Fermi descobre bolhas gigantes de raios-gama

bubble fermi
(cliquem sobre as imagens para as ampliarem)

Já tinhamos dito, neste post, que o telescópio espacial Fermi tinha descoberto uma estrutura gigante na Galáxia, constituída por um enorme par de bolhas de raios-gama, com cerca de 50000 anos-luz de comprimento.
As bolhas são bem visíveis na imagem acima, a sair do centro da galáxia.
A causa das bolhas é desconhecida.
fermi bubbles
Na altura estava prevista uma conferência de imprensa da NASA para ontem.
Ela realizou-se, e confirmou-se a descoberta, como podem ler em inglês, aqui, aqui, e aqui.
bubbles graph
Imagina-se que possam ser remanescentes de uma erupção de um buraco negro ou que são alimentadas por uma sucessão de nascimentos e mortes de estrelas no interior da galáxia.”
Mas na realidade, não se sabe o que são: “As origens das bolhas ainda são um mistério para os cientistas. “Não entendemos completamente sua natureza ou origem”, disse o astrónomo Doug Finkbeiner, do Centro de Astrofísica Harvard-Smithsonian Center em Cambridge (EUA).”

11 comentários

2 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Desenvolvimentos aqui:
    http://www.astropt.org/2011/03/20/bolhas-de-raios-gamma/

  2. inovacaotecnologica.com.brinovacaotecnologica.com.br…

    Mais sobre este tema aqui:
    http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=bolhas-via-lactea-raios-gama&id=010130101110

    Este instrumento detectou antimatéria ejectada a partir de tempestades da Terra:
    http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=tempestades-raios-ejetando-antimateria&id=010130110111

  3. Eu penso que seja mais a 2ª hipótese. Os jactos do buraco negro não seriam de radiação gama, acho. radiação gama acontece nas colisões de corpos compactos ou em supernovas e zonas de formação estelar. Penso que perto do buraco negro central há fusões de corpos massivos em colisões violentas. Isto produzirá feixes de radiação altamente energética. todas essas fusões ocorrem quase ao mesmo tempo cósmico e na mesma de visão.Tal que os jactos se unem formando as bolhas de raios gama.

    Acho eu, é uma mera especulação

  4. Outra explicação sugere que as bolhas podem também ser formadas como resultado de saídas de gás do bojo central galáctico, a partir de um processo violento de formação de estrelas (tais como vemos em galáxias explosivas), talvez o evento que produziu muitos aglomerados de estrelas massivas no centro da Via Láctea, há bilhões de anos.

    Galáxia explosiva, exemplo, M82: http://eternosaprendizes.com/2009/11/03/m82-galaxia-explosiva-ajuda-veritas-a-elucidar-a-origem-dos-misteriosos-raios-cosmicos/

  5. Isto não me causa o menor espanto, muito ao contrário.

    Eu diria: FINALMENTE ENCONTRARAM!

    “Jatos polares são freqüentemente encontrados em torno de objetos cósmicos com discos de acresção em rotação. Nós observamos a presença dos jatos tanto em estrelas recém nascidas como nos mortos pulsares (estrelas de nêutrons). Contudo, os jatos polares mais poderosos são os originados pelos discos de acresção ao redor dos buracos negros, sejam eles os de massa estelar (os microquasares) ou os supermassivos encontrados nos núcleos galácticos. No último caso, os jatos emergem das galáxias ativas, tais como os quasares. Quando os jatos das galáxias ativas estão orientados na direção da Terra, estas são chamadas de blazares. ”
    Mais detalhes em: http://eternosaprendizes.com/2010/10/23/os-blazares-e-os-jatos-relativisticos/

    Nada mais natural que nossa galáxia também apresente evidências da presença de jatos!

  6. Pois… o relevo realmente é estranho…
    :-S

  7. O problema não é o tamanho dos números. É o “relevo” das letras e a luminosidade que confunde. 😉

  8. lol
    Que teorias! ;P Possivelmente.

    eu penso que aquilo será feixes de energia ejectados do buraco negro supermassivo. . .

  9. Oi Mirian,

    Nós mudamos o sistema de verificação para números, porque o outro estava a dar muitos problemas para verificar (dava erro muitas vezes).
    Assim, mudamos para números, para ajudar os leitores
    🙂

    Pode aumentar o tamanho do texto (incluindo dos números), nas opções em cima no Mozilla, onde diz Ver – Mudar Tamanho
    😉

  10. Adorei suas teorias!! 🙂

    (Nossa! Esses numerinhos de verificação são horríveis de se enxergar… sem óculos… segunda tentativa)

  11. As imagens são simplesmente espectaculares.

    E aposto que a descoberta destas bolhas enormes vai certamente levar a uma revolução no nosso entendimento da nossa Galáxia, e das outras também.

    Como ainda não se sabe a causa, pode-se especular:

    – serão portais interdimensionais construídos por uma civilização ET bastante avançada, para poder viajar entre galáxias (teleportação entre galáxias).

    – serão auto-estradas construídas por uma civilização ET bastante avançada, para poder entrar e sair do Buraco Negro Supermassivo existente no centro da nossa Galáxia.

    😀

  1. […] meio do raio-X intenso emitido na região onde está localizado, ou também por meio das chamadas Bolhas de Fermi, estruturas gigantescas descobertas em 2010 pelo telescópio espacial Fermi da NASA e que pairam […]

  2. […] Supostamente, pela física gravitacional, a densidade do gás deveria diminuir a partir do centro para fora. No entanto, ele não fazia isso. Era um mistério. Até o investigador-principal do estudo modelar o gás, até 20.000 anos-luz de distância do centro da Galáxia. Porquê este valor? Porque é a distância a que chegam duas bolhas gigantes de raios-gama descobertas pelo observatório Fermi em 2010. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.