Etimologia: GALÁXIA

A palavra que serve para designar um conjunto de estrelas, poeira e gás que se movimentam juntos graças à  atração gravitacional vem do latim galaxias (cujo registro mais antigo data de 1384), que por sua vez tem origem no grego “galaxias kyklos“, termo que significa ‘círculo lácteo’ graças ao aspecto que aparece em noites totalmente escuras, sendo resumido somente para ‘galáxias’, cujo radical vem do grego gala = leite (genitivo: ).

Dos romanos veio a palavra Via Lactea (ou circulus lacteus = caminho de leite), derivado de lac, lactis, palavra que tem a mesma raiz indoeuropeia que o vocábulo grego.

Muito tempo depois, por volta do século XIX, com a descoberta de várias outras galáxias, o grego “galáxia” virou um termo técnico astronômico, servindo para designar de forma genérica esses astros e deixando o termo “Via Láctea” somente para a galáxia na qual o Sistema Solar faz parte.

A palavra ‘Galáxia’ (com G maiúsculo) também é utilizada para designar a Via Láctea, enquanto ‘galáxia’ (com g minúsculo) continua a ser utilizada para os demais astros que apresentam as mesmas características físicas.

2 comentários

1 ping

  1. “Muito tempo depois, por volta do século XIX, com a descoberta de várias outras galáxias,”

    Não entendi. Não foi o Hubble, em 1923, que com suas observações descobriu que algumas nebulosidades estavam a distâncias muito maiores que as das estrelas e então percebeu-se que existem outras”galáxias”, e então que estamos numa?

    1. A Galáxia de Andrómeda é vista a olho nú. Logo já é registada há mais de 1000 anos.
      Com telescópios, foram sendo descobertas mais galáxias.
      Por exemplo, a Galáxia do Cata-Vento já é conhecida há mais de 200 anos.
      Obviamente, no século XIX foram descobertas muitas outras galáxias.

      No entanto, eram consideradas nebulosidades. Porque pareciam nebulosidades no céu, já que estão a distâncias enormíssimas.

      Em 1920 deu-se o Grande Debate, em que se discutiu se essas nebulosidades eram “universos-ilha” (o que chamamos de galáxias) ou se faziam parte do nosso universo-ilha (a Via Láctea).
      E chegou-se à conclusão que elas eram independentes de nós.

      Ou seja, aquilo a que chamamos galáxias foram sendo descobertas ao longo dos séculos. Mesmo que só em 1920 soubéssemos exatamente o que são. Não é o termo/nome que permite conhecer ou descobrir algo, mas sim as características que vamos vendo nesse algo.

      Se eu logo virar meu telescópio e vir algo difuso no céu, e não perceber o que é… posso enviar para instituições internacionais de astronomia e ficar como o descobridor de um cometa, por exemplo.
      Ou seja, eu o descobri, mesmo sem saber o que era nem saber o nome dele. Mas vi-o, documentei-o, e apresentei provas de que algo estava lá. A descoberta foi minha.

      abraços

  1. […] 68 – Etimologia: Planeta. Satélite. Galáxia. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.