A Ciência salvou a minha Alma

Vi um vídeo fenomenal em defesa da ciência e do pensamento científico.
Realmente a ciência, impressiona! Promove o “sense of awe and wonder” – o deslumbramento.
O saber científico é poético… é uma arte.

O autor do vídeo é ateu, mas na verdade não nega Deus, e até diz que os maiores cientistas eram crentes em Deus. Diz também que se deve perseguir a verdade, de forma honesta, seja ela qual fôr.
Ele é contra a religião organizada, porque basicamente retira a grandiosidade do Universo, mostrando um Deus muito pequeno – algo que eu também já referi, e até publiquei, quando analisei a espiritualidade de Carl Sagan, como podem ler aqui.
Parece-me que o conhecimento científico, para ele, é a sua “espiritualidade”…

O vídeo é simplesmente fantástico. É um Hino à Ciência, um Hino à Astronomia!
Pessoalmente, retirava-lhe a parte sobre a religião e dava só relevância à maravilha do conhecimento astronómico – ficaria perfeito!
Vejam o vídeo, com legendagem em português:

8 comentários

2 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Olá,

    Note que quem colocou a legendagem no vídeo, era brasileiro.
    Logo, no Brasil e nos EUA é quase 10 triliões de kms.
    😉
    Em Portugal é que se diz biliões para o mesmo número
    😉

    abraço!

  2. Palavras para quê!? Simplesmente, educador e explícito…
    Um parênteses apenas: 1 ano-luz, são 10 biliões de kms. E não, como é referido “10 triliões”.

    parabéns pelo excelente trabalho e blog….

    hav

  3. Carlos,

    tens razão. A posição dele não é “Deus não existe”, é mais, como o Sagan, “os deuses das religiões humanas são muito mais pequenos e infantis do que o que se sabe do universo hoje em dia.”

    O que só faz com que faça mais sentido essa parte estar lá, na minha opinião. 🙂 Muitos crentes poderiam ver aquilo e dizer “vêem? toda esta beleza, poesia e majestade provam que Deus existe! Eu estava certo all along!”, e o vídeo, de certa forma, diz-lhes “calminha aí — o deus em que vocês acreditam exige adoração *or else* (!), tem um povo escolhido (!!), preocupa-se com o que vocês comem (!!!) e é obecado com o que fazem com os vossos genitais (!!!!) — em resumo, não tem nada a ver com a imensidão cósmica do que acabámos de ver!”

  4. Realmente…
    o que me deixa a pensar…

    e se aos domingos as crianças fossem a uma dessas aulas sobre “awe and wonder”, em que ficassem a perceber que são poeira de estrelas?

    em vez de crescerem no meio do medo (do Fim do Mundo e da Morte) e das superstições (pseudos), talvez se tornassem adultos muito mais responsáveis e iluminados…

    digo eu…

  5. Realmente o mínimo que se pode dizer é que o vídeo é poético!
    Há uma parte fantástica que diz algo como:
    Religião diz que as crianças vão para o inferno se não acreditarem, Ciência diz que as crianças são feitas de poeira de estrelas…
    Nunca tinha visto tal comparação, tão profunda e verdadeira!
    Poderia-se dizer que é Divinamente Poético!!!
    Fantástico!!

  6. Pedro,

    Acho que fica bem na narrativa por ele delineada.
    Mas se não tivesse essa parte (negativa) e tivesse só a parte do sense of wonder, acho que ficava um vídeo melhor, como um Hino à Astronomia.
    🙂

    Tens razão quanto a alguns comentários idiotas… basta ver o post sobre 2012, e perceber que eu tive que passar a cortar comentários religiosos
    😛

    Mas nota que o autor não diz que Deus não existe.
    Simplesmente diz que é ridículo pensar-se num Deus criador do Universo, que esteja preocupado com um minúsculo pedaço de poeira de nome Terra.
    A existir um Deus criador do Universo, ele criou todas as grandezas existentes no Universo, desde o Universo em larga-escala (as últimas imagens) até às enormes galáxias (aliás ele fala nisso mesmo).
    Logo, para ele, os crentes em religiões institucionalizadas, por um lado, diminuem Deus (o que deve ser um pecado capital), e por outro lado, não têm qualquer noção da grandeza e da espectacularidade do Universo.

    Pelo menos, foi assim que interpretei as palavras dele
    😉

  7. Eu acho que a parte sobre a religião é essencial ali. Caso contrário, choveriam inevitavelmente os comentários a dizer barbaridades como “tudo isto que se vê no vídeo só confirma que Deus existe”…

  8. Video fabuloso… que termina de forma “apoteótica” com o sorriso fabuloso do Prof.Feynman a gozar o seu pedaço de “Céu” aqui na Terra, tocando os seus bongos, em vez de sinos… 🙂
    Quanto a mim, a minha religião é a Vida e a minha igreja é o mundo.. .

  1. […] – Ciência Importante: Porquê? Vida Secreta dos Cientistas. Hino à Astronomia. Bem-Vindos à Ciência. Feynman, descobre. História do Conhecimento. 7 Equações que governam o […]

  2. […] a ter visto o vídeo neste post, a nossa leitora Alexandra enviou a imagem acima de […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.