Hubble prepara visita da sonda Dawn a Vesta

Quatro imagens em cores falsas do asteróide Vesta captadas a 28 de Fevereiro de 2010 pela nova câmara WFC3 do telescópio espacial Hubble, através de filtros para comprimentos de onda curtos (ultra-violeta próximo e azul).
Crédito: NASA/ESA/J.-Y. Li (University of Maryland, College Park)/L. McFadden (NASA GSFC).

A NASA publicou ontem um conjunto de imagens do asteróide Vesta, o primeiro dos dois objectos da Cintura de Asteróides a ser visitado pela sonda Dawn. Captadas em Fevereiro passado, através do telescópio espacial Hubble, as imagens mostram variações no brilho e na cor ao longo da superfície de Vesta, em particular, em latitudes que não haviam sido observadas anteriormente. As novas imagens permitiram ainda redefinir a localização do eixo de rotação de Vesta, uma informação importante para o correcto planeamento do encontro do próximo mês de Julho da sonda Dawn com este asteróide.
Pensa-se que Vesta é um dos poucos protoplanetas sobreviventes na região interior do Sistema Solar. A visita da Dawn a este pequeno mundo deverá elucidar os astrónomos acerca das condições e dos processos que determinaram a evolução dos planetas.


Vídeo resultante da combinação de 73 imagens de Vesta obtidas pelo telescópio espacial Hubble no período de 25 a 28 de Fevereiro de 2010. Vesta completa uma rotação a cada 5,34 horas. São vísíveis algumas variações de cor que não correspondem ao que seria observado pelo olho humano. As áreas mais escuras são interpretadas como regiões ricas em basalto, enquanto que as áreas mais avermelhadas serão provavelmente regiões preenchidas por poeira fina ou regolito.
Crédito: NASA/ESA/J.-Y. Li (University of Maryland, College Park)/L. McFadden (NASA GSFC).

3 comentários

  1. Concordo!!!!

    Se pensam que vida simples pode existir em sítios bastante gelados, como a superfície de Plutão… então Ceres e Vesta também poderão trazer surpresas
    🙂

  2. Confesso que ando entusiasmado com a missão Dawn desde o seu lançamento!
    Já falta pouco para o encontro com Vesta. Segundo li (já não sei onde) teremos imagens com melhor resolução um mês antes da chegada, ou seja, lá para Junho.

  3. Fantástico. A Dawn vai dar-nos muitas surpresas, estou certo. Tenho uma imensa curiosidade em conhecer Vesta e especialmente Ceres que parece cada vez mais interessante mesmo sob o ponto de vista de potencial suporte de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.