Satélite vai cair na Terra dentro de algumas semanas

“Um satélite artificial de 6 toneladas vai cair em algum lugar da Terra entre o final de Setembro e o início de Outubro.
Isto é tudo o que a NASA sabe dizer a respeito do UARS (Upper Atmosphere Research Satellite), um satélite de observação atmosférica colocado em órbita em 1991 pelo ônibus espacial Discovery.
O UARS chegou ao fim de sua vida útil em 2005, transformando-se em mais um lixo espacial. Aos poucos, o atrito com o ambiente rarefeito da órbita baixa da Terra vai sendo suficiente para trazê-lo de volta.
Finalmente, em algum momento entre o final de Setembro e o início de Outubro, ele atingirá as camadas superiores da atmosfera e começará seu turbulento caminho de reentrada.

Mas o satélite é grande demais e não se queimará todo. A NASA calcula que 26 pedaços grandes atingirão a superfície, o maior deles com cerca de 150 quilogramas.
A agência espacial norte-americana só não sabe onde: pode ser virtualmente em qualquer ponto do planeta, habitado ou não, excluindo-se as regiões polares – na verdade acima dos 57° de latitude norte ou sul.
A chance de que um desses pedaços atinja um ser humano é de 1 em 3.200.
Mas esse é um cálculo para “qualquer ser humano”. Se o cálculo for feito para um ser humano específico – você, por exemplo – a chance é de 1 em 22 trilhões.
Se isto acontecer, o que é muito improvável, será a primeira vez que um artefato espacial fará uma vítima humana. (…)”

Leiam o artigo completo, no Inovação Tecnológica.

Neste site, a NASA irá publicar actualizações sobre o que se fôr sabendo mais, sobretudo a data e a localização provável da queda.

31 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Eu Acho Que é Bem Provável ele Cair No Mar

  2. se alguma pesssa do satelite cair pode destruir o lugar onde caiu ou pode atingir alguem pode matar alguem

    1. O satélite já caiu e não atingiu ninguém 😉
      http://www.astropt.org/2011/09/24/uars-caiu-sobre-o-pacifico/

  3. Já pensaram se cair no mar????E a onda gigante q vai formar…O próprio homem que vai acabar com o universo…Com suas invenções.Querm saber mais que DEUS…Há tem mesmo é que se lascar mesmo…Que se foda!!!

    1. Bem Ana, se quer rogar pragas, rogue aos congressistas americanos que se recusaram a dar dinheiro para se remover manualmente o satélite. 🙂

    2. Não há problema se cair no mar. E até é o mais provável: que caia no mar.
      Já têm caído outros satélites… e até a MIR (estação espacial) caiu no mar.

      Ana, se não quer saber das invenções do Homem, que faz na net? É só hipocrisia?

      1. É melhor dizeres com qual das Anas tás a falar, ou ainda vou pensar que… are you talking to meeee? 😀 😛

        (bazinga!)

        A Ana está só enervada, como outros, por ter havido alguma negligência da parte de quem não quer ir remover o lixo espacial e vir a ser preciso uma desgraça para que mudem de politicas qto ao lixo espacial (qq dia temos os oceanos cheios de satétiles e estações espaciais… :P), e um pouco ingenuamente, esquecendo que todos a lêm aqui, desabafou 🙂

    • Raquel valagão on 22/09/2011 at 10:25
    • Responder

    Ola Senhor Carlos desde ja as minhas desculpas por ter confundido o site, e o ter “invadido” e ja agora aproveito para agradecer a rapidez da resposta!
    Infelizmente não tenho nada que comprove o que vi, uma vez que infelizmente fui apanhada desprevenida, nem sei se havera algem com alguma prova!
    Pensei talvez que com os conhecimentos que tem, ou alguem, me podesse talvez explicar este tipo de fenomeno.
    De qualquer forma muito obrigada

    Com os meus melhores cumprimentos
    Raquel Valagão

      • Ana Guerreiro Pereira on 22/09/2011 at 18:52
      • Responder

      Não confundiu o site, confundiu somente o nome dado à ciência que estuda os astros 🙂 e essa ciência é a astronomia. 🙂 A astrologia, por seu turno, não é uma ciência 🙂 é aquilo que vemos na secção dos horóscopos dos jornais 🙂

      Mas fez bem em perguntar. 🙂 qd não sabemos, perguntamos. Eu estou sempre a encher o Carlos de perguntas 🙂

        • Raquel Valagão on 23/09/2011 at 10:31

        Ola Ana, eu sei o que é astrologia e astronomia, acontece que com a vontade que tinha de satisfazer a minha curiosidade, e vi este site, e falavam da queda do satelite aproveitei para perguntar ao Carlos se porventura tinha algum cunhecimento sobre aquele tal( acontecimento estranho). Sou bastante curiosa na materia de astrologia e astronomia que ambas me fascinam bastante. e uma e outra, a bem dizer, tem uma certa ligação.
        Quando falei em fazer confusão foi pelo simples facto de não ter ligo doque se tratava este site, só vi uma mensagem sobre a dita queda de satelite.:)
        Cumprimentos e ate um dia destes.

    1. Olá Raquel,

      Com a informação que nos deu é difícil ajuizar o que se passou. Pode ter sido algo como uma chuva de estrelas, sem bem que nessa data não estava previsto qualquer fenómeno desse tipo.

      No mesmo dia também não ocorreu a reentrada de qualquer satélite. Curiosamente, em San Diego, foi avistado um meteoro mas a relação com o que terá visto é quase inexistente: http://www.youtube.com/watch?v=WkdXYEX9etg

        • Raquel valagão on 23/09/2011 at 10:42

        Ola Rui, So para finalizar a minha invasão de site:), Aquilo que vi, não tinha nada a haver com queda de estrelas nem meteoros nem meteoritos, nem nada parecido. è facil de perceber quando se trata deste tipo de fenomeno.

        Agora, imagine um bando de passaros em pleno voo ( uns 100 por exemplo) só que eram estrelas, com tunalidades de azul e em movimento, em linha recta de norte para sul. Era como um exame de estrelas a passar por cima das nossas cabeças. Talvez um dia destes tenha a sorte de ver tal fenomeno de novo e ir apetrechada de material para capta-lo .

        Cumprimentos e um bem haja a todos

  4. A esta hora, sabe-se isto:

    O satélite irá cair amanhã de tarde (noite em Portugal).

    Não irá cair nos EUA ou Canadá.

  5. Desculpe interromper sua noite ou dia é que estou com uma dúvida como eu e minha familia podemos nos defender das 26 partes do satélite que vai cair? Estou muito preoucupada e com medo de cair sobre minha casa ou dos meus familiares, pode me responder?

    Mais a vida é assim o mundo esta quase todo poluido por causa de nós é é a vida mais não deixe de crer em Deus e ore para que não caia em voce e em sua familia

    1. Olá,

      Não há nada que possa fazer.
      Somente estar atenta às notícias. Daqui por 24h já se saberá mais sobre onde vai cair.

    • Raquel valagão on 21/09/2011 at 10:48
    • Responder

    Meu nome é raquel Valagão, e por mero acaso encontrei este site, e resolvi entrar para vos fazer uma pergunta para a qual ate agora ainda não encontrei resposta.
    No passado sabado dia 17/09/11, estive no parque de Albarquel em setúbal, perto das 00:00 horas mais coisa menos coisa, passou por cima de nós, uma grande quantidade de estrelas, mais de 100 estrelas todas juntas( cor azul intermitente) e circulavam de norte para sul. Nunca na minha vida vi tal coisa nem eu nem outras pessoas que tambem estavam a ver conseguiam explicar o que seria aquilo.
    Alguem me sabe informar se: este tipo de fenomenos pode acontecer, ou, era porventura algo de estranho que ninguem sabe explicar?
    Talvez o Senhor Carlos me saiba explicar ja que tem conhecimentos na astrologia, ficaria muito grata. Cumprimentos

    1. Olá,

      Este site é de astronomia, e não de astrologia.

      Tem fotografias?

      Se entrar no nosso Facebook, é mais fácil eu fazer TAG a vários astrónomos amadores, que podem ter estado a ver o céu nessa altura… e podem dar-lhe algumas sugestões do que poderia ser o fenómeno…

      abraços

    • Salvador moto boy on 20/09/2011 at 02:03
    • Responder

    Tomara que ele caia no plenario ou na camara dos deputados aqui do brasil .E que nesse dia a Dilma esteja lá fasendo visita .

    • Ana Guerreiro Pereira on 20/09/2011 at 00:54
    • Responder

    A sic noticias:

    http://sicnoticias.sapo.pt/vida/2011/09/19/satelite-do-tamanho-de-um-autocarro-choca-com-a-terra-na-sexta-feira

    Mas espera lá, a ver se estou a perceber bem… uns qtos pedaços daquilo vão cair em cima de nós e acham demasiado caro destrui-lo ou remove-lo ou assim?…

    E se aquilo acerta num avião?…. e se acerta num reactor nuclear?… e se acerta numa central eléctrica? e se rebenta com uma barragem? e se cai na casa de alguem? e se cai no meio de uma autoestrada em h de ponta?…

    o_O

    eh pah, estou preocupada.

    1. Sim, os políticos acham que é tudo uma questão de probabilidades.

      Ou seja, uma guerra que custa milhões por dia, tudo bem, porque é uma coisa certa.

      Agora gastar migalhas para remover o satélite… isso não… porque a probabilidade de bater em alguém é baixa. Logo, seria deitar $$$ fora se não acertar em ninguém…

      Enfim… prioridades trocadas…

      O mais provável é cair no Oceano Pacífico… mas o certo é que um dos 26 enormes pedaços poderá cair numa zona populacional… e aí será o “salve-se quem puder”.

      Os políticos só abrem os olhos quando algo grave acontece. Se cair nos EUA, por exemplo, é certo e sabido que os próximos satélites não serão deixados assim…

        • Ana Guerreiro Pereira on 20/09/2011 at 01:04

        é sempre a mesma coisa 🙁

        e depois falam em abrir os olhos… andam preocupados com nibirus e o caraças, e qd algo acontece mesmo….

        dá-lhes muito jeito q andemos ocupados com nibirus, né?

      1. Mas isso é o normal…

        Enquanto os crentes conspiradores andam preocupados com cometas inofensivos, Nibirus inexistentes, OVNIs imaginarios, etc, então é certo e sabido que esses são o grupo-alvo mais fácil de ser enganado com qualquer coisa… por isso quem está no poder pode fazer o que quer, porque essas pessoas nem vão perceber que estão a ser enganadas e manipuladas… porque não vivem na realidade.

  6. Se o ferro velho cair em cima da casa ou do carro, os américas pagam alguma coisa?!

      • Ricardo André on 18/09/2011 at 03:33
      • Responder

      Duvido que o seguro da sua casa ou o seguro do seu carro tenha uma cláusula a dizer que cobre os estragos no caso de um satélite cair em cima e duvido mais ainda que a NASA se responsabilize por tais danos, mas começa cada vez mais a ser uma questão que tem de ser debatida, porque mais cedo ou mais tarde essa probabilidade quase infinita vai acontecer :/

    1. Sim, pagam.

    • Dinis Ribeiro on 12/09/2011 at 04:05
    • Responder

    Tenho interesse em “airborne astronomy” e cada vez que ocorrem reentradas na atmosfera há muita informação útil que se pode perder…. por vezes são enviadas aeronaves para estudar a luz emitida durante a reentrada. Informação sobre o modo como se “derrete” a estrutura dos satélites (a onda de choque emite “muito” calor) pode ser muito útil para se ir desenvolvendo novas ideias.

    Um link da NASA: http://reentry.arc.nasa.gov/images.html

    Sugiro também este link: http://airborne.seti.org/

    Citação:

    Create research opportunities in airborne astronomy, especially for the study of natural and artificial meteors and meteor showers.

    Science themes:

    •How do comets and their meteor showers originate and evolve?
    •What role did meteoric matter play in the prebiotic evolution of life?
    •What comets can threaten life on Earth?
    •What are the physical conditions during the re-entry of spacecraft? <———————-
    •Real-time reports: Protect spacecraft from meteoroid impacts.

    Sugiro também:

    ATV Jules Verne Re-entry Multi-Instrument Observation Campaign
    Postflight Intermediate Results Science Meeting http://www.congrex.nl/09m12/

    Heat Shield Temperatures and Plasma Radiation obtained from Spectroscopic Observation of the STARDUST Re-Entry in the Near UV http://www.aric.or.kr/treatise/journal/content.asp?idx=111099

    Hypersonic Re-Entry Optical Transfer Equations And Photographic Techniques
    http://ieeexplore.ieee.org/xpl/freeabs_all.jsp?arnumber=4501690

    Radiation transfer equations applicable to various types of imaging instruments used against distant sources are presented.

    Emphasis is placed on measurements against point and line radiators made with instruments yielding image spectra. Framing and streaking cameras are discussed in terms of the overall transfer functions of the instrument and sensor.

    Calibration techniques used for absolute intensity measurements are shown to yield data within a factor of two of the actual value in most cases.

    The instruments described are of specific use in optical radiometry against bodies penetrating the earth's atmosphere in the hypervelocity regime, and are equally applicable to measurements in a ballistic range.

    For the problem of tracking these fast-moving objects, imaging instruments are preferred to point detector devices.

    Por exemplo, quando ocorreu a reentrada da MIR houve uma aeronave que esteve a efectuar observações sobre o modo como os módulos se iam "desfazendo" na atmosfera:

    A group of Russian and American cosmonauts, scientists, space entrepreneurs, cameramen and fee-paying passengers, set off in two "small planes" from Fiji to try to record Mir's final moments on film. http://news.bbc.co.uk/2/hi/asia-pacific/1237554.stm

    Link com mais detalhes sobre a expedição: http://www.spaceandtech.com/digest/sd2001-07/sd2001-07-008.shtml

    "The expedition will take about 120 researchers and paying members of the public. A chartered widebody jet will take the group above the clouds to a position some 322 km (200 miles) away from the projected track of the reentry. "

    0) http://www.youtube.com/watch?v=g0dMhhv0vks Video dessa reentrada

    1) http://www.esa.int/esaCP/ESAJCWTM5JC_Life_0.html

    2) http://www.esa.int/export/esaCP/ESADDWTM5JC_Life_0.html

    Mir FAQs – Safety issues – 21 February 2001

    "Mathematical models" show that of the 135 tonnes in orbit mass, up to 30-40 tonnes (some 20-30% of the total mass) could survive re-entry heating and break into many smaller pieces.

    E para concluir, saliento este aspecto:

    How many objects have returned to Earth from space?

    As of 1 January 2001 approximately 26 600 objects (grapefruit-sized or larger) have been sent into orbit, of which 17 000 have returned to Earth.

    On average one tracked object re-enters the Earth’s atmosphere every day.

    • Ricardo André on 12/09/2011 at 02:00
    • Responder

    Ora, daqui a 20 anos lá vamos ter mais histórias de ovnis :/

  7. E também é preciso que não acerte em nenhum avião… 😛

    Ora, +- 57º de latitude inclui Portugal inteiro… :S

  8. Presumo que seja impossível evitar a queda. Mas não dá para o desfazer em bocadinhos inofensivos?

    1. Seria caro 🙁

      Para enviar misseis sobre outros países, os governos acham barato…
      Para enviar misseis para destruir algo que tem pouca chance de acertar em alguém, os governos acham caro 🙁

  9. Não se esqueçam do capacete 😛 ehehehehehe 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.