Ilha entre estrelas

Foto tirada a partir da ilha francesa de Reunião, pelo astro-fotógrafo Luc Perrot.

A imagem é o que se chama de projecção estereográfica.

8 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Um par estereoscópico é composto por duas imagens com uma determinada área de sobreposição, e é nessa área de sobreposição que se tem a estereoscopia, a percepção da terceira dimensão (basicamente é como os nossos olhos funcionam).
    A imagem em questão parece-me uma panorâmica de 360º tirada com uma grande angular, em que foram “coladas” as várias imagens para fazerem os 360º, mas como no final se trata só de uma imagem não tem estereoscopia.

    In Wikipedia:
    “Em geometria, com aplicações em cartografia, a projeção estereográfica é um tipo de projeção em que a superfície de uma esfera é representada sobre um plano tangente a ela, utilizando-se como origem um ponto diametralmente oposto ao ponto de tangência daquele plano com a esfera.”

    Ass: mais um Engenheiro Geógrafo 😉

    • Ana Guerreiro Pereira on 15/03/2011 at 19:19
    • Responder

    OMG… as dores de cabeça q já me deram… a minha mente não é geométrica, nem as minhas noções e conceitos, de modo que tive de pedir ao engenheiro de serviço (o meu) que me explicasse isto como se eu tivesse 2 anos… o_O

    percebo o conceito, mas não me façam desenhos, por favor… 😀

  2. Eu penso que o que tu queres dizer é aplicável a todas as imagens espaciais, tiradas com telescópios no espaço, como o Telescópio Espacial Hubble.
    Em que são compostas de várias fotos de modo a ser “ajustadas”.

    É isto, certo?

    • Ana Guerreiro Pereira on 15/03/2011 at 18:59
    • Responder

    Fico à espera, Maria João… 😀

  3. Ok, exprimi-me mal. O que eu quis dizer foi que esta não é a utilização corrente, comum (estão a faltar-me os adjectivos) da projecção estereográfica. É uma utilização muito específica da projecção estereográfica.
    Eu logo à noite peço ao especialista na matéria para dizer, com os termos todos correctos, aquilo que estou a tentar dizer 😀
    Vale? 😉

  4. Olá Maria João,
    Deixa-me ser picuínhas 😛

    Não é uma concepção artística. É mesmo uma projecção estereográfica da realidade.
    Neste caso, como em qualquer fotografia destas, é uma imagem composta por essa projecção estereográfica.

    Esta chama-se Pequeno Príncipe:
    http://news.nationalgeographic.com/news/2011/03/pictures/110311-best-space-pictures-milky-way-bow-shock-shuttle-sauron-135/#/space135-milky-way-3d-panorama_33159_600x450.jpg
    Porque é parecido com a ilha dele:
    http://2.bp.blogspot.com/_TWdC6NR2wAE/Suc7rQmvgtI/AAAAAAAABHk/MsOsqZTBs1w/s400/Pequeno_Principe.jpg

  5. Gostaria de chamar a atenção para o facto de ser uma concepção artística e não uma representação da realidade. A imagem não é uma projecção esterográfica, mas sim uma utilização da projecção esteroográfica.

    (perdoe-me o preciosismo, mas quando se é filha de um Engenheiro Geógrafo, especialista em Cartografia e Fotogrametria… dá nisto!)

    • Ana Guerreiro Pereira on 15/03/2011 at 17:09
    • Responder

    OMG!!!!!!! Lindíssimo!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.