Possível desastre biológico – abelhas

honey bee

As abelhas que nos dão o mel e fazem uma essencial polinização (que dão origem a plantas – que dão origem a alguma da nossa comida, que dão de comer a animais, etc), estão a desaparecer. Desde 2006 que tem acontecido o chamado Colony Collapse Disorder.
Não se sabe o porquê.
No entanto, há estudos controversos que apontam para a causa poder ser a demasiada utilização dos telemóveis pelos humanos (juntamente com GPS, blue tooth, etc). A radiação electromagnética desses aparelhos desorienta as abelhas.
Mas há outras possíveis causas.

Se as abelhas estão a desaparecer devido às actividades humanas, então não seria nada “anormal”.
Infelizmente, está em curso uma extinção em massa, como outras no passado. Só que esta poderá ter causas não naturais…

Quando dizemos que os dinossauros (ou outros exemplos) se extinguiram “de repente” há 65 milhões de anos atrás, o significado de “de repente” é em termos geológicos, ou seja, dezenas, centenas, e até milhares de anos. É uma extinção gradual, sendo que o imediatismo é medido em eras geológicas.
Os Humanos estão cá há cerca de 200.000 anos, ou seja, acabaram de chegar. Desenvolveram-se e “de repente” provocam extinções em massa. Claro que a pessoa comum só quer saber de animais grandes, como os ursos das cavernas que foram extinguidos pelos Humanos, ou animais que nos sejam úteis ou simpáticos, como os dodos ou as tartarugas, que também morreram ou estão a morrer devido aos humanos. Mas ninguém se lembra de outros animais ou plantas “desconhecidas” pela pessoa comum, ou que sejam demasiado pequenas para nos “importarmos”. As abelhas, infelizmente, são só mais um exemplo de uma longa lista.

Supostamente Einstein disse: “If the bee disappeared off the surface of the globe, then man would only have four years of life left”. Numa tradução livre: Se as abelhas desaparecerem do planeta, os humanos só terão 4 anos para viver.
Na verdade, ele nunca disse isto. Alguém inventou esta frase do Einstein, para poderem dizer que ele também previu o fim do mundo em 2012!!
O que ele disse foi: “It is evident, therefore, that the dependence of the individual upon society is a fact of nature which cannot be abolished—just as in the case of ants and bees”. Ou seja, os indivíduos dependem da sociedade onde estão inseridos. E esta ideia pode ser alargada a todo o ecossistema, em que as espécies estão todas interligadas entre si, o que faz com que o desaparecimento de uma espécie afecte outras espécies. Ou seja, as abelhas estão-nos basicamente a dizer que o planeta está a ficar doente, e se não tivermos atenção, podemos também ser extinguidos.

Público (os comentários é que, na sua maioria, espelham a falta de literacia em Portugal):
“As abelhas estão a desaparecer do país e ninguém sabe porquê.
Comunidade científica internacional continua a estudar o fenómeno e ainda não tem conclusões.
Em Arouca, os apicultores estão apreensivos com o abandono inexplicável das colmeias.
(…)
“Tem sido uma calamidade, morrem, morrem e ninguém sabe porquê.”
(…)
“Elas desorientam-se, desaparecem e não voltam às colmeias… há alguma coisa que interfere com elas.”
(…)
O desaparecimento das abelhas é um fenómeno global. Nos Estados Unidos a situação é bastante preocupante, pelas repercussões ambientais, humanas e até económicas. Espanha, França e Alemanha também dão conta de uma anormal diminuição de abelhas. (…)”. Em Inglaterra também.

New York Times.

National Geographic.

Science Daily: Será este problema um mito?

Avalon 5 – artigo de 2007:
“BILLIONS of honey bees in the US and Europe have disappeared in the last year or so, as in vanished completely. No dead bodies. No evidence. No nothing… just a very very large absence of bees. This phenomenon was first noticed late last year in the USA and has been christened “Colony Collapse Disorder” by the scientists.
(…)
So, why should you care? Well, those honey bees are used to pollinate fruits, crops and nuts on an annual basis.
(…)
There are many theories floating around as to what is causing this strange and worrying trend amongst the bee population, but the most prevalent is that mobile phone masts are to blame. The theory is that radiation from mobile phones interferes with bees’ navigation systems, preventing the famously homeloving species from finding their way back to their hives. Improbable as it may seem, there is now some evidence to back this up.
It’s kind of scary when you think about it – that entire colonies of bees are just being wiped out – because the long term impact of such a catastrophe could be far reaching, in respect of food production, harvests and of course the insect food chain itself on our fragile little world.”

Inquiry Project:
“The Honey Bee has played a very specific and important role for well over 1,000,000 years. Honey Bees pollinate flowers, fruits, vegetables, and make honey. Honey Bees are vital to the sustainability of human and animal life because they are able to keep the food chain in balance by maintaining plant life. Fairly recently, there has been an extreme decrease in the Honey Bee population throughout the world. Millions of Honey Bees have left their hives and died off without any logical explanation. This epidemic is called Colony Collapse Disorder, or CCD. There are some theories as to why this is happening but we are still not 100% sure. It is very important to raise awareness about this terrible phenomenon in order to find out why this is happening, and more importantly, how to stop it.”

De Rerum Natura:
“Como dizia uma das cientistas da estória da CBS as abelhas são sensores do ambiente e estão a dar-nos a informação sobre o estado a que conduzimos o planeta terra: não há comida suficiente e a que existe está contaminada.”

Colony Collapse Disorder:

Programa 60 minutes, na CBS:

7 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Só um pequeno reparo relativamente ao que é referido como possível causa. O Bluetooth é uma tecnologia de comunicação que se pode considerar de “curto” alcance, pelo que não me parece qu possa ser uma causa do desaparecimento das abelhinhas.

    No entanto concordo com a questão das outras “nuvens” provocadas pelo GSM, 3G, GPS, etc.

  2. Onde moro era um fato comum que as lâmpadas externas, que eram poucas antigamente, ficassem rodeadas de insetos. Isto não é mais comum, ou foram todos extintos ou apenas os que não caem nesta armadilha de ser atraída para luz (para a morte) sobreviveram – acho que ninguém ainda pesquisou isto.

    Parece que muitos insetos estão sendo extintos por nossa tecnologia.

    • Carlos Renato on 29/08/2010 at 17:47
    • Responder

    Que triste isso!

    Parabéns pelo blog, sou um leitor diário.

    Saudações de Curitiba – Paraná.

  3. Pessoalmente, tenho vindo a verificar um claríssimo decréscimo também no número e diversidade de moscas no campo. É bastante preocupante. Desconheço os motivos disto. Também se nota menos abelhas do que era costume.

    Ademais queria dizer que os Syrphidae – família de moscas – também têm um papel extremamente importante na polinização assim como algumas vespas. 😉 Estou a lembrar-me da vespa da família Agaonidae que poliniza as inflorescências da figueira. 😉

  4. Ou sem mim!!!!

    Seria um mundo assustador!!!

    LOL
    😀

  5. a evolução requer adaptação, mas no entanto não deixa de ser preocupante. imaginem também o nosso mundo sem o escaravelho? ou sem alguns tipos de fungos?…

  6. Ola
    Estive a ver um programa, penso que no canal Odisseia, que mostrava uma das causa do desaparecimento das abelhas. Alguns agricultores no Japão estão a fazer a polinização a mão.
    O ser humano adapta-se as necessidades

    Agraço

    Paulo Almeida

Responder a Nuno Coimbra Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.