Os descobrimentos mais ressaltantes da sonda Huygens

(LIADA) No dia 14 de janeiro se completam o sexto aniversário do pouso da sonda espacial Huygens no maior satélite de Saturno, Titã.

Esta efeméride nos faz confeccionar uma lista dos descobrimentos mais ressaltantes produzidos pela mesma:

1) Titã contém oceanos, lagos e ríos de metano líquido e estes são alimentados por chuvas, tambén de metano líquido e fragmentos orgânicos.
2) Estas chuvas e evaporações de metano cobrem o corpo celeste com uma névoa fina, atuando de maneira similar à água na Terra, já que erodam a superfície. Os cientistas pensam que estas chuvas ocorrem há apenas uns poucos milhões de anos.
3) A circunstância de que chova metano faz aos cientistas suspeitar que não há oxigênio, já que a mistura é altamente volátil.
4) A superficie sólida de Titã é laranja, esponjosa, muito fría e com algumas rochas dispersas sobre ela. A mesma parece consistir num material argiloso; os cientistas a compararam com iogurte.
5) Pôde haver algo parecido à atividade vulcânica no passado, só que no lugar de lava as erupcões teriam sido de hélio e amoníaco.
6) No corpo celeste se pode detectar ventos que vão na direção em que o satélite roda, sendo na superficie entre os 60 e 100 km/h de velocidade.
7) O satélite se encontra a uma temperatura de -180 Cº.
8.) Em Titã há atividade geológica interna.
9) No satélite se pode encontrar blocos de gelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.