Prova de Vida Inteligente no Universo

Após uma mensagem no Facebook, lembrei-me de partilhar aqui este cartoon do Calvin & Hobbes:

Acham que o Calvin está certo? 😉

3 comentários

  1. Isto faz-me lembrar uma história que era mais ou menos assim:

    Choveu muito, tanto que começava a inundar a casa de um homem. O vizinho que tinha um Jeep todo o terreno veio ajudá-lo e disse: “- Vamos embora, as águas estão a subir!” O homem, tranquilo, retorquiu: “- Vai tranquilo vizinho, Deus há-de me salvar!” E o jeep arrancou e foi embora para terrenos mais altos. Continuou a chover e a casa já ia inundada pelo meio. Passou um tipo de barco e gritou: “- Está aí alguém?” O homem veio à janela e disse: “- Está tudo bem, Deus há-de me salvar!” O tipo do barco, meio desconfiado ainda disse: “- Tem a certeza? Olhe que as águas estão a subir muito!” “- Vá tranquilo e obrigado, respondeu.” E o barco arrancou. A chuva, porém, não parava e já quase cobria a casa toda, era tanta que o homem foi para cima do telhado. Eis que passa um helicóptero e lança-lhe uma escada para este fugir às águas. O homem, tranquilo, disse uma vez mais alto e bom som: “- Vá descansado salvar os outros que Deus há-de me salvar!”
    O homem acaba por morrer afogado. Chega ao céu e diz: “Então meu Deus, porque não me salvaste tu?”
    Responde o Todo-Poderoso:
    Bem tentei.

    Moral da história, se estivermos a ser contactados será que nos esforçamos o suficiente para o entender? O problema pode não ser deles…

    Abç!

  2. Acho que sim. Somos ainda um vírus insignificante (para eles) que, enquanto estivermos móveis somente no nosso próprio tubo de ensaio, só poderemos fazer mal a nós mesmos, então nos deixam quietos… Estou sendo um pessimista, um depressivo nietzscheniano ou um realista?? ahahah..

  3. 1ª Diretriz!

    Ainda está para nascer na Terra a pessoa que um dia assinará algum tipo de documento que regule primeiros contatos =D

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.