Set 29

Gliese 581g !

Uma equipa liderada por Steven Vogt, da Universidade da Califórnia, Santa Cruz, e Paul Butler, da Carnegie Institution, anunciou hoje a descoberta de um planeta com 3 vezes a massa da Terra em torno da anã vermelha Gliese 581, situada a cerca de 20 anos-luz na constelação da Balança. O planeta orbita a estrela dentro da chamada “zona habitável”, uma região em torno da estrela onde a água pode existir no estado líquido.

A equipa descobriu dois novos planetas em torno de Gliese 581, elevando a contagem para seis. Todos estes planetas têm órbitas quase circulares, como os planetas no Sistema Solar. Um dos planetas, o Gliese 581g é particularmente interessante pois tem uma massa entre 3 e 4 vezes a da Terra, um raio provavelmente entre 1.2 e 1.4 vezes o da Terra, e orbita a estrela hospedeira cada 37 dias, mesmo em cheio na zona habitável. Dois planetas anteriormente detectados no sistema pela equipa de Genebra, o Gliese 581c e Gliese 581d, situam-se precisamente no bordo interior (respectivamente, exterior) dessa zona.

O Gliese 581g tem outra particularidade interessante. O planeta apresenta sempre a mesma face para a estrela hospedeira, o que quer dizer que provavelmente haverá diferenças significativas de temperatura entre o lado diurno e o lado nocturno do planeta.

A descoberta agora anunciada foi baseada em 11 anos de observações realizadas com o espectrógrafo HIRES, desenhado por Steven Vogt e instalado no Observatório Keck, combinadas com observações publicadas pela equipa de Genebra e obtidas com o espectrógrafo HARPS. Um total de 238 observações da velocidade radial do sistema.

Podem ver a notícia original aqui.

13 comentários

3 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. universetoday.comspacedaily.comguardian.co.uk…

    WOW!!!

    E tu foste mais rápido do que as notícias que só agora li:
    http://www.universetoday.com/74640/new-earth-sized-exoplanet-is-in-star%25e2%2580%2599s-habitable-zone/
    http://www.spacedaily.com/reports/First_Potentially_Habitable_Exoplanet_Found_999.html
    http://www.guardian.co.uk/science/2010/sep/29/earth-like-planet-gliese-581g

    Esta Gliese 581 está constantemente nas notícias
    🙂

    Acho que tá destinada a uma revelação única… dentro de uns meses
    😉

  2. Vi por acaso a notícia no ScienceDaily e fui à fonte, na UCSC.
    Depois foi só escrever 😉

  3. space.comspace.com…

    Olha, e acabei de ler o artigo na Space.com que diz que é 100% certo existir vida lá (acho “wishful thinking”):
    http://www.space.com/scienceastronomy/earth-like-exoplanet-possibly-habitable-100929.html
    “Personally, given the ubiquity and propensity of life to flourish wherever it can, I would say, my own personal feeling is that the chances of life on this planet are 100 percent,” said Steven Vogt, a professor of astronomy and astrophysics at the University of California, Santa Cruz, during a press briefing today. “I have almost no doubt about it.”

    E nem tinha reparado que havia também o Gliese 581f:
    http://www.space.com/scienceastronomy/gliese-581-star-system-tour-100929.html

    Que fantástica estrela! 😀

  4. Eu vi esta notícia ainda hoje.

  5. Quem esteve atento a este post:

    http://www.astropt.org/2010/05/15/steve-vogt-no-seti-institute/

    já podia suspeitar que isto vinha a caminho. Vejam no minuto 56…

  6. Sou analista de sistemas e Estudo Astronomia por curiozidade. Estás certo Carlos Oliveira, a Gliese 581 é um lugar especial, mas lembro que anãs vermelhas são das estrelas mais abundantes no Universo, olha só nas vizinhaças do Sol, tem estrelinhas rubras a perder de vista. Lembro que outra Gliese anã vermelha, a Gliese 876, também fica bem perto daqui e está minada com quatro planetões, e quem sabe luas desses planetões ainda venham a ser descobertas e porque não, luas azuis. A 876 fica mais perto, 15 anosluz. procurem essas estrelas, encontrarão coisas incríveis. E não deixem de ler sobre a Gliese 710, essa assusta, vejam porque, abraço…

  7. Jonatas,

    Note que eu já dei aqui no blog por várias vezes essa informação: de que as anãs vermelhas são as estrelas mais abundantes no Universo.
    Aliás, no meu post sobre este novo exoplaneta:
    http://www.astropt.org/2010/10/01/gliese-581-g-o-1%C2%BA-planeta-como-a-terra/
    digo precisamente:
    “E como a maioria das estrelas são anãs vermelhas, então esta notícia faz crescer exponencialmente a quantidade de possíveis “Terras” no Universo!”

    Sobre a Gliese 710, aconselho este post:
    http://www.astropt.org/2010/03/27/gliese-710-nemesis/

    Quanto à Gliese 876, o Luis Lopes escreveu este post:
    http://www.astropt.org/2010/06/23/quarto-planeta-em-torno-de-gliese-876/

    Tem razão sobre as potenciais Exoluas:
    http://www.astropt.org/category/exoplanetas/exoluas/

    abraço!

    • Cientista 581g on 06/01/2012 at 08:12
    • Responder

    Olá á todos , olha eu acredito sim que haja vida neste planeta , pois ele tem todas as respectivas para existir um tipo de vida nele , eu sou brasileiro , moro nos estados unidos e estudo ciências e astrologia na universidade de stanford , vou tentar seguir carreira na NASA , e olha é muito interessante essa descoberta , foram 11 anos de pesquisa para achar ele , se não existi vida nesse planeta , pode existir a qualquer momento de sua existência , porque ele tem todos os retrospectos da terra , agua em estado líquido , dióxido de carbôno , C02 , o único problema é que ele não tem rotação , um lado é sempre virado para a estrela anã Gliese que é o sol do sistema solar do Gliese 581g ,e o outro sempre virado para o lado obscuro do espaço , então um lado é sempre dia e outro sempre noite , aonde possa ja ter vida ou possa nascer vida , o problema maior de tudo é que esse planet

  8. desculpe-me mandei na hora errada , continuando , ele esta a 20 anos-luz da terra,ou seja,demoraria 20 anos viajando a velocidade da luz , e as espaçonaves atuais levaria milhares de anos para chegar lá , então é quase impossível hoje em dia , a tecnologia vai ter que evoluir demais (ao quadrado) para poder criar algo que chegue lá como se o Gliese 581g estivesse do lado da terra , então esse é mais um motivo para não confirmar que possa ter vida no Gliese 581g , bom essa é a minha opinião.

    • Cientista 581g on 06/01/2012 at 08:23
    • Responder

    Perdão , eu estudo *Ciências e Astronomia , Astrologia é outra coisa , que muitos confundem com Astronomia , que foi meu caso agora.

  9. Sinceramente, há várias situações aqui que me fazem duvidar destes comentários:

    – confusão entre astrologia e astronomia é algo que alguém que se diz de Stanford e sobretudo alguém que diz querer entrar na NASA, não dá.

    – o e-mail que forneceu não se encontra em lado nenhum, o que é um sinal que se quer esconder, e que está em contradição com o seu comentário.

    – começou os comentários desta forma: “olha eu acredito sim que haja vida neste planeta”. Estamos a falar de ciência, quer neste post quer neste blog. Crenças não são para aqui chamadas. A Gravidade não é uma crença. A ciência não é uma crença. Confundir as coisas não me parece de alguém que se diz cientista ou que o queira ser.

  1. […] o post do Luis Lopes, aqui no blog, sobre este assunto. O planeta terá 3 vezes a massa da Terra, será praticamente do tamanho da […]

  2. […] Fomalhaut b. CoRoT. CoRoT-Exo-7b. CoRoT-2b. HR 8799. Gliese 581, Gliese 581d (aqui), Gliese 581g (notícia), Gliese 667 cC, GJ 1214b (atmosfera de água), Kepler-186f, KOI-961, KOI-172.02, Alfa Centauri, […]

Responder a TOP 100 Cancelar resposta

Your email address will not be published.