Extraterrestres Antigos

O canal História anda a passar uma série chamada “Ancient Aliens“, que é baseada na “Ancient Astronauts Theory“.
Este canal tem tido uma programação decadente (e não é só este), mas esta série provavelmente bate o recorde de maior número de imbecilidades ditas por episódio (e antes que me perguntem: sim, já vi vários episódios).
Como disse Goebbels (ministro da propaganda do Hitler): quanto mais disparatada fôr a mentira, mais as pessoas caem nela. Este programa, com a enorme audiência que tem, é um exemplo perfeito disso.

A estrela do show é um tal de Giorgio Tsoukalos, um crente (oposto a conhecimento) em qualquer explicação extraordinária só porque não quer perder alguns minutos a tentar procurar conhecimento sobre esse assunto.
E, claro, também gosta de fazer dinheiro à custa dos crentes naquilo que ele diz. Estas seitas religiosas têm todas o mesmo objectivo.

Camille Cracciola, Richard Feynman, Richard Dawkins, Carl Sagan, James Oberg, Bertrand Russell, J. Robert Oppenheimer, Virginia Gildersleeve, Harold T. Stone, Max Radin, Stephen A. Kallis Jr., e muitos outros, disseram:
“Keep an open mind, but not so open that your brain falls out” – Tenha uma mente aberta, mas não tão aberta que o cérebro caia.

No caso do Giorgio, já não vai a tempo…

Como se percebe, o programa é uma porcaria…

Se existem lagartos e formigas na Terra, então, para ele, é possível que os extraterrestres se pareçam dessa forma também.

Se hoje pode existir um cão de 2 cabeças e com 4 pernas, então no passado é possível também ter existido, e sido ET.

Se alguém desenhou um pássaro amarelo… então só pode ser extraterrestre.
Birds are not made out of metal… Therefore aliens.

Estes são somente alguns exemplos, mas muitos mais existem.

Se ele estivesse a falar do Pai Natal diria: será possível que milhões de pessoas no mundo estejam enganadas? Não. E será possível que um Pai Natal possa entregar todas as prendas numa só noite? É. O Pai Natal é extraterrestre.

Notem bem que ele faz as perguntas e dá ele próprio as respostas… que é um sintoma de que não está interessado em conhecimento que venha do exterior.

Notem também que ele fala sempre em “possível”, e não em “provável” que é a pergunta científica, a pergunta racional, a pergunta que todos os dias utilizamos por milhares de vezes para lidarmos com o dia-a-dia… como podem ler neste post.

Será possível atravessarem uma parede de cimento? É. Será provável? Não.
Será possível que foram unicórnios invisíveis voadores que me pararam o carro na auto-estrada? É. Será provável? Não. Ao saber mais sobre o problema, percebo que me faltou a gasolina.
Será possível que o Sol seja somente um deus com uma lanterna? É. Será provável? Não. Basta estudar o Sol.

Mas ele fica-se pela pergunta do possível. Isto é um dos indicadores que se está na presença de um pseudo – uma pessoa que nada percebe daquilo que está a dizer, uma pessoa que não quer saber do conhecimento, uma pessoa que põe a sua própria crença acima da realidade, e uma pessoa que pode ter o único intuito (consciente ou inconscientemente) de ludibriar as pessoas.

79 comentários

26 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Somos cegos que ainda não atingimos a maturidade necessária para passarmos a sermos ignorantes e ainda estamos muito longe se sermos no minimo razoáveis a níveis de inteligência. Declarar que somos únicos até concordo pelo habitat em que ocupamos no espaço, mas a vida explode a todo instante em todos os cantos que nossa mente possa imaginar. Ela é muito poderosa e frágil ao mesmo tempo, independente do lugar inóspito ou não, é ela quem dita as regras, somos apenas um composto segmentado que faz parte de um todo imperceptível a razão humana, tudo não está no mesmo lugar sempre, isso é constante e não é gravidade ou outra força como energia escura, é o pulsar da vida em um segmento maior do que nós e que mantém total equilíbrio ate onde não temos conhecimento de localização. Vida não é somente o ar que respiro, mas também o buraco negro que se alimenta de tudo que o permeia, até nós! Nada evolui sem a permissão de quem nos rege em direção a sabedoria e inteligência, fatores em que a própria vida nos permite avançar equilibradamente em todos os segmentos sejam no macro ou micro.Acredite, apesar de não termos tecnologias que nos permita ver resultados mais expressivos sobre vida inteligente fora do ambiente terrestre, ela está lá, também vivendo seu momento único no corpo de qualquer que seja o ser que a hospeda na vastidão do universo

  2. Eu também gosto muito tô pouco ligando para críticas.

  3. MUITO BOM .

    • Frederico Feroli on 23/06/2017 at 22:00
    • Responder

    Eu assisto a série, até mesmo acho que ela e sim um pouco interessante , mas não com o intuito de acreditar em tudo que é dito é verdade e sim de ver o que é mostrado tendo em mento o resultado de como se analisa os supostos fenômenos OVINs onde 80% dos casos são explicados e os outros 20% não . Ou seja realmente a grande maioria do que o ele fala é absurdo de se quer se cogitada mas e os outros 20% esses são realmente interessantes e fazem completo sentido e lógico no que é dito e não o programa não é só ele tem alguns bons estudiosos que sabem sim relacionar suas pesquisas e convenhamos a teoria do antigos astronautas nem é tão absurda assim se vermos que todas as grandes civilizações antigas afirmavam piamente que seus deuses vinham do espaço , de Vênus , de Marte , de Órion das Plêiades e muito menos absurda ainda se levarmos em conta que tem gente até hoje que acredita que a mulher veio de uma costela e que a terra é quadrada …

    1. A percentagem de 20% é absolutamente mentira. Qualquer pessoa que estude o fenómeno sabe isso.

      Pode fazer “completo sentido e lógico” para si, mas não para quem estuda o fenómeno de forma credível.

      O programa não tem quaisquer “bons estudiosos”. Muitos dos que lá aparecem tiraram cursos na “universidade do youtube” ou locais similares. E muitas vezes a descrição deles é absolutamente mentira. Basta procurar informações sobre eles na internet para se perceber que o programa mente sobre eles.

      Não há qualquer “teoria” de antigos astronautas. Teorias são baseadas em factos, e não em crenças pseudo-religiosas.

      As “grandes civilizações antigas” também acreditavam que bastava sacrificar alguém para ter chuva ou Sol ou o que fosse. E também pensavam que eclipses eram um sinal dos deuses a dizerem que iriam lhes comer a luz.
      Conclusão: não se pode usar esse argumento do que as “grandes civilizações antigas” diziam. Essa é uma falácia de falsa autoridade.

      O facto de criar um ranking de crenças absurdas não faz com que essa crença dos “antigos astronautas-deuses” passe a ter validade 😉

      abraços

  4. Bom dia Carlos.
    Este é o meu primeiro post, e eu assisto o este programa.
    Eu sei que Ciência são fatos e probabilidades e por este motivo não podemos classificar este programa como científico.
    Eu creio, acredito, desejo que haja vida inteligente alienígena, mas crença não é ciência. Gostaria que pudesse haver alguma evidencia científica disso.
    Acho que estas pessoas que tentaram argumentar sobre este post, talvez tentassem dizer algo semelhante á isso que estou dizendo e não conseguiram.
    Ciência não é crença. Ciência é fato. Acreditar em alienígenas do passado não é ignorância. Acho que muitos de nós, que acompanhamos o site, quando criança acreditou nisso. Acreditávamos ser possível existir aquele ser pequeno e verde com anteninhas. Hoje, somos adultos, estudamos, procuramos conhecimentos, e talvez, ainda temos o resquício daquele tempo de criança. Obviamente que eu não posso vincular tudo que é misterioso a uma divindade alienígena que nos ensinou matemática, física , astronomia , e até cruzou com a nossa espécie.
    Eu não acredito, partindo do ponto de vista racional/ científico , no que aquele grego fala, mas gostaria que fosse possível, ou melhor, provável. Acho que é isso que algumas pessoas que assistem o programa tentaram falar. Acho que é isso que muitos pensam ao assistir. Acreditar que é possível algo que não é provável não é ignorância. É o mesmo que termos alguém em um leito de hospital onde é possível que sobreviva, mas provável que venha á falecer. Acreditar que a pessoa sobreviva, mesmo que seja provável que morra não é ignorância. É apenas crença.
    Eu não acredito em deuses do passado. Apenas gostaria que fosse encontrado alguma evidência de alien e que isso explicasse alguns destes mistérios das nossas civilizações passadas.
    O site é ótimo e realmente nos elucida a respeito destes casos de visitas espetaculares de aliens… 🙂

    Abraço !

  5. Por acaso gosto de ver o Ancient Aliens, não por acreditar, mas porque é divertido ver! Apenas isso…é engraçado que qualquer coisa que os antigos povos construiram tem que ter mão extraterrestre, substimando a capacidade dos antigo povos.
    Uma situação curiosa foi afirmarem que as piramides foram contruidas com exoesquetos (uma tecnologia que o exercito americano está a desenvolver, que é parecido ao empilador que aparece no filme “aliens reencontro final” onde a Ripley usa esse exolesqueleto para lutar contra a rainha), se os egipcios tinham esse tipo de tecnologia, os persas, gregos, romanos e por aí fora nunca tinham invadido o egipto.
    Quem veja os desenhos animados “as misteriosas cidades de ouro” que julgo que o autor seja o Carl Sagan mas nao tenho pode ver que havia civilizaçoes antigas que se destruiram em guerras por possuir tecnologia super avançada, onde usavam o ouro e o sol para poder por toda a sua tecnologia a funcionar!
    Mas é apenas um desenho animado imaginativo, nada mais…
    De resto o programa do canal historia é um bocado exagerado, mas nao se deve acreditar no que eles dizem.

  1. […] goza (paródia) com as parvoíces e as mentiras do Canal História, nomeadamente a sua mania de meter alienígenas em todo o […]

  2. […] expliquei a parvoíce do programa Extraterrestres Antigos, do chamado Canal História, aqui, aqui e […]

  3. […] tanto à Ciência quanto às religiões monoteístas, há quem defenda a hipótese dos “Extraterrestres Antigos“, que em muito se assemelha ao […]

  4. […] ouvir o apresentador do programa de TV Ancient Aliens no Canal Historietas balbuciar sobre extraterrestres na Antiguidade sem perceber um boi do assunto […]

  5. […] é a inclusão das ignorantes parvoíves interpretativas do Daniken e dos seus amigos da seita dos extraterrestres antigos, quando falam sobre foguetões e astronautas na arte […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.