Phil Plait sobre asteróides

O “Bad Astronomer” Phil Plait fala de asteróides:

5 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Quanto à NASA, penso que a instituição está fazendo bem a parte dela. Se tem como missão divulgar informação cientifica, e de primeira, se procurou e encontrou algum rastro do cometa, mesmo já como debris, até porque é informação que lhe interessa acompanhar também, a NASA vai divulgar, e isso é louvável, mostra 1) que tem competência e 2) não se referencia em divulgar ou não em função do que um monte de gente desaparafusada das ideias pensaria ou não pensaria sobre o assunto. A NASA se mantém coerente no que diz e no que faz, logo, continua sendo uma fonte credível.

    Já tenho uma opinião diferente em relação ao Phil e seu “estilo”. Na série que passou na Discovery, Bad Astronomy, num episódio que falou de cometas e asteroides e dos perigos para a Terra, fez uma produção muito interessante simulando impactos para mostrar o que aconteceria se jogássemos bombas nucleares em asteroides feitos de materiais diferentes. Em contrapartida, em algumas partes foi mais sensacionalista que cientista, quando, por exemplo, em vídeo simulado, disse que um cometa poderia se desviar em direção à Terra em função dos jatos de gás que são emitidos de forma desordenada, só que o vídeo mostrava o cometa desviando-se instantaneamente, mudando 90 graus a direção da sua trajetória, e ficou só nisso. Para um incauto pareceria, pelo video, que um simples jato teria energia suficiente para mudar a trajetória da órbita instantaneamente, deixando os expectadores desconfiados que as órbitas previstas em simulação não serviriam para nada. Penso que um cientista tem de ser apurado na infornação que dá. Se a simulação é irreal, por que mostrou? Logo, por gostar de ser mais sensacionalista que cientista em alguns pontos, ele perdeu pontos comigo.

  2. Aproveitando o ensejo, Carlos, favor dar uma checada neste sítio da NASA:

    http://stereo.gsfc.nasa.gov/gallery/item.php?id=stereoimages&iid=167

    Já estão alardeando, mais uma vez, sobre o pobre asteróide Elenin. Vão mais além: mal se foi, já estão afirmando que o pobre coitado irá nos trazer algum mal nos próximos anos…

    Será que eles sabem o significado de “não sobreviver ao periélio”?

    Abraço.

    1. Pois, o cometa Elenin desapareceu.
      http://www.astropt.org/tag/cometa-elenin/

      O que existe agora no local onde devia estar um núcleo de 3 kms, são os detritos do Elenin… pequenos pedaços com algumas centenas de metros… esses pedaços irão fazer agora a órbita do Elenin, e voltar dentro de alguns milhares de anos… ou então, o mais provável, é que passem perto de outro objecto entretanto (um dos muitos objectos na Cintura de Kuiper) e se desintegrem completamente, desapareçam.
      Em relação à Terra, o cometa Elenin acabou. Nunca mais será falado, nem nunca mais virá perto do Sol. É mais um entre muitos cometas a quem lhes aconteceu o mesmo.

      Em qualquer outro ano, o cometa Elenin não teria qualquer história. Porque não foi sequer significativo.
      Infelizmente, os únicos que lhe deram uma falsa estória foram os conspiradores.

      Quando o Apophis passar por aqui, as lições do Elenin já estarão esquecidas… e lá voltaremos novamente a meses de especulações baseadas em mentiras.
      Sinceramente, sinto-me pessimista. Parece-me que as pessoas pouco aprendem com os erros do passado 🙁

      Espero estar enganado, claro! 🙂
      E espero que nessa altura do Apophis, já todos olhemos para as observações científicas e não para as interpretações pseudo 😉
      http://www.astropt.org/2010/01/02/apophis/

      P.S.: por falar no Elenin, que é feito das pessoas que tinham ido passar 3 dias para um bunker? Será que já viram que o Obama não foi para qualquer bunker em Denver? Será que essas pessoas já viram a luz do dia e a luz do conhecimento, e perceberam que tinham sido enganadas? 😛
      http://www.astropt.org/2011/09/26/3-dias-de-escuridao/

        • Cavalcanti on 22/10/2011 at 20:22

        Pelo que li em alguns sítios que pregam desgraças aos montes, o fato do Obama ter estado em Denver dia 27 último foi devido ao mesmo e sua equipe estarem “receosos” quanto ao “alinhamento” da Terra-Elenin-Sol.

        Aí vem os “estudiosos de plantão” que, ao invés de enxergarem o que está “preto-no-branco”, como diz o ditado popular – ou seja, o que restou são destroços do Elenin e não seu núcleo intacto = “o cometa não se desintegrou” -, afirmarem na maior cara-de-pau que o pobre asteróide ainda continua inteiro = núcleo intacto, pelo sistema solar.

        Mas como não há nada ruim que não possa piorar, existe afirmativas que a NASA não fez qualquer comunicado recente sobre possíveis fragmentos do Elenin. Putz, a pergunta que eu faço é: diante das imagens dos fragmentos, se faz necessário fazer tal afirmativa?

        Pra falar a verdade, Carlos, você pode até ter uma ponta de otimismo quanto à esse povo… eu já perdi as esperanças! 🙁

        E ainda se acham lúcidos e “despertos”. Imagina se não fossem… 😉

        Abraços.

      1. Olá,

        Para responder à pergunta:

        A minha opinião pessoal, até por conhecer várias pessoas na NASA, é que eles não vão dizer nada.

        Eu perco aqui muito tempo a explicar as coisas, porque acho relevante para quem quer saber.
        As pessoas da NASA que estão nos centros de decisão, são mais velhas que eu. E daí que têm mais experiência dessas coisas.

        E eles acham que se dizem alguma coisa, os conspiradores arranjam logo conspirações naquilo que foi dito (lembremo-nos do vídeo do Morrison a explicar o Elenin, e o vídeo do Bolden sobre o plano de emergencia para furacões).
        Se eles não dizem nada, então os conspiradores dizem que o silêncio da NASA é sinal de conspiração.
        Não interessa o que a NASA faça, será sempre atacada pelos conspiradores.

        (é isso que acontece com as fotografias do STEREO, por exemplo)

        Por isso, o que eles me dizem é que é melhor não falar nada… porque é uma perda de tempo.

        🙁

Responder a Cavalcanti Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.