Água Milagrosa

A garrafa (embalagem) tem vários feitios e cores, mas o poder para destruir é o mesmo. Sim, este é outro post sobre as vantagens de ter conhecimento, conhecimento científico, e pensamento crítico. A astronomia, e a ciência em geral, não deve ser entendida somente como forma de ler conteúdo dessa área, mas deve servir para abrir a mente crítica dos leitores, de forma a estes não serem levados por mentiras, seja nesta ou noutras áreas. Não chegavam as “pulseiras quânticas“, agora vem a “água milagrosa”. A MMS (Miracle Mineral Solution – Solução Mineral Milagrosa) é publicitada como “a coisa mais pura de todas que você pode vir a tomar“. Supostamente é um suplemento e um medicamento, que pode curar vírus, doenças, inclusivamente o acne, a malária, o cancro, e a SIDA. Supostamente mata os germes, as bactérias, os vírus, prejudiciais à saúde, mas “nenhum dano é infligido no corpo”. É vendido em Portugal, no Brasil, e nos EUA. Nem sequer me vou concentrar nas mentiras menores, como por exemplo que é um projecto luso-brasileiro, quando afinal esta mentira foi pensada nos EUA. Percebe-se que os “investigadores” não têm quaisquer conhecimentos médicos, científicos, de fisiologia, ou de terapêutica. Não têm formação académica. Este produto, entre outras coisas, faz o paciente vomitar e ter diarreia, daí que a vítima pensa que é a doença a ser exterminada! Por vomitar e ter diarreia, a pessoa pensa que está a ser curada! Na verdade, como diz a FDA (a entidade que regula alimentos e medicamentos nos EUA), este produto é como uma potente lixívia que “limpa” as pessoas por dentro. E tal como nas lixívias normais, ingerir este produto poderá levar a náuseas, vómitos, diarreias, desidratação, colapso respiratório, coma, e até a morte! A FDA está inclusivamente a pensar processar os mentores desta fraude nos EUA. Este é um produto perigoso! O produto tem razão quando diz que destrói as doenças… só se “esqueceram” de dizer que o produto destrói as doenças, ao destruir as pessoas.

9 comentários

2 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Claudercy p barros on 14/09/2014 at 18:31
    • Responder

    Bom dia quero só saber como que anda o uso do peróxido de hidrogênio. Grato um abraço.

    • Carlos Oliveira on 05/08/2010 at 19:02
    • Responder

    Armanda, não percebo.

    Porque a Quimioterapia pode ter essas consequências nefastas então esta água milagrosa funciona?
    Isso são perguntas falaciosas.

    Era como eu dizer que deve beber vários litros de lixívia.
    E se morrer, eu pergunto-lhe: e andar de carro também não mata?
    Como se os resultados de uma ação, justificassem os péssimos resultados de outra acção…

    A MMS pura e simplesmente não passou nos estudos científicos.
    Ponto final.

    É como afirmar que a MMS dá o poder de voar… e se os estudos científicos vierem mostrar o contrário, o que se vai fazer? Continuar a beber MMS e atirar-se de um prédio?

    A recomendação da FDA é clara: NÃO beba MMS e atire-se de um prédio, porque não vai poder voar. Ou, neste caso, diz: Não beba MMS que os resultados esperados são negativos.

    • armanda silva on 05/08/2010 at 18:54
    • Responder

    só queria acrescentar mais uma questão, será que a quimioterapia também não provoca vómitos e diarreias além do sofrimento do doente ?

      • Débora Corrêa on 22/07/2011 at 22:52
      • Responder

      Bôa, muito bôa mesmo!

      1. Não é boa, porque nada tem a ver com o post.
        Ou seja, é totalmente ao lado… como normalmente faz quem não percebe dos assuntos.

    • Carlos Oliveira on 04/08/2010 at 19:50
    • Responder

    ok.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Hydrogen_peroxide#Therapeutic_use

    http://en.wikipedia.org/wiki/Hydrogen_peroxide#Safety

    Mas aí entram 2 perguntas minhas:
    – costuma se dizer que: em moderação, nada faz mal.
    (claro que depende do significado de “moderação”)
    – por outro lado, se é tão diluído, qual a diferença para dianetics?

  1. Peço desculpa pela confusão mas não me fiz entender. Não estou de todo a defender o MMS que como qualquer pessoa poderá constatar tem uma dose excessiva de dióxido de cloro, daí as consequências desagradáveis e perigosas.
    Onde se lê “2 gotas por cada 5kg de peso tomadas 2 vezes por dia, sendo 1 de manhã em jejum” deve-se ler ” 2 gotas de ÁGUA OXIGENADA A 10 VOLUMES por cada 5kg de peso tomadas 2 vezes por dia, sendo 1 de manhã em jejum.” Ou seja o tratamento que sugeri contempla apenas a água oxigenada que é um bem ao alcance de todos e por isso mesmo não alimenta os lobbys farmacêuticos que não vivem da saúde mas sim da doença.

    • Carlos Oliveira on 04/08/2010 at 19:29
    • Responder

    Bem, basta fazer uma pesquisa no Google.

    de resto, a parte “doseado homeopaticamente”, acho que diz tudo…

    faz-me lembrar a defesa da Cientologia e da sua Dianetics…

    histórias aleatórias de pessoas que ficaram “milagrosamente” curadas, toda a gente tem, até os astrólogos e os que falam com os mortos. Todas as religiões têm isso.

    Agora, a defesa da MMS não me supreendeu: claro que a FDA, com os seus “cientistas e médicos malditos” que só querem saber de lobbys e $$, é que é a culpada.
    Os médicos nem devem ter feito estudos nenhuns para chegarem à conclusão que isso pode ser BASTANTE prejudicial à saúde, e daí que a FDA diz que pode processar a companhia nos EUA.

    Fico à espera de ver uma “defesa” baseada na literatura científica sobre o assunto, em journals respeitados 😉

  2. O MMS mais não é do que 3% peróxido de hidrogénio (água oxigenada) e 28% de dióxido de cloro. A água oxigenada tem imensos benefícios e já deu provas no tratamento de doenças muito graves, quando devidamente doseada. Quanto ao dióxido de cloro é benéfico em quantidades centesimais, doseado homeopaticamente, o que não é de todo o caso, daí as reacções adversas.
    Para quem tem problemas de saúde que envolva a oxigenação das células (doenças degenerativas) nada como 2 gotas por cada 5kg de peso tomadas 2 vezes por dia, sendo 1 de manhã em jejum. Os resultados aparecem ao fim de uma semana de uso diário. Este tratamento além de muito eficaz é extremamente económico mas não alimenta os lobbys farmacêuticos…

  1. […] provadas como falsas. Por isso é que as pessoas continuam a acreditar em águas que curam, em águas milagrosas, em milagres passados, em saúde quântica, em pulseiras quânticas, equilíbrios, amuletos, […]

  2. […] gente já está a preparar crenças sobre a lua cheia (e também aqui). Em breve talvez haja alguma água milagrosa para atenuar os efeitos nocivos da lua cheia. Talvez alguma bandolete […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.