Astronomia na Grécia

Quase sem dar por isso, depois de uma semana absorvido na supervisão e correcção dos exames de física e química A, dou comigo num país de cuja língua não sei mais que duas palavras: Kalimera e outra que agora não me lembro. Até agora isso não foi motivo para qualquer falha a comunicação. Pois é, tirando a senhora da limpeza, aqui na Grécia toda a gente fala inglês. É verdade estou aqui para fazer uma formação que faz a ligação entre a física das altas energias e a astronomia. O curso, que decorre em Rethymnon, denomina-se “From telescopes to accelerators: enhancing science education by exploring science`s past, present and future”. O curso tem também uma vertente pedagógica pois os formandos têm de desenvolver aplicações educativas e utilizar o portal LA@CERN para depositar material que depois pode ser usado de acordo com a autorização do autor por qualquer pessoa. O programa completo pode ser consultado aqui. Para além do curso não nos podemos esquecer da parte social que também é importante, até porque os nossos anfitriões escolheram um local agradável para a realização do curso, como se pode ver em algumas imagens do local.

George Neofotistos, ph. D. Research Assistant Professor, University of Crete, Physics Department

Este curso foi organizado em conjunto pelo departamento de Física da Universidade de Creta e pelo Observatório Astronómico GrecoGermanico. Os principais organizadores deste curso são os docentes do departamento física da Universidade de Creta, Dr. Sofoklis Sotiriou e Dr. George Neofotistos a trabalhar na área da física de altas energias.

 

 

 

 

 

 

 

1 comentário

1 ping

  1. Excelente, Jorge!!

    Diverte-te 🙂

  1. […] entre os dia 4 e 9 de Julho o curso “From Telescopes to accelerators: Enhancing Science Education by Exploring Science`s past, present an…” organizado em conjunto pelo departamento de física da universidade de Creta e o instituto […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.