LRO completa o melhor retrato de sempre da superfície da Lua


O lado mais distante da Lua num mosaico que reúne milhares de imagens captadas entre Novembro de 2009 e Fevereiro de 2011 pela câmara de grande angular da sonda Lunar Reconnaissance Orbiter (carreguem aqui para verem a versão com melhor resolução).
Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University.

Recordam-se do espectacular mosaico da face visível da Lua publicado aqui no AstroPT no mês passado? Pois bem, a equipa da Lunar Reconnaissance Orbiter Camera (LROC) publicou anteontem um novo mosaico, desta vez com o lado mais distante da Lua. Fica assim completo o retrato mais detalhado de toda a superfície lunar até hoje realizado, um retrato construído com cerca de 15 mil imagens captadas entre Novembro de 2009 e Fevereiro passado.
A Lua mantém sempre a mesma face voltada para a Terra, devido à coincidência exacta do seu período de rotação com o período de translação em redor do nosso planeta. Como tal, o lado mais distante manteve-se escondido dos olhares humanos até 1959, ano em que a sonda soviética Luna 3 obteve as primeiras imagens da sua superfície.


A primeira imagem do lado mais distante da Lua, captada a 07 de Outubro de 1959 pela sonda soviética Luna 3. Apesar do ruído e da baixa resolução são reconhecíveis pelo menos 4 maria: Mare Crisium, Mare Marginis e Mare Smithii (à esquerda), e Mare Moscoviense (em cima, à direita).
Crédito: NSSDC Photo Gallery.

E que surpreendentes foram as primeiras observações. Radicalmente diferente do lado visível da Terra, o lado mais distante da Lua é dominado por terreno elevado e acidentado, com poucos e pequenos maria. Esta assimetria na geologia dos dois hemisférios é explicada pela presença de uma crusta mais espessa no lado mais distante da Lua, que dificultou, ao longo dos tempos, a erupção de magma na superfície e a consequente formação das bacias de impacto cobertas de basalto que caracterizam os maria do lado visível.

7 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Ana Guerreiro Pereira on 14/03/2011 at 21:06
    • Responder

    ahahahah, infelizmente, mudei tanto… 🙁

  1. Tou a ver que não mudaste nada 😛 ihihihihihih

    • Ana Guerreiro Pereira on 14/03/2011 at 20:58
    • Responder

    oooh paaaaah qd eu era pikinina achava que a lua era um ser simpático e sorridente habitada pelo homem da lua 😀

    e tb achava que o Pai Natal estava na minha sala.

    e o meu melhor amigo imaginário era o Menino Jesus.

    (a minha educação primária esteve pejada de “a hora da religião moral”, ahahahah, onde aprendi a cantar o pai nosso, a ave maria e latim!!! 😀 jubilate deo, omnistera! servite dominum, inlaititia 😀 ficou-me gravado….)

  2. Eheh

    Eu chamaria lunático a quem acredita na sua existência.

    😀

  3. Durante centenas de anos chamaram-se Selenitas… porque vem do nome grego Selene.

    Nos últimos séculos passaram-se a chamar Lunarians… Lunáticos… que vem de Luna, o nome romano.

  4. Só por curiosidade: Como se chamariam os habitantes da Lua (caso existissem)?

  5. Ohhhh não há ninguém escondido lá, como se diz em sites pseudo
    😛

  1. […] – Lua: imagens. Face Visível e Distante. Libração. LCROSS. Lua em forma de U. Necessidade fisiológica na Lua. Azul. Super-Lua: […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.