astroPT teve problemas

Caros leitores, pedimos imensa desculpa por o blog estar offline durante quase 10 dias – desde dia 15 até dia 25.
A razão é simples: foi devido a todos vocês 🙂

O nosso recorde diário era de pouco mais de 7000 visitas.
Devido ao eclipse lunar de dia 15 de Junho de 2011, ultrapassamos as 20 mil visitas!

O nosso alojamento deitou-nos o site abaixo, devido a tantas visitas.
Entretanto, o alojamento não deu os dados para podermos transferir a base de dados. Esperamos uns dias.
Seguidamente colocamos noutro alojamento, mas o Help Desk não sabia configurar umas coisas que precisávamos. Mais uns dias em “espera”.
Finalmente… mudamos para outro alojamento. E para já está a dar bem.

Estamos a tentar mudar para Marte… pode ser que os Marcianos nos aceitem 😀

4 comentários

3 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Por algum tempo fiquei frustrado na tentativa de encontrar atualidades sobre o espaço na intensidade que eu precisava.
    Que bom que o site voltou.
    Eu a algum tempo previ que ‘esses assuntos’ iriam crescer de interesse, e já esta acontecendo.
    No forum Intonses que administro, tem uma seção dedicada a estes assuntos também, a Seção Astrofísica.

  2. Sinal de sucesso e qualidade! É bom ter vocês de volta.

    Abraço!

    • Ana Guerreiro Pereira on 25/06/2011 at 01:06
    • Responder

    Dado os vossos antecedendentes meteóricos, duvido que os marcianos vos deixem entrar 😀 sabe-se lá o q pode acontecer no próximo eclipse do sol em Marte 😀

    Bem vindos de volta 🙂 🙂 🙂

      • Ana Guerreiro Pereira on 25/06/2011 at 01:06
      • Responder

      Antecedentes*

      (sorry…é da emoção.. LOL)

      (tb podia ter dito q é do espumante que abri para comemorar LOL)

  1. […] crescentes e elevados números de visitantes, tivemos alguns problemas com o website (como aqui, aqui, etc). Mas conseguimos ultrapassar esses problemas com uma grande ajuda da instituição Ciência […]

  2. […] crescentes e elevados números de visitantes, tivemos alguns problemas com o website (como aqui, aqui, aqui, aqui, etc). Mas conseguimos ultrapassar esses problemas com uma grande ajuda da […]

  3. […] estória fantasiosa. Mas não foi. Foi simplesmente a realidade crua e explicada por ela própria. Sabemos bem o porquê de tal ter ocorrido e soubémos solucionar o problema. Refiro-me obviamente ao constrangimento no […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.