Face visível da Lua em alta resolução!

Mosaico da face visível da Lua construído com cerca de 1.300 imagens captadas em Dezembro de 2010 pela câmara de grande angular da sonda Lunar Reconnaissance Orbiter (podem encontrar aqui uma versão anotada, e aqui a versão com melhor resolução).
Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University.

Foram precisas cerca de duas semanas para a Lunar Reconnaissance Orbiter reunir as mais de 1.300 imagens necessárias para construir este espectacular mosaico da face visível da Lua. As imagens foram obtidas pela câmara de grande angular em posição perpendicular à superfície lunar, em sucessivas órbitas da sonda americana, pelo que o ângulo de incidência da luz solar vai mudando de leste para oeste (de 69º até 82º) devido ao movimento de rotação da Lua. O resultado é um retrato em alta resolução que evoca a imagem da Lua cheia, apesar do invulgar ângulo de iluminação.

11 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Muito lindo e perfeito nossa lua!

  2. tem como ver aonde pousaram as expedições apolo nessa foto ?

        • flavio on 26/08/2013 at 00:12

        Não da pra dar um zoom grande pra ver, mas obrigado

    • Ana Guerreiro Pereira on 14/03/2011 at 21:40
    • Responder

    ufaaaaaaaaaaaa, já pensava que o meu tico se tinha apagado de vez, como o teco… 😀

  3. Tu vês muito mal… 😛

    (agora a sério: eu só tinha escrito essa frase, mas editei o resto depois para completar a minha resposta)
    😉

    • Ana Guerreiro Pereira on 14/03/2011 at 21:28
    • Responder

    Eu juro que qd li a tua primeira resposta, só vi uma frase… 😀 “Foram, mas essas evidências foram “apagadas”, devido às forças de maré (gravitacionais) por esse lado estar virado para a Terra.”

    A partir do além disso não vi nada… :/ daí ter perguntado como é que se tinham apagado… 😀

  4. Funciona quase da mesma forma que a erosão na Terra…
    Já a lava, funciona como em Vénus ou Io.

    • Ana Guerreiro Pereira on 14/03/2011 at 21:13
    • Responder

    Como é que esse fenómeno ocorre (o do “apagamento” de vestigios devido a forças de maré)?

  5. Foram, mas essas evidências foram “apagadas”, devido às forças de maré (gravitacionais) por esse lado estar virado para a Terra.
    Além disso, levou a que este lado (mais sujeito à Terra) tivesse erupções vulcânicas no início, levando à existência de planícies… que se chamou “mares” no passado. Ora, essa lava “apagou” as crateras.
    http://en.wikipedia.org/wiki/Lunar_mare

    • Ana Guerreiro Pereira on 14/03/2011 at 21:03
    • Responder

    Engraçado ver que há zonas que parecem não ter sido bombardeadas por asteróides?…

  1. […] – Lua: imagens. Face Visível e Distante. Libração. LCROSS. Lua em forma de U. Necessidade fisiológica na Lua. Azul. […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.