Paradoxo explicado

Quando a vida se formou na Terra, o Sol apresentava-se 30% menos forte do que agora. Isso quer dizer que a Terra recebia muito menos radiação solar, levando a que tivesse muito menos luminosidade e que fosse muito mais fria.
Nessas condições, como poderia a Vida aparecer?
Os modelos dizem que a Terra deveria ser mais quente… mas como?

Chegou-se agora à conclusão que a Terra deveria ter uma névoa de metano e azoto, similar à da lua Titã, o que permitiu à Terra conservar o calor necessário para a vida aparecer e se desenvolver, e proteger essa mesma vida da radiação ultravioleta.
Leiam mais, em inglês, aqui, aqui, e aqui.

1 ping

  1. […] Paradoxo explicado Artigos interessantes sugeridos para leitura: 28 de março de 1802 – Olbers descobriu Pallas […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.