ainda qualquer indício da existência de organismos vivos. 😉

    • Carlos Eduardo Santos on 02/06/2011 at 17:54
    • Responder

    E se fosse levado agua para esta lua? oq poderia acontecer????
    Assim como em outros planetas como Marte.

  2. Isso daria um bom livro de ficção científica.

  3. A imagem artistica dos lagos de Titã, provavelmente foi feita num software chamado Terragen. Muito simples e facil de usa-lo, e pode-se gerar imagens incriveis, fazendo seu proprio mapa topografico. Na internet pode-se encontrar varias imagens parecidas com essa, que foram feitas nesse software. Vale a pena conferir.

  4. dailygalaxy.com…
    Artigo interessante sobre Titã estar coberto de materiais orgânicos:
    http://www.dailygalaxy.com/my_weblog/2010/12/titan-saturns-gigantic-organic-chemicals-factory.html

  5. Há sempre qualquer coisa na expressão "pré-biotico" que me põe um sorriso nos lábios… Talvez por o primeiro livro ciêntifico que eu li, em meados dos anos 80, teria eu uns 8 ou 9 anos ("A nova história de Adão e Eva", editado pelo circulo de leitores ou a Reader's Digest, não sei bem) falar já em Titã e precisamente no ambiente semelhante ao que terá existido na Terra. Desde então, fiquei sempre com a esperança de que Titã um dia nos desse respostas. Respostas essas que, na inocência e cultura de um miudo de 9 anos, pareciam estar a milhões de anos de distância.

    Penso que ainda vamos ter surpresas vindas daqueles lados… 🙂

    • Paulo Ribeiro on 12/01/2009 at 23:29
    • Responder

    Dá um arrepio na barriga quando se contempla uma imagem de Titã.

    É demasiado semelhante àquilo que conhecemos, sem contudo ser totalmente igual, mas supondo sempre que a terra teve, algures no seu passado, um momento em que provavelmente seria igual ao que Titã é hoje.

    É demais para os nossos pobres corações.

    Europa também é um desses sítios no sistema solar que nos pões a tremer, não pelo frio glaciar que se faz sentir, mas por pairar na nossa imaginação a imagem dum mar carregadinho de vida por debaixo daquelas camadas de gelo.

    Isto mexe comigo.

    Sorry. Já agora, dediquem um post, aqui no blog, à formidável semana astronómica que está a passar no National Geographic Channel. Ontem fiquei absolutamente siderado a ver uma hipotética viagem aos limites do universo conhecido.

    Um narrador bestial acompanhado de imagens deliciosas, contributos impagáveis do nosso tão precioso hubble, que deverá ocupar o primeiro lugar das criações humanas com maior impacto na própria humanidade.

    Obrigado e uma boa semana para todos

  1. […] destes anos, A missão Cassini-Huygens fez importantes descobertas em duas das luas de Saturno:Titã e Encélado. As imagens e os dados recolhidos nos vários sobrevoos a essas duas luas, a que se […]

  2. […] – Luas: Titã (descobertas). Encélado (notícias). Prometeus. Hiperião. Phoebe. Outras luas. Mais luas de […]

  3. […] Um facto curioso é que Titã tem várias características “terrestres”. […]

  4. […] metano, etano, e propano, provavelmente negro, perto do Pólo Sul de… Titã, lua de Saturno Titã é um local realmente com muitas parecenças com a Terra…Falta saber se há por lá uns peixitos bem esquisitos e apetitosos… Podia-se usar como […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.