Nebulosa Messier 78

messier 78a

Esta bela imagem é da Messier 78. “Messier 78 é um bom exemplo de uma nebulosa de reflexão. A radiação ultravioleta emitida pelas estrelas que a iluminam não é suficientemente intensa para ionizar o gás e fazê-lo brilhar – as partículas de poeira refletem simplesmente a radiação estelar que as atinge. Apesar disso, Messier 78 pode ser facilmente observada com um pequeno telescópio, uma vez que é uma das nebulosas de reflexão mais brilhantes no céu. Situa-se a cerca de 1600 anos-luz de distância na constelação de Orion, podendo ser encontrada a nordeste da estrela mais a este do cinturão de Orion.”

messier 78c

“O matiz azul observado na imagem é uma representação assaz precisa da cor dominante na nebulosa. Tons de azul são frequentemente observados em nebulosas de reflexão devido ao modo como a radiação estelar é dispersada pelas pequeníssimas partículas de poeira aí contidas: o menor comprimento de onda da radiação azul é dispersado de maneira mais eficiente do que o maior comprimento de onda da radiação vermelha.”

messier 78d

“Esta imagem possui muitas particularidades interessantes para além da nebulosa a brilhar. Uma espessa banda de poeira estende-se ao longo de toda a imagem, desde o canto superior esquerdo até ao canto inferior direito, obscurecendo assim a radiação emitida pelas estrelas de fundo. No canto inferior direito são visíveis muitas estruturas estranhas cor de rosa, as quais são criadas por jatos de matéria lançados por estrelas formadas recentemente e que ainda se encontram completamente envolvidas em nuvens de poeira.”

O texto acima é uma transcrição da página do ESO

1 ping

  1. […] Doradus. Anel. Colar. Rosetta. V838 Monocerotis. Thor. Cascata. Ovo. Ovo Frito. NGC 2170. NGC 6357. M78. Pilares da Criação desaparecem. Montanha desaparece. Gigantescas Nuvens Cósmicas desaparecem. […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.