Sistemas de asteróides

binary asteroids

Normalmente pensa-se em asteróides como uma pedra única que orbita o Sol, e que qualquer dia até pode vir na direcção da Terra.
Mas os asteróides podem ser binários: dois asteróides orbitarem-se mutuamente enquanto orbitam o Sol.
Cientistas estudaram 35 pares de asteróides no nosso Sistema Solar.

Ciência Hoje:
“Estudo revela que asteróides «evoluem».
Estes corpos espaciais podem dividir-se em dois durante a sua rotação.
(…)
Quando os asteróides giram com rapidez suficiente podem dividir-se em dois corpos que começam a orbitar entre si. Estes, chamados de asteróides binários, são frequentes no Sistema Solar (na Cintura de Asteróides, entre Marte e Júpiter). Os astrónomos explicam que muitos deles não permanecem juntos.
(…)
Concluíram que em todos os pares estudados havia uma relação entre os elementos maiores e os mais pequenos. O tamanho do menor era 60 por cento inferior ao do seu companheiro.
(…)
No entanto, o que mais surpreendeu os cientistas durante o estudo foi a descoberta de que a luz do Sol desempenha um papel preponderante no “nascimento” de asteróides. Quando estes são atingidos pela luz solar reagem como os moinhos de vento e, assim, a sua rota pode ficar alterada durante milhões de anos. (…)”
Leiam o resto, aqui.

Leiam em inglês, aqui e aqui. E o artigo científico.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.