NASA encobre prova de extraterrestres?

085499-saturn-039-s-moons_604x341

No início deste mês, esta foi a conspiração da moda.
Um rapazito, em casa, sem nada para fazer, decidiu brincar com as cores de uma imagem publicada pela NASA e “percebeu” que retirando parte do brilho e contraste numa imagem com a grande lua Titã e a pequena Dione, percebe-se que afinal a lua Dione está sendo seguida por uma grande nave extraterrestre (tal como se vê na imagem acima, na direita). E, obviamente, esse jovem decidiu logo dizer que isto prova que os extraterrestres têm bases em Titã, que a CIA sabe disso, que a NASA está a encobrir tudo, etc, etc, etc.
Enfim…

Vejam os vídeos dos conspiradores:

Sinceramente, nem sei por onde começar…
Vou esquecer as “bases extraterrestres” e outras diarreias mentais do género, mas vou começar pela 1ª proposição desta idiotice: estes conspiradores estão a dizer que a NASA encobre imagens de naves extraterrestres. E como a NASA faz isso? Publicando e divulgando as imagens que vai tirando!!!
Ou seja, como exemplo: vocês tiram uma foto em comportamentos que não querem que ninguém veja. Então que fazem vocês? Vocês próprios colocam a fotografia na internet!
Este é o raciocínio que os conspiradores fazem sobre a NASA!
Acham que chamar idiotas a estes conspiradores, é um adjectivo forte? Não me parece.

A cientista que trata das fotografias, Emily Lakdawalla, explicou como se faz o tratamento de imagens: a nave Cassini não tem olhos humanos, logo, como qualquer imagem espacial (por exemplo tiradas pelo Telescópio Espacial Hubble, como foi explicado aqui), a imagem é tirada por filtros de diferentes cores (comprimentos de onda), que depois são combinados de maneira a tentar ficar o mais próximo possível do que se nós víssemos com os olhos humanos.
Por outro lado, a Cassini (que tira as fotos) é uma sonda que está em movimento, os anéis de Saturno estão em movimento, Titã está em movimento, Dione está em movimento… tudo está em movimento! Logo, é preciso tratar as fotos, de forma a tirar-lhes esses rastos de movimento, senão não poderíamos ter as fotografias magníficas que temos visto em todo o lado!
Qualquer pessoa pode ir com uma camera fotográfica para a rua, começar a correr, ter os amigos a correr também, e tirar fotos aos amigos. Será que fica uma foto igual a quando todas as pessoas, incluindo o fotógrafo, estão paradas?
É óbvio que será preciso tratar as fotos, para não ficarem cheias de “riscos”, de parecer que há objectos atrás das pessoas.
Por último, o que acontece é que são tiradas diversas fotos, e depois combinadas.

A Emily Lakdawalla escreveu este artigo, onde explica tudo isto.
No artigo ela dá o exemplo das 27 frames com diferentes filtros de cores, que deu uma fotografia deste género às luas Rhea, Janus e Prometheus:

rhea_janus_prometheus_cassini_20100328_rgb_misaligned_3_lg

Depois de ser tratada, passa a ser divulgada assim:

rhea_janus_prometheus_cassini_20100328_rgb_lg

Podem ver mais explicações, aqui e aqui.

Isto é feito para todas as fotografias espaciais!

O raciocínio destes conspiradores parece-me ser este: para quê aproveitar o meu tempo para aprender e informar-me, se posso gastar esse mesmo tempo a divulgar mentiras no YouTube que muitos outros vão seguir e que me vai tornar famoso durante alguns dias para alguns jornalistas?

14 comentários

3 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. oi vim aki para descutir com vcs naum tenho religião vivo da sorte eu acho q seria comun agente ver naves espaciais rodando pelo universso mais acredite e normal oq acontece a nasa tem medo de se rebelar por causa do pani q causaria a população como todos sabem tem varios relatos de aliens como area 51 mais se existe mesmo alins isso e enegavel existe mais de trilhões de mundos estrelas e pq so existiria nois aki pq? mais uma coisa obvia quam feiz tudo isso? a resposta seria Deus certo!? mais quem feiz deus?? a ci~encia e uma coisa inesplicavel……..

    1. Não seria nada comum ver naves espaciais. Já expliquei o porquê várias vezes aqui no blog.

      A ciência é totalmente explicável. Daí termos tecnologia baseada nela, como computadores, internet, carros, telemóveis, electricidade, etc.

  2. Gláucia,

    Nós aqui fornecemos-lhe a verdade.

    Se quer ter uma mentalidade de um miúdo de 10 anos, e acreditar nos avistamentos do Pai Natal, tem certamente outros sítios onde pode ir “salvar-se” (LOLLLLLLLLL) do ano 2012.

    Enfim…

    P.S.: se não acredita nos cientistas, deixe de ser hipócrita e vá viver para uma caverna, sem qualquer conforto ou tecnologias dadas pelos cientistas.
    Os cientistas dão-lhe, por exemplo, computadores, telemóveis, e a internet. E o que faz a Gláucia? Usa aquilo que os cientistas lhe dão (internet), para dizer mal deles. A isso chama-se hipocrisia!

    1. você esta totalmente certto (y)

  3. Você parece muito com todos os governos deste planeta medíocre, que ao invés de publicar os milhares de casos de óvnis que acontecem em tudo quanto é lugar, mostram sempre só um lado da coisa, que é a de gente que não tem muito o que fazer e não tem muita informação.

    Sinceramente, penso que se vocÊ fosse um dos caras escolhidos para viver no novo mundo que teremos após 2012, teria um site com informações sobre o que REALMENTE anda rolando no céu… e não perdendo tempo com esse tipo de informação.

      • Ricardo André on 10/05/2014 at 15:40
      • Responder

      Gláucia: “(…)Sinceramente, penso que se vocÊ fosse um dos caras escolhidos para viver no novo mundo que teremos após 2012, teria um site com informações sobre o que REALMENTE anda rolando no céu… (…)”

      Eu fui um dos contemplados para viver no novo mundo. E sei o que realmente anda rolando no céu: átomos!! 😛

      E por falar em 2012, já consegui sobreviver a 3 fins do mundo!
      Começo a desconfiar que seja um lobisomem…
      É que gosto de olhar para a lua cheia e tenho pêlos nas pernas…

      Enfim…
      Desculpa Carlos…

      1. “Começo a desconfiar que seja um lobisomem…
        É que gosto de olhar para a lua cheia e tenho pêlos nas pernas…”

        LOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL 😀

  4. Olá Daniel,
    Sim, eu percebi que não estava a propôr teorias da conspiração 😉
    Só me lembrei de completar um pouco mais sobre a problemática extraterrestre, que é complicado de perceber, porque até a astrobiologia (ciência) sofre das mesmas limitações (geocentrismo psicológico) e na maioria das vezes nem se apercebe.
    Eu próprio devo sofrer do mesmo, mas nem me apercebo 🙁

    abraço!

  5. Boa tarde Sr. Carlos,

    Eu percebi o seu ponto e não sou pessoa de “alimentar” teorias de conspiração, apesar da minha frase do comentário anterior assim o parecer. Nunca li muito sobre este assunto, mas lembro-me de ter lido um livro de Dan Brown(“A Conspiração”) e lá faz algumas referências aos erros comuns quando se analisa sinais de vida extra-terrestre.

    Confesso que a probabilidade de encontrar vida extra-terrestre inteligente é bastante remota.

    Agradeço a explicação e as referências.

    Abraço e continuação de um bom trabalho 🙂

  6. Olá Daniel,
    Mas essas são duas questões distintas 😉
    Uma coisa é haver vida extraterrestre. Outra coisa é ela nos visitar.

    Se eu lhe disser que o meu cão sabe cantar as músicas dos U2, qual a resposta do Daniel?
    Será dizer que é uma possibilidade? Sim, claro que é.
    Será vir aqui estudar as cordas vocais do meu cão? Não.
    A primeira coisa é saber se eu tenho cão. E não tenho.

    Ou seja, primeiro teria-se que descobrir vida extraterrestre INTELIGENTE que tenha tecnologia como a nossa, que tenha os mesmos desejos que nós (para explorar o espaço), e que pense que num universo gigantesco nós somos muito importantes para nos andar a visitar.
    (e a probabilidade de tudo isto acontecer é extremamente baixa, até pelo que se vê da vida na Terra. A probabilidade disto acontecer é igual à do Daniel ganhar a Lotaria todas as semanas durante vários anos!)

    Só depois de saber que essa probabilidade extremamente baixa, é real, é que se pode tentar ver se realmente eles nos visitam.

    Porque eu também posso dizer que aquilo é o trenó do Pai Natal.
    Ou como o Rubens disse, os anéis de Saturno podem ser devido ao casamento de ETs.
    Será que se vai estudar todas as hipóteses absurdas só porque alguém alguma vez afirmou isso, sem ter uma lógica racional?
    Claro que não, senão não se fazia mais nada, nem o mundo progredia.

    Em termos de probabilidades, até pela quantidade de vida que existe na Terra e pelo que se sabe da vida poder viver em ambientes extremos, em praticamente em todo o lado na Terra (e possivelmente no Universo):
    A probabilidade de existir vida extraterrestre é, para mim, extremamente alta.
    Mas é a vida unicelular.
    Vida complexa será rara, mas pode existir.
    Vida extraterrestre inteligente será extremamente rara.
    Vida inteligente que tenha o mesmo tipo de tecnologia, atitudes, desejos, semelhantes a nós, é praticamente uma impossibilidade.
    Num universo gigantesco, imaginar que ela anda à nossa procura, é vê-los como deuses, e pensar que somos muito importantes.

    Parece-me que o Daniel está a cair no erro de imaginar que os ETs são como nós, tal como eu faço referência no meu curso:
    http://www.astropt.org/2009/06/30/curso-de-astrobiologia/
    E penso que não está a ter em atenção o geocentrismo psicológico inerente a esse tipo de mentalidade:
    http://www.astropt.org/2010/10/13/fe-num-contexto-astronomico/

    abraço!

  7. Concordo que é uma perfeita idiotice, mas temos de ser projeccionistas. Num universo tão vasto que fazemos parte é impossivel não existir algo fora da terra que tenha vida e muito certamente “visitas” de ETs são tão prováveis como um dia iremos conseguir viajar pela nossa galaxia. Pelo menos impossivel nao vai ser.

  8. Base? parece mais uma geléia daquelas de modelar só que preta o.o

    Aham,e a partir de hoje os anéis de saturno eram anéis de dois alienígenas gigantes que estavam para se casarem e esqueceram em que planeta deixaram os anéis de casamento. Pronto, criei uma nova teoria da conspiração, sacanagem é a NASA não permitir casamentos alienígenas, um puta preconceito velho rsrsrsrsrs

  9. “para quê aproveitar o meu tempo para aprender e informar-me, se posso gastar esse mesmo tempo a divulgar mentiras no YouTube que muitos outros vão seguir e que me vai tornar famoso durante alguns dias para alguns jornalistas?”
    Perguntando de outro modo: porque é que as pessoas não se põem a questão a elas próprias e tentam decifrá-la pesquisando e aprendendo, como um cientista faz, e em vez disso procuram a solução mais imediata para colmatar a sua necessidade de afecto e de contacto com os outros..
    Ou ainda arranjando um modo diferente de perguntar isto: porquê dar preferência ao “dar nas vistas”, face a “querer aprender e compreender o mundo” ?

    Se calhar isto é um problema social..

  10. No mínimo, com pouca imaginação – uma nave?! 😀

  1. […] Aeroporto China. Londres. Canadá. Nova Iorque. 2014. Obama. Guarda-costas. Aldrin. Mar. Mercúrio. Lua Dione. Exército Indiano. Vénus. Espirais (Noruega, Austrália). Pão e Frango. 3 naves gigantescas, 3 […]

  2. […] metafísica cósmica, reiki, limpeza espiritual, mortos faladores, fósseis de humanos gigantes, conspirações ETs, Marte tão grande como a Lua no céu, fazer pipocas com telemóveis, astrologia, fim do mundo pelo […]

  3. […] Pulseiras, sobre Cursos Metafísicos, sobre OVNIs, sobre Críticas à Ciência/Astronomia, sobre auto-Reflexões, sobre Defesa da Ciência, sobre Animais com Fotossíntese, sobre Animais que Vivem para Sempre, […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.