Relevo de Titã em 3D

Com base em imagens obtidas pelo radar de síntese a bordo da sonda Cassini, cientistas do Jet Propulsion Laboratory e Mike Malaska, um amador que colabora no processamento e na visualização de dados obtidos pela sonda, reconstruíram em 3D o relevo de uma pequena região de Titã designada de Sikun Labyrinthus.

As imagens mostram uma paisagem semelhante a algumas regiões da Terra em que a erosão provocada pela água deu origem a formações rochosas de forma caprichosa, cavernas e vales labirínticos, um tipo de relevo denominado de cárstico. Esta reconstrução sugere que em Titã, o metano e etano líquidos provocam a erosão da superfície com base em processos geologicamente muito semelhantes aos observados no nosso planeta. Do estudo resultou ainda um vídeo 3D que podem visualizar aqui.

Podem ler a notícia original aqui.

2 comentários

  1. Luis,

    Fantástico!!!! 🙂

  2. É uma terra fazendo a troca da água por metano 😛

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.