Krugman defende invasão extraterrestre

Paul Krugman é um famoso economista, vencedor do Prémio Nobel.

Numa entrevista para a CNN ele disse que, tal como vemos nos filmes, a melhor coisa que poderia acontecer à humanidade era uma invasão extraterrestre: os Humanos uniriam-se, haveria paz, e os problemas sociais desapareceriam.
E, claro, todos os humanos iriam trabalhar com o objectivo de derrotar os ETs. Tal como na 2ª Guerra Mundial os países vencedores prosperaram ao terem um objectivo de derrotarem alguém, também os humanos iriam prosperar agora.
Por isso, diz ele, o melhor que poderia acontecer à economia mundial seria uma invasão extraterrestre. Com essa invasão, a crise económica mundial desapareceria.

Mas, claro, essa invasão não vai acontecer.
Por isso, o que o governo (americano) pode fazer? Falsear uma invasão extraterrestre. Seria uma mentira, mas permitiria à economia receber um impulso de modo a sair da crise. E quando acabásse a crise, o governo podia dizer que se tinha enganado.

Nas palavras dele:
“If we discovered that, you know, space aliens were planning to attack and we needed a massive buildup to counter the space alien threat and really inflation and budget deficits took secondary place to that, this slump would be over in 18 months. And then if we discovered, oops, we made a mistake, there aren’t any aliens, we’d be better–”
“There was a ‘Twilight Zone’ episode like this in which scientists fake an alien threat in order to achieve world peace. Well, this time, we don’t need it, we need it in order to get some fiscal stimulus.”

O que ele diz tem lógica. Porque se baseia na união dos povos e na criação de empregos, de modo a espevitar a economia.
Mas claro que ninguém leva a sério uma falsa invasão extraterrestre…
Ninguém… excepto os conspiradores! Alguns já andam a dizer que é isso que vai acontecer!!! Supostamente é uma enorme conspiração mundial para escravizar a humanidade…
Enfim…

7 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Olá,

    1 – Desconheço o autor.
    Fui ao Google procurar. É este?
    http://www.mines.inpl-nancy.fr/alain.tisserant/cours/internet/creer_site/mars/MADE_IN_MARS_fr.pdf
    http://www.amazon.com/Edge-Tomorrow-Howard-Fast/dp/4553022540
    http://www.trussel.com/hf/plots/t199.htm

    2 – Sim, falamos nesse marketing do Hawking 😉
    http://www.astropt.org/2010/04/27/hawking-avisa-nao-falem-com-ets/
    http://www.astropt.org/2010/05/01/extraterrestres-de-hawking/
    Sobre tipos de civilizações, aquelas que são capazes de retirar toda a energia de estrelas são de tipo II na classificação de Kardashev 😉

    3 – Desconhecia o City também. 😉
    Vi na wikipedia:
    http://en.wikipedia.org/wiki/City_%28novel%29

    4 – Eu vi todos os episódios, mas achei má no geral.
    Achei alguns episódios imaginativos, mas no geral a ideia deles entrarem numa nave ET poderia ter levado a episódios muito melhores… com mais imaginação 😉

    5. Sim, o João Coutinho falou disso 😉
    http://www.astropt.org/2011/05/26/54770/#comment-36100
    Não sei de websites específicos; só conheço websites gerais de SF, como estes:
    http://sfbook.com/
    http://sffworld.com/
    http://www.sfsite.com/
    http://www.science-fiction-review.com/reviews.htm

    abraços

    • duarte josé seabra on 18/08/2011 at 15:25
    • Responder

    Olá, caro Carlos:

    1. Como sabe,isso da união dos povos da Terra contra os “Aliens”, aparece no filme “Independence Day”, que no início aproveita a ideia do “Childhood’s End” do Clarke, e o início é realmente assustador.
    Aquela imagem de “nuvens de pedra”vai perdurar muito tempo nas nossas memórias…
    De vez em quando vejo no céu(de inverno,sobretudo) nuvens que parecem as naves desse filme. Numa de inúmeras cenas do final vê-se caças de Israel e do Egipto e países árabes, unidos contra o inimigo comum…
    Creio que existe um conto (ou novela) de Howard Fast, autor do “Spartacus”,acho que denominado “Made in Mars”, no qual é descrito um grande complot feito por governos mundiais, que fabricam secretamente, com um secretismo comparável ao projecto Mannhatan; objectos que “aparecem” no mercado, e são tão avançados em relação à tecnologia da altura, que são identificados como de “origem marciana” e prelúdio de invasão, tipo “coisas” deixadas aqui por extraterrestres (também me lembro do conto original que deu origem ao filme “Stalker”, do Tarkovski; conto, creio, dos irmãos Strugarski, e denominado “Piquenique à beira da estrada”, com tema semelhante): então, a Humanidade junta se num desenvolvimento ímpar para combater a tecnologia” marciana”. Os objectos seriam p.ex, um telefone celular (isto em 1950, altura do conto ) ou um laser, que deixaria perplexos os contemporâneos….

    2. Aqui há uns tempos apareceram uns filmes sobre invasaõ de ETs, de autoria de Stephen Hawking, que achei realmente assustadores.
    Desconheço se o astro.pT falou sobre isso ,mas eram mesmo inquietantes, lembro me de um em que a energia de uma estrela era usada para fazer um worm-hole para nos invadirem…Com uma civilização capaz de dominar energia de estrelas (grau III de Tyson,não é ?) que hipótese teríamos? A mesma que um formigueiro (de volta ás formigas) tem perante uma máquina de perfurar minas…

    3. E como a conversa é como as cerejas, aquela ideia fantástica do “City” do Simak, do “Mundo das Formigas”… Uma civilização incompreensível para nós, e com objectivos que não conseguiríamos entender.

    4. Um assunto adicional, gostava de saber a opinião do Carlos sobre a (defunta) série”Stargate Universe”, que segui àvidamente. Tinha um actor fantástico português de origem açoriana, Louis Ferreira, creio.

    5. Gostaria, quando tiver oportunidade, que o Carlos me aconselhasse um site sobre science-fiction (reviews) fiável para si. Estou um pouco desactualizado em ficção científica (excepto filmes, em livros). Cá pouco se publica. Soube de John Wright pelo astro.pT e vou ler.

  2. “Mas, claro, essa invasão não vai acontecer.”
    É exactamente o tipo de coisa que um espião reptiliano diria! 😛

    Nos filmes os extraterrestres invadem quase sempre por causa dos recursos, o que para mim não faz muito sentido. Se são capazes de viagens interestelar, certamente que serão capazes de minar asteróides e planetas desabitados, onde não teriam de entrar em guerra com ninguém, é claro que isso assim já não daria um bom filme…

      • Ana Guerreiro Pereira on 18/08/2011 at 21:01
      • Responder

      Sim e não percebo pq raio os V vieram á Terra à pergunta de água se há água no espaço 😛

      Mas depois tb não havia filme…. 😀 os originais eram excelentes, diga-se de passagem. 😛

      Se formos a implicar com tudo o que de menos lógico um filme tem… não havia filmes 😛

    • Dinis Ribeiro on 18/08/2011 at 14:04
    • Responder

    Eu penso que a ideia de um “impulso” é demasiado vaga.

    Sou mais a favor de uma “estimulação electrica” efectuada com precisão (verdadeiramente) cirurgica e uma rapidez “sobre-humana” só possível com recurso á intelgência artificial, do mesmo modo que só se pode controlar o voo dum instável F-117 com recurso a computadores, porque os pilotos humanos são demasiado lentos, não podendo garantir um voo suficientemente estável.

    Citação deste link: http://en.wikipedia.org/wiki/Fly-by-wire#Intelligent_Flight_Control_System
    Digital flight control systems enable inherently unstable combat aircraft, such as the F-117 Nighthawk and the B-2 Spirit flying wing to fly in usable and safe manners.

    Quanto aos aspectos ligados á cirurgia:

    Eu penso que actualmente a economia mundial tem (demasiadas?) semelhanças com um coração que está em Fibrilhação Ventricular http://pt.wikipedia.org/wiki/Fibrilha%C3%A7%C3%A3o_ventricular

    A fibrilhação ocorre devido a uma situação patológica em que a progressão do estímulo proveniente da aurícula não chega a entrar no ventrículo, formando como que um ciclo dentro da própria aurícula.

    Isto faz com que a aurícula contraia constantemente, sem haver contracção do ventrículo.

    A não existência da circulação do sangue impede a chegada de oxigênio e nutrientes ao miocárdio e a retirada do gás carbônico e produtos de metabolismo formados, diminuindo rapidamente a capacidade de contração cardíaca.

    Este círculo vicioso, se não revertido por tratamento imediato, leva à morte do organismo.

    Mais detalhes: http://en.wikipedia.org/wiki/Ventricular_fibrillation

    A solução é o uso de um desfibrilador: http://en.wikipedia.org/wiki/Defibrillator / http://pt.wikipedia.org/wiki/Desfibrila%C3%A7%C3%A3o

    Numa parte da minha investigação, procuro contribuir para o desenvolvimento de ideias “inovadoras” na Ciência Política, para serem aplicadas a programas (algoritmos) de inteligência “artificial” em hipotéticas futuras acções de desfibrilhação sócio-económica.

    Quanto a esta (tentadora?) solução, meio-sugerida por Krugman, penso que existem alguns “problemas técnicos”, que podem e devem ser resolvidos.

    1) Triângulo de Ferro: http://pt.wikipedia.org/wiki/Tri%C3%A2ngulo_de_ferro /

    Consumers are often left out in the cold by this arrangement. An iron triangle can result in the passing of very narrow, pork-barrel policies that benefit a small segment of the population. The interests of the agency’s constituency (the interest groups) are met, while the needs of consumers (which may be the general public) are passed over. That public administration may result in benefiting a small segment of the public in this way may be viewed as problematic for the popular concept of democracy if the general welfare of all citizens is sacrificed for very specific interests. http://en.wikipedia.org/wiki/Iron_triangle_(US_politics)

    2) Eu sou totalmente a favor da existência de uma “saudável” indústria da defesa, e concordo que existem alguns (pequenos?) problemas que têm de ser controlados, para evitar situaçãoes de abuso e uma deprimente “tendência” de começar guerras puramente por razões económicas.

    Ver: Complexo militar-industrial http://pt.wikipedia.org/wiki/Complexo_militar-industrial

    Military–industrial complex (MIC), or Military–industrial-congressional complex

    President of the United States (and former General of the Army) Dwight D. Eisenhower used the term in his Farewell Address to the Nation on January 17, 1961.

    (MICC) is a concept commonly used to refer to policy and monetary relationships between legislators, national armed forces, and the industrial sector that supports them. These relationships include political contributions, political approval for defense spending, lobbying to support bureaucracies, and beneficial legislation and oversight of the industry.

    It is a type of iron triangle. http://en.wikipedia.org/wiki/Military-industrial_complex

    3) Possívelmente valerá a pena estudar com atenção, o “regime político” imaginado na famosa obra de 1959, ecrita por Heinlein: Starship Troopers http://pt.wikipedia.org/wiki/Starship_Troopers e o link com muito mais informação em Inglês:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Starship_Troopers

    O filme é mais conhecido: http://en.wikipedia.org/wiki/Starship_Troopers_(film)

    Os Terrans do Starcraft são muito influênciados pelo livro:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Terran_(StarCraft)#Terrans

    Heinlein’s political positions evolved throughout his life, though he was always strongly patriotic and firmly supported the military. http://en.wikipedia.org/wiki/Robert_A._Heinlein#Politics

    During a 1984 meeting at the home of Larry Niven in California, however, Heinlein attacked Arthur C. Clarke verbally over his views on United States foreign and space policy (especially the Strategic Defense Initiative).

    Although the two reconciled, formally, they remained distant until Heinlein’s death in 1988. http://en.wikipedia.org/wiki/Arthur_C._Clarke#cite_note-McAleer-25

    Será que alguém me pode ajudar a descobrir se o Paul Krugman gosta do Heinlein e se partilha algumas das ideias políticas desse autor?

    • Ana Guerreiro Pereira on 18/08/2011 at 11:44
    • Responder

    O expresso tb já fala nisso, ahahahah:

    http://aeiou.expresso.pt/nobel-krugman-quer-economia-dos-eua-impulsionada-por-falsa-invasao-de-ets-video-da-semana=f668561

    • Ana Guerreiro Pereira on 18/08/2011 at 10:47
    • Responder

    LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL 😀

    Ou isso ou uma revolta de Primatas que não o Homo. Mas não sei se a coisa sairia bem p o nosso lado….

Responder a Dinis Ribeiro Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.