OVNI em Portugal

A 2 de Junho de 2004, os programas de notícias em Portugal só falavam deste OVNI que tinha passado pelos céus de Portugal.
Na altura fiz este vídeo com imagens da TV e com algumas imagens fornecidas pelo Filipe Alves após filtrar a imagem que apareceu na TV.
Vejam o vídeo:

Além da canção que incorporei no vídeo, que me parece apropriada para o fenómeno, notem também a pessoa no início a dizer que era um planeta a correr pelos céus… como se isso fosse possível. O que só evidencia que as pessoas não têm noção do que vêem no céu.
Na verdade, como se percebe bem, o que as pessoas viram era um simples bólide a rasgar os céus – um meteoro como tantos outros que temos colocado aqui no blog.
Parece ter havido nesse dia também um avistamento de outro objecto (que se percebeu depois ter sido um lançamento secreto de um míssil), o que levou a confusões sobre testemunhos, porque diferentes pessoas podem ter visto objectos diferentes e não o mesmo objecto.

13 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Fátima Rocha on 19/06/2012 at 23:05
    • Responder

    Obrigada pela sua resposta. É ao vídeo que me estou a referir, sim. Porque, tal como diz, os testemunhos são muito discutíveis, já que as pessoas têm tendência a interpretar o que vêem à luz daquilo que conhecem ou segundo o que gostavam que fosse. Basta ver como variam as descrições de um mesmo fenómeno por pessoas diferentes.
    Abraço

    • Fátima Rocha on 17/06/2012 at 16:25
    • Responder

    Quando há uns tempos li esta explicação, achei-a exactamente ao mesmo nível da do “planeta a correr pelo céu”. Um bólide com aquele aspecto e velocidade e que se mantém detectável por radar durante mais de 25 minutos é obra!
    Nestas coisas, quando não se sabe é melhor reconhecê-lo e não inventar explicações absurdas.
    Encontrei uns dados que se não explicam o OVNI de 1 de Junho de 2004, pelo menos fazem-nos pensar que é uma estranha coincidência que nessa mesma noite tenha sido lançado um míssil M45 do Golfo da Biscaia em direcção à Guiana francesa.
    http://www.astronautix.com/lvs/msbsm45.htm
    Até pode ser que o OVNI não fosse o míssil, mas bólide é que não era de certeza.E eu não sou astrónoma. Mas já presenciei muitos e variados bólides.

    1. Fátima,

      Leu o post antes de fazer este comentário?

      Parece-me claro que não leu o post…

      No post é CLARAMENTE dito que após se estudar o fenómeno (sobretudo os seus testemunhos), chegou-se à conclusão que muito provavelmente existiram 2 objectos vistos por testemunhas em diferentes locais: um meteoro e o lançamento secreto de um míssil (na altura era secreto mas tivemos acesso a essa informação).

        • Fátima Rocha on 18/06/2012 at 12:06

        Claro que li o post e daí o meu comentário. O post refere no fim, em jeito de àparte, que foi avistado um outro objecto que poderia ser um míssil, mas a sua identificação de bólide é para o que se vê no vídeo, como se pode verificar na sua resposta ao Helder Geraldes. O que está no vídeo, e que nos fartamos de ver na TV na época, não é um bólide. Do mesmo modo que o que a comentadora Dora atrás descreve não é meteroro nenhum. Se a descrição é fiel ao que viram, nunca poderá ter sido um meteoro. Mais depressa um protótipo de algum aparelho em teste. Sabe-se lá…
        Quanto ao “bólide”, lembro-me que fontes da Força Aérea declararam que a sua trajectória era nitidamente ascendente e que o último registo de altitude indicava 12.100 metros. Se se tratou do M45 lançado do golfo de Biscaia, o seu apogeu é de 800 km.

      1. Não é em jeito de “àparte”. Se o fosse, eu colocava “àparte” 😉

        A trajectória ascendente pode-se dever a meteoro, como expliquei em cima à Dora.

        Imensos testemunhos não coincidem com a visualização de um míssil.
        O Sottomayor tem um trabalho excelente de investigação sobre isso.
        Se quiser, contacte-o 😉

        Daí eu mencionar que foram testemunhados 2 objectos… em locais diferentes…

        • Fátima Rocha on 19/06/2012 at 12:16

        Desculpe a minha insistência neste assunto, mas é que tenho algumas dúvidas. Eu percebi o que explicou sobre o ricochete originado pelo ângulo com que entra na atmosfera, que é um fenómeno que acontece também com lixo espacial. Mas esse fenómeno exige outras condições além do ângulo de entrada, em que uma delas é a extensão da superfície de choque do objecto com a atmosfera. Vou explicar as minhas dúvidas sobre este “bólide”:
        1 – O ricochete
        O ricochete acontece nas camadas mais altas da atmosfera e não a 2000, 3000 e 12 000 metros onde foi relatada a presença do objecto.
        2 – A sua forma
        Nunca vi, nem encontro imagens de fireballs com um rasto tão cónico. A coisa mais aproximada é um meteorito em “chamas”, mas também tem uma diferença muito significativa. Já a semelhança com este míssil, a partir de 5:30 m, é impressionante: http://www.youtube.com/watch?v=AiIRLij3RV4
        A minha frustração é que perante uma imagem destas, um fanático dos OVNI garante que é uma nave extraterrestre, mas um astrónomo pode afirmar que é um bólide. 🙁

      2. Eu não tenho o trabalho do Sottomayor aqui comigo, está na minha casa em Portugal 😉

        Mas parece-me claro pelo trabalho dele que os testemunhos não são somente de um míssil – são testemunhos também de um meteoro a rasgar a atmosfera (direcções, horários, alturas, e outras coisas que não me lembro agora).

        Note-se que estamos a falar de testemunhos, e como sabemos, não são fiáveis…

        Se está somente a referir-se ao vídeo, aí dou-lhe razão, já que não sou especialista neste assunto 😉

        abraços!

  1. Boa noite,

    no dia 1 de junho de 2004 eu e uma amiga viajamos na A3 e vimos algo….algo com forma circular e percebia-se que fazia movimentos circulres, ao mesmo tempo emitia um feixe de luz sobre a estrada, um feixe em forma cónica e também deitava fuma, as duas pensavamos estar a alucinar pois estavamos a ver algo, que ´~ao era um avião, n era um meteoro nem bola de fog….era algo e não sei dizer o quê, a verdade é que paramos o carro e ali mesmo À nossa frente aquilo que n sei o que é, ganhou altitude lentamente e desapareceu no infinito. Nunca poderei esquecer…

    1. Sim, muita gente viu esse “OVNI” nesse dia… era o tal meteoro em cima, que subiu na atmosfera, como sobem/saltam as pedrinhas quando as atira para um lago com uma certa inclinação 😉

      abraços

  2. A imagem é bastante fraca e pouco elucidativa. Mas parece-me algo semelhante a uma cena semelhante vista por mim uma vez, que por sinal, foi bem bonita.
    Talvez se trate do mesmo!

    O que eu vi, era um avião atravessando uma nuvem. Como a quantidade de nuvens era dispersa, quando ele estava dentro da nuvem, só víamos o feixe luminoso… por vezes até interrompia, quando havia um intervalo de céu limpo no caminho do feixe. Quando a densidade da nuvem aumentava, o feixe diminuía de brilho e até chegava a desaparecer.
    No meu caso, repentinamente, o feixe diminuiu de tamanho e aumentou muito de brilho poucos momentos antes de desaparecer o feixe e ficar apenas um ponto muito brilhante. Pegado a esse ponto, estava o avião que se aproximava do aeroporto em que veio a poisar.

    O fenómeno é muito interessante, mas nada tem a ver com OVNIS mas sim com OVBIs BIS de Bem IdentificadoS.

    Abraço.

    1. Olá Helder,

      Este sabemos não ser avião 🙂
      Pelo menos, não um avião normal… ou seja, que as autoridades que foram contactadas o confirmassem 😉

      O objecto no vídeo era mesmo um meteoro 🙂

      Já o outro objecto que muitas pessoas viram nesse dia (e que foi também visto em Espanha, por exemplo), parece realmente ter sido um objecto secreto… mas bem terrestre 😉

      A sua história fez-me lembrar uma experiência que tive na UK, em que estavamos na “linha OVNI”, a receber testemunhos das pessoas… e uma pessoa telefonou-nos a dizer que via OVNIs todas as noites, e com várias cores de luzes, etc… e fomos fazendo perguntas normais a ela sobre os objectos, para aprendermos mais sobre os avistamentos dela… até que finalmente percebemos que ela vivia ao lado de um aeroporto 🙂

      abraço! 🙂

  3. Finalmente a explicação! Lá esta o q eu vi foi o lançamento, pq o objecto q eu vi ia no sentido ascendente e deixava um rasto de “fumo” parecia as imagens q viamos dos discover´s quando ja iam la em cima… E realmente o q eu vi nunca encaixou no q eu ouvia falar q se tinha visto; agora finalmente entendi, e ate assisti a uma coisa rara 🙂
    Como sempre, bom post! Parabens!

    1. Olá Imviana,

      Por vezes vê-se objectos no sentido ascendente e pensa-se que não podem ser “algo normal”. Mas podem 🙂
      Primeiro, porque o ascendente pode ser somente percepção nossa, e não o que o objecto está a fazer realmente.
      Por outro lado, porque os meteoros por vezes sobem ao bater na atmosfera, como uma pedrita que lançamos ao mar num certo ângulo vai a bater na água (a subir e descer).
      Ou seja, o objecto que viu, pode ter feito isso.

      Também pode ter sido um lançamento secreto… bem terrestre. Acontecem todos os dias, apesar das pessoas desconhecerem isso 😉

      abraços,

  1. […] – OVNIs: Roswell. Alfena. Portugal. Brasil. Aeroporto China. Londres. Canadá. Nova Iorque. 2014. Obama. Guarda-costas. Aldrin. Mar. […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.