Pulseiras do Equilíbrio admitem ser uma vigarice!

bracelet

Já escrevemos um artigo sobre as “pulseiras quânticas” serem uma fraude!
Leiam este post.

Nesse post, escrevemos que essa moda das pulseiras é recorrente, e não passa de uma palhaçada para burlar as pessoas.
Comparando, é como alguém chegar à vossa beira, e dizer-vos: “Dê-me 30 euros”. É só isto! É um roubo declarado, porque vos roubam o dinheiro, sem vos dar nada em troca!

Vejam o vídeo de publicidade deles:

Agora vejam como tudo é feito, bastando para isso dizer que existe um “objecto mágico”:

Nos comentários desse post, temos actualizado com mais informações, sobretudo como o “mundo está a acordar” para a fraude.

O Brasil proibiu qualquer publicidade enganosa a estas pulseiras. O Brasil também percebeu que a pessoa que as vendia no mercado brasileiro mentia sobre aquilo que fazia (dizia-se professor numa universidade, quando nunca ninguém ouviu falar dele por lá).

Em Espanha, as Pulseiras Power Balance foram multadas por publicidade enganosa. A associação espanhola de defesa do consumidor, Facua, meteu-lhe um processo em tribunal e ganhou! Em Espanha, é certo que a multa foi irrisória, 15 mil euros, mas o mais importante foi a decisão de que realmente andam vigaristas a enganar a população!

Em Itália, as empresas que venderam estas vigarices foram multadas em 350 mil euros!

Na Austrália foram ainda mais longe!
Os representantes destas pulseiras na Austrália foram obrigados a admitir que é tudo uma FRAUDE, uma BURLA para enganar as pessoas.
E todas as pessoas que retornarem as pulseiras, a empresa devolve-lhes o dinheiro!!!

Em Portugal, infelizmente, as falcatruas continuam, e ninguém quer saber.
Onde está a Defesa do Consumidor (DECO)?

De qualquer modo, como disse o Ricardo Araújo Pereira, a maioria das pessoas não aprende, por isso, mesmo sabendo que é tudo uma burla, vão continuar a comprar “pulseiras do equilíbrio”, “anel da temperança”, “brincos da estabilidade”, etc.
As pessoas não entendem que tudo isto é o mesmo produto, com um novo nome, mas que a fraude continua!

Por exemplo, nos EUA, as pulseiras power balance já mudaram de nome: agora chamam-se iRenew, têm o mesmo “efeito”, e são vendidas como a “nova moda”. Ou seja, mudaram-lhe o nome e continuam a burlar as pessoas.

6 comentários

3 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Luís Carrilho on 06/01/2011 at 10:46
    • Responder

    já era de esperar! tenho alguns colegas de trabalho que chegam a usar duas, já lhes expliquei que isto era uma aldrabice, mas enfim….continuam a insistir que sentem diferença quando usam. quero ver a cara deles quando lerem a noticia

  1. A partir do momento em que há gente que gosta de ser enganada, nada se pode fazer senão assistir à palhaçada sentado no balcão…

    • Pedro Moreira on 06/01/2011 at 11:45
    • Responder

    O que acho pior é que pulseiras deste tipo encontrarem-se à venda em algumas farmácias e parafarmácias… uma vergonha…

  2. Além de fraude, são feias demais, tenho um amigo que vendia essas pulseiras e dizia que funcionava e bla bla bla, depois que eu falei que era falsa e mostrei o porque, ele começou a usar elas como elástico pra prender um baralho dele rsrs

  3. youtube.com…

    http://www.youtube.com/watch?v=WzhG9580bTs

  4. Já o ano passado tinham admitido ser uma vigarice: “as nossas alegações sobre o artigo não têm base científica e que por isso incorremos numa conduta enganosa”.

    Agora, num processo judicial nos EUA, a empresa que vende estas pulseiras foi condenada a pagar 57 milhões de dólares de multa, por andarem a vigarizar a população:

    http://www.publico.pt/Sociedade/power-balance-multada-em-42-milhoes-de-euros-1522043
    http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=2140981&seccao=Dinheiro+Vivo

    E vai ter de declarar falência.

  1. […] gente enganada com o mesmo método das pulseiras do equilíbrio e um vendedor que fala muito mas não diz nada, aliás diz uma série de frases sem sentido para […]

  2. […] Assim, chame-se Deus, Teoria das Cordas, Monstro de Esparguete Voador, Braco cura pelo olhar, pulseiras quânticas, ou o Pai Natal, quem afirma que isso existe no tempo em causa, é que tem que o provar. Sendo […]

  3. […] – Pseudo-astronomia: Pulseiras Quânticas (fraude, falência). Indiano de 179 anos. Prahlad Jani (morte, Respiratorianismo). Boriska. Braco. Reiki […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.