Sobre as Pedras da Calçada

imagem

Muitos textos são produzidos por gente medrosa e com pouca cultura científica. O problema não é a falta de conhecimento. O problema é quando falam do conhecimento que não têm! Centenas, ou mesmo milhares, de post foram dissertados durante um ano sobre a gripe H1N1/2009, sobre o vulcão da Islândia, e sobre muitos outros acontecimentos.

-Vacina

Li, em muitos textos, que o governo norte-americano tinha produzido o vírus para matar 1/3 da população o povo tinha de ter uma vacina. Entretanto esta chegou. E o que li? Li que a vacina é que os ía matar! E agora? Mais uma vez não houve um desastre, uma dizimação. Talvez escrevam que morreram mas os governos escondem essa informação. Também posso dizer que o sol é azul mas toda a gente tem uma lente interna implantada pelos poderes do governo para vermos o sol amarelo. Então e a ciência que demonstra que o sol é amarelo? Isso não interessa, a ciência é manipulada. Reparem como é este tipo de pensamento… enfim.

-Pulseiras

Já aqui foi dissertado, e muito bem, sobre mais uma praga social. Custa-me a que charlatães andem a saquear as pessoas que não sabem diferenciar entre frases com sentido e frases sem sentido. Falta algum espírito crítico na nossa sociedade. Basta alguém dizer quatro palavras difíceis e técnicas para que as pessoas acenem com a cabeça e acreditem (e gastem €). Porque hei-de acreditar numa pessoa que diz algo que não compreendo em vez de acreditar num físico que me explica que não faz sentido e porquê? Por outro lado não tenho pena das pessoas que caem nestas estorinhas de extorquir dinheiro porque elas assim o querem. Ouvi um excerto de uma entrevista de um dos “péssimos” vendedores da pulseira. Ele dizia que havia dois hologramas com um fluxo de iões e com uma fórmula secreta (sim, secreta) que só os construtores sabiam. Isto faz-me lembrar as teorias da conspiração e as hoaxes.

-Outras formas (iridologia)

Há métodos de diagnóstico que podem ser usados com alguma credibilidade científica, como é o caso da iridologia, mas apenas como diagnóstico e com algumas falhas. Contudo há quem aproveite e passe do simples diagnóstico a tratamentos com medicamentos naturais (coisa que não compreendo são os medicamentos naturais…). A conversa é muito bonita para quem não compreende nada de fisiologia ou de química (é como aquelas pessoas que compram o creme que ajuda o DNA) mas de conteúdo não tem nada. Denotei que algumas pessoas sentiam o efeito placebo. Cheguei a ouvir que “isto faz tão bem que sinto logo os efeitos mesmo antes de tomar a medicação do dia”. Obvio que ao ouvir isto a charlatã diz que é esse mesmo o efeito do medicamento, por ser natural (mais uma vez não consigo compreender o que é um medicamento natural… ou não natural).

Outra coisa que não compreendo é porque é que se quer o equilíbrio? Aprendi que o equilíbrio é a morte. Em bioquímica, em termodinâmica, etc. Tudo o que está em equilíbrio está morto.

-CME

Recentemente chegaram CMEs à Terra. Estou curioso para ler alguns posts que irão incidir sobre os governos e que vão referir que as CME são armas superpoderosas e que nos querem matar de alguma forma. Neste momento espanta-me que ainda não tenha aparecido (que eu saiba) nenhum post de conspiração relativo às CMEs.

-A pedra da calçada

Agora algo mais sério. Há pedras da calçada que têm uma estrutura simétrica perfeita para que o fluxo iónico das moléculas de calcário permaneça na pedra. Assim, ao ser colocada ao pescoço influencia o nosso corpo através dos fluxos quânticos. Esta pedra é purificada com instrumentos da tecnologia ultra-secreta da NASA e só custa €30 cada. Aposto que seria um bom negócio de verão, pedras da calçada por 30 euros cada! Aproveitem porque Portugal tem uma população propícia a estas coisas. Obviamente que, para fazer efeito terá de vir a uma consulta que só custa €40 para a pedra lhe dizer de que males sofre e levará algumas gotinhas pelo valor de €50. São gotinhas milagrosas que terá de esfregar na zona onde dói para que a pedra faça efeito.

———————————–

Temos de construir o nosso crivo para todas estas situações. Esta construção advém de treino e leitura. É para quem quer e para quem pode.

Agora ainda mais a sério. Eu tenho a solução para os seus problemas. E sim, gasta-se algum dinheiro. Guarde alguns euros e compre livros simples de ciência, vá a blogues como este para ver a charlatanice que há por aí. Como poupar dinheiro: Simples, não caiam nestas aldrabices e ainda poupam nos medicamentos naturais e zen propostos por esses ladrões. Acredite que, mesmo comprando bons livros irá poupar centenas de euros.

3 comentários

  1. Não tou a dizer tu fazeres isso 😉

    Tou a dizer ke tás a dar ideias aos pseudo, para novos negócios 😛

  2. Sim! Talvez esteja a dar ideias o que seria bastante engraçado.

    Poderia ser um grande empreendedor: pedras milagrosas, linhas da costura de energia, folhas de papel que dão bem-estar, areia que cura, enfim… muitas ideias para roubar as pessoas.

    Mas a ciência é uma paixão e nunca serei capaz de fazer uma coisa destas. Tenho ética e massa encefálica que me permite pensar de forma crítica e adequada.

  3. Olá Dário 🙂

    Excelente post!! 🙂

    Olha, onde me dirijo para fazer essa cura com pedras da calçada? 😛 ehehehehe

    Olha lá mas é se estás a dar ideias aos pseudo!
    Se vires na rua a venderem-te pedras da calçada, já sabes que foste tu que criaste a ideia LOLLLLLL
    😛 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.