Planetas-Anões aos montes

planetas-anões

Já muito escrevemos sobre Plutão e outros Objectos Trans-Neptunianos (como Eris, que é maior que Plutão!).
Agora existe uma proposta para definir planetas-anões de uma forma mais abrangente que no passado, sobretudo dizendo que têm que ser mais ou menos redondos e ter um raio superior a 200 kms (no caso de objectos gelados) e superior a 300 kms (no caso de objectos rochosos) – neste momento, os planetas-anões têm que ter um raio superior a 420 kms, segundo a definição da IAU.
Assim, a família de planetas-anões poderá passar a ser muito mais numerosa!

Leiam toda a notícia, em inglês, aqui e aqui.

1 ping

  1. […] Todos os anos descobrimos mais alguns (ainda há dois meses, descobriu-se outro). Deverão existir imensos. A grande maioria deles, com excepção de Ceres, existem em órbitas para lá de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.