Civilizações Avançadas dentro de Buracos Negros ?

Vyacheslav Dokuchaev do Instituto de Investigação Nuclear da Academia das Ciências Russa disse: “Advanced civilizations may live safely inside the supermassive black holes in the galactic nuclei without being visible from the outside.” – Civilizações avançadas podem viver dentro de buracos negros supermassivos no centro das galáxias, sem serem visíveis a partir do exterior.

É um facto que podem viver lá ETs inteligentes… como diziam que podiam viver dentro do Sol e que as manchas solares eram clarabóias para eles verem o Universo.

Ou seja, é uma ideia gira, mas parece-me demasiado especulativa, baseada mais em desejos pessoais, do que na realidade.

Parece-me que ele anda a ver Star Trek: Deep Space Nine, em que os Bajorans acreditavam que os seus deuses, Profetas, viviam dentro do Buraco Negro. São ETs que vivem lá, sendo que outros foram expulsos de lá. Mas isto é ficção, mesmo chamando-se de ficção científica.

27 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Hans Hubermann on 30/08/2013 at 02:56
    • Responder

    Buracos Negros podem servir como passagens para a quarta dimensão. Flw glr, to arrumando as malas procurar um jeito de reviver o titio Carl.

  1. Acho a ideia da teoria do universo que gira e se expande por acreção de matéria mais plausível…
    Buracos negros não existem, tudo não passa de uma ilusão de ótica, a região dos buracos negros na verdade não passam de imensos espaços VAZIOS. O que há lá na verdade é uma intensa atividade eletromagnética e gravitacional proporcional a toda massa da galáxia, atividade essa que gira em imensa força centrípeta dando a falsa ilusão de ser um corpo maciço. Em experiências cientistas já conseguiram colocar objetos orbitando “NADA” no espaço e foi detectado no eixo das orbitas uma pequena atividade eletromagnética e gravitacional que pode ser confundida com um corpo com massa.
    A matéria que é atraída pela região do suposto buraco negro, inclusive fótons, entra no horizonte de eventos que na verdade é apenas a força gravitacional absurda da região e é posteriormente atirada para fora em alta velocidade através da força centrípeta em forma de raios gama.

    1. Para ter uma “força gravitacional absurda”, então essa região é um buraco negro (ou seja, um objecto com muita massa que origina essa força gravitacional).

      abraços

    • Antonio Campos Sousa on 29/08/2013 at 22:28
    • Responder

    Se entraram e se se conseguiram instalar num local que não é afetado pelas forças destrutivas do buraco negro, como é que entram e conseguem sair?
    Calculo que a orla em volta do sitio onde se instalaram seja bastante instável, digo eu…

    • Luciano Quintana on 14/02/2013 at 10:16
    • Responder

    Ja se especulou a idéia de mandar uma sonda até um buraco negro para ver ou responder essas questões ?
    É viável, é loucura, ou não tem cabimento ?

    1. A estrela mais próxima do Sol está a cerca de 4 anos-luz. Uma sonda nossa (Voyager) irá chegar lá em 75 mil anos.

      O buraco negro mais próximo de nós está a 25 mil anos-luz. Uma sonda nossa levaria 500 milhões de anos a lá chegar 😉

      Há 500 milhões de anos, começava a biodiversidade na Terra…

      abraços

        • Rogerio COletti on 30/08/2013 at 02:44

        Sem contar q a sonda lá dentro nao teria como transmitir os dados para fora, pq nao iria conseguir escapar da atraçao do BN…

    • benedita bianche on 09/01/2013 at 01:44
    • Responder

    Amigos, sou totalmente leiga em física, só acho lindo demais. mas… acaso os buracos negros não sugam absolutamente toda a luz e por aí vão entrando galáxias inteiras? e voces já imaginaram toda a bagunça, mundos se despedaçando ao serem sugados, de que forma estariam se existir algo palpável dentro de um??? Não concordo com a teoria de que eles são caminhos para outros universos – mas se forem seriam só os surreais, pois os tangíveis certamente estarão fracionados a átomos.

    1. Olá Benedita,

      Os buracos negros não sugam nada 😉
      Isso é só ficção científica 🙂

      Buracos negros são objectos com massa. Como eu, a Benedita, cadeiras, planetas, Sol, etc.
      Só que os buracos negros têm tanta massa, que nem a luz tem suficiente velocidade de escape para sair deles (os nossos foguetões saem da Terra porque a velocidade deles é superior à velocidade de escape da Terra – que tem massa muito menor que buracos negros).

      abraços!

        • benedita bianche on 09/01/2013 at 01:56

        Ok. obrigada pela correção, mas mesmo assim, a matéria ao seu redor será “concentrada” e assim, ela teria que ser “destruída”, né? ou estou errada de novo??? ai q vergonha! rsrsrsrs

      1. Não tenha vergonha, porque neste caso sabemos tanto como a Benedita 😉

        Como a luz não escapa dos buracos negros, então não podemos ver dentro deles.
        Assim, não conseguimos saber o que se passa lá por dentro 😉

        Pode existir o Pai Natal, unicórnios, nada, energia somente, matéria destruída, etc… 🙂
        A verdade é que não sabemos o que se passa dentro deles 😉

        abraços!

  2. essas coisas sobre buracos negros me cheiram a bobagem, várias especulações aqui foram bobas. Por que algum tipo de ser vivo entraria em um buraco negro? Além do que, seres vivos são frágeis, devido à complexidade de seu corpo, eles não aguentariam nem a gravidade de uma estrela como o sol, muito menos a do interior de um buraco negro supermassivo. Eu amo sonhar com possibilidades fantasiosas, mas não encaro estas como realidades e sim como meras curiosidades que poeriam ser utilizadas em livros de Space Opera, mas, sinceramente, creio que a realidade sobre seres extraterrestres seria muito menos interessante do que se fala ou se escreve or aí.

    1. Tiago,

      A vida está adaptada ao sítio onde vive. Logo, não me choca haver vida dentro de buracos negros e noutros sítios.
      Até porque um buraco negro não é nada de especial. É só um sítio com bastante gravidade, nada mais.

      Existe até uma ideia que nós próprios estamos dentro de um buraco negro, e o desvio para o vermelho pode ser uma evidência disso.
      Mas tem razão nisto: é especulação 😉

      abraços!

    • Carlos Eduardo Santos on 31/05/2011 at 20:04
    • Responder

    Em um universo tão grande, quanto mais eu leio sobre ele, mais acredito em vazias possibilidades.
    Seria muito simplório acharmos que a nossa maneira de ver as coisas são a correta e única!!!
    Ando acreditanto em muitas teorias..rsss
    Estou gostando muito deste site, apesar de ser Português.

    1. Porquê “apesar”?

      Por ser em português, teria que ser mau?

        • Carlos Eduardo Santos on 31/05/2011 at 20:16

        Igreja catolica, colonização do Brasil….te lembra alguma coisa? Claro que não julgo pessoas q não tiveram participação ativa no fato…
        Mas o site é ótimo!

      1. ihhhhhhhhhh isso já vai há tanto tempo…

        então os portugueses também devem culpar todos os brasileiros, por alguns portugueses morrerem no Brasil?
        Não faria sentido igualar todos os brasileiros a assassinos, só porque alguns no passado mataram alguns portugueses 😉

        Além de que confundir política (colonização) e religião com todo um povo, é como dizer que os Americanos pensam todos como o George Bush (guerra, invasão de países, religião), ou que todos os Americanos pensam todos como o Obama…

        Não faz sentido… 😉

        Ainda bem que gosta do site! Independentemente de ser feito por portugueses, brasileiros (que também são colaboradores do astroPT), americanos, tailandeses, ou marcianos!!! 😛

        abraço 😉

        • Carlos Eduardo Santos on 31/05/2011 at 20:25

        Sim, por este motivo não julgo pessoas q nao tiveram nada com os acontecimentos diretamente.

        Abçs

  3. Olá Nelson,

    Há diversas soluções do Paradoxo de Fermi que passam por ter civilizações “dentro” de buracos negros.
    Muitas dessas soluções são similares, apesar de haver pequenas diferenças.

    A ideia que o Nelson contou diz respeito à especulação científica sobre a existência de um Multiverso, em que os Buracos Negros estariam ligados a buracos de verme que os ligariam a outros universos.
    Nesse caso, os ETs estariam noutro universo, neste nosso Multiverso.

    Parece-me que a ideia do Dokuchaev é diferente. É similar à de Star Trek.
    Só existe um universo (e não vários universos num Multiverso), e poderiam existir civilizações dentro dos Buracos Negros que nós não as conseguiriamos detetar (porque, por lei, nada viaja mais rápido que a luz, e nem essa escapa aos buracos negros).

    Note-se que Einstein já tinha aflorado isto, no Paradoxo dos Gémeos, se pensarmos que um dos gémeos vai para perto de um Buraco Negro.
    😉

  4. Não me parece que esta teoria seja “baseada mais em desejos pessoais, do que na realidade”. Já vi uma melhor descrição da teoria noutro site… e tenho um amigo que já tinha uma teoria semelhante antes disto surgir. Os insultos que ele não fez a este Vyacheslav Dokuchaev por lhe roubar a ideia! 🙂

    Basicamente a teoria é que dentro de cada buraco negro pode existir um universo, e que o nosso próprio universo pode ser um buraco negro dentro de outro universo. Deste modo o big bang, aquela enorme e rápida expansão do espaço-tempo, seria nada mais nada menos que a formação inicial do buraco negro. Alegadamente isto permite resolver o problema da velocidade cada vez maior com que as galáxias se afastam (atraídas por “matéria negra” acumulada na orla do buraco negro ao qual chamamos universo).

    Agora, comunicar com eventuais civilizações nesses universos, ou viajar até eles, é que me parece completamente fora de questão. Nada entra num buraco negro e fica incólume, e tanto quanto sabemos também nada de lá sai. O que dificulta bastante comprovar que a teoria é correcta. 🙂

  5. Não 🙂
    Só se fôr para cada vez mais perto da singularidade…

    Se fôr como no Star Trek: Deep Space Nine, então não há singularidade, mas sim um wormhole (buraco de verme).
    😉

      • Antonio Campos Sousa on 29/08/2013 at 22:25
      • Responder

      O “Wormhole” do Star Trek – Deep Space 9 não é um buraco negro.

    • Luís Carrilho on 19/04/2011 at 13:43
    • Responder

    Então o buraco negro não desfaz qualquer tipo de matéria que lá entre?! parece um bocado fantasia esta hipotese

    • Miguel Pereira on 19/04/2011 at 13:16
    • Responder

    A mim faz lembrar a saga Gateway do Frederik Pohl

  6. Poxa, se eu contar uma história dessas pro meu filhotinho ele vai adorar!!! 😀 E se no meio tiver um moleque que consegue transpor a barreira do Universo Paralelo, uaaaau! Isso tudo porque conseguiu, jogando demais naquele bendito computador, entrar na mesma frequencia do buraco negro. Pronto! Mais que isso é porque já estou dormindo.

    Boa noite. 😉

  1. […] Sinal WOW. Hawking. Palestras. Paradoxo de Fermi (simulação de computador, sem solução). Sagan. Dentro de Buracos Negros. Buraco Negro de Outro Universo. Luas. Vida em Vénus. Astrónomo Russo. Educação. Documentários […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.