Plutão pode ter oceano de água

pluto

Plutão poderá ter um oceano de água por baixo da camada de gelo.
O núcleo do planeta poderá ser radioactivo (potássio radioactivo), o que aquece o oceano abaixo da superfície.

A superfície deve ser muito fria: -230ºC.
Deve haver uma camada de gelo de 200 kms de espessura.
Sob essa camada de gelo, estaria um enorme oceano com mais de 100 kms de espessura.

Temos que esperar pela chegada da sonda New Horizons, em 2015, para saber se esta ideia poderá ser confirmada ou rejeitada.

Leiam mais sobre isto, aqui, aqui, e aqui.

3 comentários

2 pings

  1. Pode na mesma existir um corpo do tamanho de Plutão, ou maior, para lá da distância de Plutão.
    Esse corpo não atingirá o zero absoluto, porque o interior dele nunca o deixará atingir essa temperatura
    😉

  2. A superfície deve ser muito fria: -230ºC. Por conseguinte a 43,15º do zero absoluto (-273,15 °C) intangível segundo as leis da Termodinâmica.
    Os objectos resfriados a esse ponto não poderão conter energia sobre os mesmos, o mesmo será dizer não poderão existir, conforme a lei da Relatividade de Einstein que diz, massa e energia são exactamente a mesma coisa. Aqui pode estar uma explicação da não existência no nosso sistema solar de planetas para além da distância de Plutão?
    Vou seguir a sonda New Horizons. Há conhecimento interessante nesta matéria.
    Cumps.

  1. […] também que Plutão poderá ter um oceano interno (aqui, aqui e […]

  2. […] deste tamanho e tão longe do Sol, pode ter muita atividade. Plutão deverá ter um oceano interno (aqui e aqui), que deverá congelar quando Plutão se distancia na sua órbita excentrica, e quando se […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.