Google+

«

»

Dez 19

Pirâmide Maia

A pirâmide é muito gira e imponente… é realmente uma pena não haver qualquer Profecia Maia ;)

Acerca do autor(a)

Carlos Oliveira

Carlos F. Oliveira é astrónomo e educador científico.
Licenciatura em Gestão de Empresas.
Licenciatura em Astronomia, Ficção Científica e Comunicação Científica.
Doutoramento em Educação Científica com especialização em Astrobiologia, na Universidade do Texas.
Criou e leccionou durante vários anos um inovador curso de Astrobiologia na Universidade do Texas.
É actualmente Research Affiliate-Fellow em Astrobiology Education na Universidade do Texas em Austin, EUA.
Trabalhou no Maryland Science Center, EUA, e no Astronomy Outreach Project, UK, recebeu dois prémios da ESA, e realizou várias palestras e entrevistas nos media.

29 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. ET Maia ... rs

    ei… Carlos… cuidado!!!! tem um ET atrás de vc … rs…. hum, mas será que devo acreditar que essa piramide com essa precissão matemática em conjunto com dados astrológicos foi feita mesmo apenas por um bando de índios semi nús na floresta ?? Índios … ?? Semi nús ..??? Matemáticos e astrologos??? Hummm… tic tac… será?

    deixo ai um video interessante que pode ajudar a pensar mais a respeito: http://www.youtube.com/watch?v=GXijK2bCwGY

    outro:
    http://www.youtube.com/watch?v=Znb_FPX1Tyg

    e mais este:
    http://video.google.com/videoplay?docid=-8779035036423753894

    Pra refutar tanta evidencia fica complicado não é??? Teria que ocultar ou ridicularizá-lo… Mas, as evidencias continuam por si sós…

    1. Carlos Oliveira

      Ou seja, o anónimo:
      – ignora que eles nem sequer sabiam o que era a roda (a não ser como mero brinquedo de criança).
      – ignora que eles não sabiam o que eram planetas.
      – ignora que eles não sabiam o que eram estrelas.
      – ignora que eles achavam que era tudo produto de deuses… inclusivé a chuva.
      – ignora que devido a isso eles sacrificavam/matavam pessoas só porque achavam que isso lhes daria mais chuva.
      – ignora muitas outras absurdidades que eles faziam.

      O anónimo também ignora que as pirâmides estão muito longe de ter uma “precisão matemática actual” provado por qualquer especialista em cultura Maia e em matemática, e provado por qualquer pessoa (como eu) que até se deu ao trabalho de ir lá fazer algumas medições.
      (atenção que para a época eram bons. Simplesmente, não eram precisos nem tão bons como nós agora)

      O anónimo também ignora que os próprios descendentes dos Maias dizem que NÃO HÁ QUALQUER PROFECIA MAIA, sendo tudo uma mentira de vigaristas que enganam “brancos” ingénuos.
      Para si, os verdadeiros descendentes dos Maias não sabem o que dizem…

      Para si, quem tem razão são documentários de pseudos, dos tais vigaristas e brancos ingénuos, que andam atrás da Atlantida (que não passa de uma história de ficção científica em que Platão imaginou um “mundo” com um sistema político perfeito), que criaram um projecto (Camelot) para manipular as pessoas a darem-lhes $$$ (como eles próprios o confirmaram em tribunal), e que vendem uma revista chamada Ano Cero (que comprei dezenas de edições há uns anos atrás, e que tudo que dizem é baseado em crenças próprias).
      Para si, quem tem razão são estes vigaristas que manipulam as pessoas a acreditarem em algo, e quando nada acontece (lembremo-nos que todos eles já existiam em 1997 e diziam que o mundo se ia “transformar” na altura devido às profecias de Nostradamus) então passam à próxima data porque sabem que há sempre acéfalos que vão cair na mesma mentira mais algumas vezes.

      Parabéns. Acabou de ficar candidato a acéfalo do ano.

    2. Carlos Oliveira

      Já agora, por mera curiosidade fui ver o seu IP.

      É o mesmo anónimo que se identificou como “que importa”:
      http://www.astropt.org/2011/12/02/vemo-nos-em-tribunal/comment-page-1/#comment-49928

      É o mesmo anónimo que se identificou como Alcalin:
      http://www.astropt.org/2011/11/28/nexus-2012/comment-page-1/#comment-49260

      É a mesma pessoa que se identifica como RODRIGO MORAIS:
      http://www.astropt.org/2011/12/12/ressonancia-morfica-e-duendes-alteram-o-dna-provado/comment-page-1/#comment-49946
      http://www.astropt.org/2011/12/12/ressonancia-morfica-e-duendes-alteram-o-dna-provado/#comment-49949
      (e MUITOS outros exemplos aqui no blog)

      Que por acaso numa mensagem disse que era formado em telecomunicações… mas não sabe o que são IPs.:
      http://www.astropt.org/2011/12/12/ressonancias-da-torrada-das-17h/comment-page-1/#comment-50008

      LOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

      Sinceramente, só o tenho a parabenizar Rodrigo Morais.
      Por 4 coisas:
      – demonstra inteligência ao continuar a ser leitor assíduo do astroPT. Apesar de não comentar nada de astronomia, e só comentar quando pretende fazer de troll em artigos sobre pseudo-ideias.
      – ao usar tantos pseudónimos só com o objectivo de fazer de troll, demonstra a falta de carácter que pulula nas vossas áreas pseudo. Eu sou-lhe sincero: eu poderia escrever 10 artigos sobre isso, que nunca seria tão claro sobre a vossa falta de carácter como o Rodrigo demonstra ser nos seus comentários.
      – tem provado, sem margem para quaisquer dúvidas, que hipocritamente nega todo o conhecimento que se tem dos assuntos, para seguir puras crenças fundamentalistas em seitas religiosas New Age.
      – os seus comentários, pseudónimos, e trollices, têm feito um bem inegável a muitos outros leitores, que ficam a perceber claramente que vocês são puros vigaristas.

      Por tudo isto, a sociedade agradece!
      Desde já, o meu MUITO OBRIGADO.

      1. Cavalcanti

        Se o Rodrigão ficasse somente na primeira oração da frase:

        “ei… Carlos… cuidado!!!! tem um ET atrás de vc … rs…. (…)”

        A bem da verdade, ficaria um comentário bem engraçado……… ;)

        :P

      2. Carlos Oliveira

        Pois… eu também quando li isso achei graça, e pensei que fosse um comentário na tanga :P

        Afinal, era somente o coitado do Rodrigo Morais com as suas crenças fundamentalistas a fazer de troll.

      3. Cavalcanti

        “Pois… eu também quando li isso achei graça, e pensei que fosse um comentário na tanga”

        Acho que somos mais ingênuos que imaginamos… (risos) ;)

        O melhor mesmo, Carlos, é seguir as “recomendações” do Marco no post “Eu Defendo a Censura dos Trolls” ;)

        Abraços :)

      4. Carlos Oliveira

        Já agora, cá fica o link para esse post:
        http://www.astropt.org/2011/12/16/eu-defendo-a-censura-do-troll/

        ;-)

    3. Ana Guerreiro Pereira

      LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL

      LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL

      LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL

      Obrigada pela gargalhada de hoje…. :D

  2. Kelvin Paul

    Para uma cultura que não “conhecia a roda”, saber que mesmo assim os maias construíram essas pirâmides só me faz admirar mais e mais a história deles.

    Como disse o bom Douglas Adams: “é tão difícil apreciar uma jardim sem ter que imaginar que há fadas vivendo nele?”
    Malditos pseudos que estragam o que já é belo e admirável sem qualquer supernaturalidade¬¬

    1. Carlos Oliveira

      Pois, já os Egípcios é a mesma coisa :)

      Comparar pirâmides que caíram, outras que ficaram mais arredondadas do que deviam, outras que ficaram mais pequenas, etc… perceber essa evolução no conhecimento deles, à custa de muito trabalho, à custa de muita experiência falhada, à custa de muitas gerações que viveram e morreram sem verem o produto final “em condições”, à custa de alguns séculos a aprenderem, e à custa de muita inteligência em quererem fazer sempre mais e melhor, faz-nos realmente admirar e perceber que eles já eram uns verdadeiros cientistas ;)

      1. Cavalcanti

        Uma coisa interessante sobre a forma como as pirâmides “influenciam” o imaginário das pessoas – até mesmo nos mais diplomados e experientes – ocorreu com um ex-professor meu da Universidade durante uma cadeira de engenharia civil: diante de uma conversa bastante agradável, o mesmo disse-me que a maior obra de engenharia já realizada seria as pirâmides que, segundo suas próprias palavras, “infelizmente, não foram projetadas por humanos…”

        Claro, não concordei, mas não quis expressar minha opinião, pois estava diante de uma pessoa muito mais experiente que eu e, já agora – precisava obter, na época, nota 7,5 na última avaliação… ;)

  3. Paulo

    Só falta inventarem uma tanga qualquer com as pirâmides do Cambodja!

    1. Carlos Oliveira

      Já há… há uns cursos jeitosos de arqueoastronomia no Cambodja :)
      Ia para lá ir o ano passado, mas não consegui :(

  4. ET Maia

    (comentário editado por várias vezes, porque não estou para aturar trolls)

    Se eles não sabiam o que eram planetas ou estrelas, PORQUE suas construções eram alinhamentos exatos de constelações???

    Ok, eles não conheciam a roda certo?! Masss… como fizeram para trazer todas aquelas rochas, monolitos enormes para construir as perfeitas piramides???

    (…)

    Os Mayas, tão ignorantes, coitados, desenvolveram matematicamente o conceito de ZERO (de fato, parece que estiveram usando o conceito muitos séculos antes do velho mundo), e usavam um sistema de numeração de base 20. As inscrições nos mostram, em certas ocasiões, que trabalhavam com somas de até centenas de milhões. Produziram observações astronômicas extremamente precisas; seus diagramas dos movimentos da Lua e dos planetas se não são iguais, são superiores aos de qualquer outra civilização que tenha trabalhado sem instrumentos óticos. Ao encontro desta civilização com os conquistadores espanhóis, o sistema de calendários dos maias já era estável e preciso, notavelmente superior ao calendário gregoriano, muitas vezes reformado depois disto.

    (…)

    Os Mayas acertaram TODOS os eclipses solares mas não sabiam o que era um planeta??? COMO ASSIM??? E voce quer me convencer de que voce está dizendo algo sensato??? Faça-me o favor… Seria eu tão tolo? … rs…

    (…)

    poderiamos dizer que eles então “profetizaram” um eclipse solar em 11 Agosto de 1999 e olha só que interessante… ACONTECEU! Era uma uma “profecia”? Eu prefiro pensar que eles fizeram previsões matemáticas baseadas nos movimentos dos astros, principalmente no movimento do Sol. Isso, meu caro amigo, é IRREFUTÁVEL!!!

    De fato, há muito aproveitadores, principalmente das pessoas na maioria ignorantes sobre o assunto, e assim “vendem” seu peixe “apocalíptico” pra fazer lucro. Isso é lamentável, mas mesmo assim, os dados existem e as evidencias também.

    (…)

    A piramide que vc usa no post é a piramide do Templo de Kukulcán que apesar de vc afirmar que ela não é precisa matematicamente, contradizendo os dados das medições, que irrefutavelmente nos mostra sem sombra de dúvidas, pois é matemática, de que são precisas. Cada uma das suas faces alinha-se com um dos pontos cardeais, e os 52 painéis esculpidos na suas paredes referem os 52 anos do ciclo de “destruição e reconstrução do mundo”, segundo a tradição maia… ou seja, segundo tradições maias.

    Em comparação com a pirâmide de Quéops no Egito, ou mesmo à pirâmide do Sol de Teotihuacán, as dimensões da pirâmide de Kukulcán são pequenas, mesmo a pirâmide de Tikal (69,7 m) é mais alta. Salienta pelas suas características arquitetônicas, os seus simbolismos calendáricos e astronômicos.

    Veja a imagem comparativa com dados: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Comparativo_pir%C3%A1mides.jpg

    O Templo de Kukulcán, principal estrutura de Chichén Itzá demonstra os profundos conhecimentos de matemáticas, geometria, acústica e astronomia que os maias possuíam. Ao ser uma sociedade inicialmente agrícola, os maias observaram detalhadamente o comportamento das estações, as variações das trajetórias do Sol e as estrelas, e combinando os seus conhecimentos, tê-los-iam registrado na construção do templo dedicado ao seu deus Kukulcán. OPA!!! mas vc disse que eles não sabiam nem o que era um planeta…. contraditório isso não?!

    Assim como as culturas mesoamericanas, a civilização maia utilizou um calendário agrícola solar ao que chamavam Haab, que conta com 18 meses ou uinais, cada uinal tem 20 dias ou kines. Desta forma o calendário compreende 18 x 20=360 dias regulares ou kines, mais cinco dias adicionais, considerados como nefastos, chamados uayeb.

    O templo de Kukulcán conta com quatro escadarias, cada uma delas tem 91 degraus, desta forma somam 364, que somadas ao patamar do topo, comum às quatro escadas, dá um total 365 unidades que representam os dias do Haab. O templo de Kukulcán conta com quatro escadarias, cada uma delas tem 91 degraus, desta forma somam 364, que somadas ao patamar do topo, comum às quatro escadas, dá um total 365 unidades que representam os dias do Haab. Pra um povo que não conhecia a roda, eles sabiam muito bem o que era o conceito “CICLÍCO” não ?!!

    Agora, pra quem quiser ver a imagem bem de perto da imagem da piramide e quiser fazer uma analise das medições, fiquem a vontade: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Chichen_Norte.JPG

    Veja também a imagem vista de cima da piramide referente ao Solstício de Verão: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Pir%C3%A1mide_solsticio.jpg

    Aqui o Solstício de inverno: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Pir%C3%A1mide_solsticio_diciembre.jpg

    Vejam os dados:
    http://whc.unesco.org/en/list/483

    Quanto à altura, a pirâmide de Keops mede aproximadamente 147 m e a Pirâmide do Sol, 65 m (sem incluir os supostos 10 metros que teria o seu templo do topo; pela sua vez a altura da pirâmide de Kukulcán atinge os 24 m até o patamar superior, mais 6 m do seu templo para conseguir 30 m. A base da construção egípcia tem medidas aproximadas de 226,5 m, enquanto a do Sol atinge os 225 m. Pela sua vez a pirâmide de Kukulcán apenas mede 55,3 m nas bases das suas fachadas.

    Universidade Autónoma de Iucatã O Jaguar Vermelho cobra vida. Chichén Itzá segue surpreendido pelos seus tesouros maias: http://www.mayas.uady.mx/breves/mayo2007.html

    Arquitectura: Kukulcán, símbolo de dominio matemático y arquitectónico [INAH, NASA, Federica Sodi Miranda]. – http://noticias.arq.com.mx/Detalles/9317.html

    Artículo especial sobre a acústica de Chichén Itzá acusticaWeb:
    http://acusticaweb.com/index.php?option=com_content&task=view&id=191&Itemid=9

    Artigo completo: http://acusticaweb.com/images/PDF/articulos/acustica_en_chichen.pdf

    http://www.wayeb.org/download/resources/landa.pdf

    Mais…
    http://blog-idee.blogspot.com/2010/09/uso-de-las-infraestructuras-de-datos.html

    (…)

    1. Carlos Oliveira

      O troll Rodrigo Morais continua com as suas parvoíces, próprias de quem é ignorante e arrogante (pensa que a sua ignorância vale mais que o conhecimento dos outros).

      1 – Nada do que o Rodrigo Morais disse tem a ver com a Profecia Maia, que não existe.
      Tudo o que ele disse são RED HERRINGS, que são artimanhas usadas pelos pseudos para enganar e manipular as pessoas a pensarem que até estão a falar do assunto em causa (profecia) quando na verdade não estão.

      2 – Que parte de “os Maias dizem que a chamada Profecia Maia é uma mentira de vigaristas que enganam “brancos” ingénuos” é que não percebe?
      Eu percebo que a leitura não seja o forte dos vigaristas…. já que preferem “conhecimentos ocultos vindos de energias vibratórias”. LOL

      3 – Os Maias viam os pontos no céu, imaginando que eram diferentes deuses.
      Como sabemos actualmente, e que eles não sabiam, é que são simples objectos naturais, como planetas e estrelas (que eles não sabiam o que eram).

      4 – Não usavam a roda, mas usavam animais para transportarem o que queriam.
      Eu percebo que a utilização de animais seja para o Rodrigo algo surpreendente… LOL

      5 – Sim, você é tolo se imagina que os Maias sabiam o que eram planetas. Pior, é parvo porque nem sequer se digna a ler o que eles deixaram escrito.

      6 – Eclipse Solar de 1999: curioso que só os sites pseudo dizem isso, mas nenhum site, que eu conheça, de investigadores da cultura Maia dizem isso.
      Curioso, não é?
      Mas fico à espera de saber em qual e em que parte do codex eles dizem isso.
      Por outro lado, os Chineses prevêem eclipses. Imaginam é que é um dragão a engolir o Sol. Fantástico. São super-inteligentes. Sabem mais que nós! LOL

      Já agora, para que conste, essa previsão do eclipse solar de 1999 é mais uma MENTIRA contada pelos vigaristas.
      Os Maias faziam previsões de eclipses lunares, que são muito mais fáceis, mas em lado nenhum aparece menções a eclipses solares.
      Por acaso, outras civilizações mais antigas que os Maias (ex: Babilónicos) já faziam essas previsões de eclipses solares. Infelizmente, os Maias não foram tão avançados como os seus antecessores.
      http://eclipse99.nasa.gov/pages/traditions_Calendars.html#Mayas
      Mais uma vez, os vigaristas só mentem.

      7 – Fantástico. Os Maias sabiam fazer contas, e até tinham olhos que viam onde nascia o Sol e onde o Sol se põe. Fantástico! Só por isso, são fantásticos profetas e fenomenais a fazer edifícios.
      Ou então estão ao mesmo nível de um miúdo actual de 6 anos, que saiba contar, saiba fazer contas, tenha o sentido da visão, e brinque com legos.
      LOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL
      Vou repetir o que já disse atrás, porque o TROLL do Rodrigo Morais é tão burro que nem sabe ler: “para a época eram bons. Simplesmente, não eram precisos nem tão bons como nós agora”.

      8 – Quanto ao resto, são simples Red Herrings, um atirar de areia para os olhos para fugir do tema e pensar que engana alguém, que é a estratégia normal dos vigaristas.

      1. Cavalcanti

        Já agora, lembrei-me de alguns comentários do Rodrigão em outros sítios.

        1º) É notório seu esnobismo, dito nas entrelinhas, em 95% dos seus comentários contra aqueles que o refutam;

        2º) Num dos sítios, o mesmo cita, para contra-argumentar outro leitor, uma ex-funcionária da NASA (que no seu comentário, ele a coloca como ainda sendo funcionária: ” (…) Barbara Ann Brennan, da NASA”) acerca dos componentes do átomo. Percebam quanta contradição por parte do Rodrigão. É um dos que mais ridicularizam a NASA (vide David Morrison, um dos mais conceituados da referida agência) e, já agora, se utiliza dos seus como argumento próprio?; e

        3º) O nome desta ex-funcionária da NASA e Mestre em Física Atmosférica pela Universidade de Wisconsin?

        Barbara Ann Brennan.

      2. Carlos Oliveira

        http://en.wikipedia.org/wiki/Barbara_Brennan
        “Barbara Ann Brennan (born 19 February 1939) is an American author, spiritual healer, businesswoman and teacher working in the field of energy healing.”

        LOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

        “She then founded her own school, Barbara Brennan School of Healing. Her first first book, Hands of Light: A Guide to Healing Through the Human Energy Field”

        LOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

        Já para não falar que a licenciatura dela foi em 1962, o Mestrado em 1964, o trabalho na NASA (no GSFC e não em Houston ou Flórida) pode ter sido só como intern, por exemplo, durante pouco tempo. E depois disso, virou pseudo, o que já é há quase 50 anos!

        Estas são as fontes “da NASA” dadas pelo troll do Rodrigo… LOLLLLLLLLLLLLL

    2. Ana GP

      asneiras, asneiras, asneiras, asneiras, asneiras, mas ca ganda tese de tretas q está para aqui!!! :D :D

      LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL

    3. Paulo

      Epa, para ser sincero (do latim “Sem cêra”), acho muito dúbio a hipótese de tanto os Incas como os Mayas não conhecerem o círculo ou roda. Basta olhar para a Lua cheia e lá está ela, a roda. Os tipos poderiam era serem amantes do jogging e optarem por dar aos “calcantes”.
      Agora aqueles desenhos enormes na América central que só se definem bem do alto, também é esquesito. O mais provável é que aquela malta tenha tido visitas de fora, que não os espanhóis, e lhes tenham fornecido algumas dicas deslumbrantes, inclusivé a base 20. Por isso calçado complicado era proibido! Os pézinhos sempre lavadinhos com as unhácas tratadas e envernizadas para serem usados os 20 dedos (pés e mãos) como auxliares de cálculo!

      1. Carlos Oliveira

        Não é preciso ETs.
        Mitologia (deuses, rituais) e agricultura explicam bem o porquê ;)

  5. Cavalcanti

    “Era uma uma “profecia”? Eu prefiro pensar que eles fizeram previsões matemáticas baseadas nos movimentos dos astros, principalmente no movimento do Sol (…) ”

    Sim, caro Carlos. Estamos vendo um certo “progresso” por parte do Rodrigão.

    :P

    1. Carlos Oliveira

      Sim, mas isso nós também fazemos, com muitos mais astros e com muita mais precisão do que os Maias.

      Aliás, nesse aspecto os Maias não fizeram nada de especial.
      Os Sumérios tinham uma matemática mais avançada que os Maias, milhares de anos antes dos Maias:
      http://en.wikipedia.org/wiki/Babylonian_mathematics
      E os Babilónicos tinham previsões baseadas nos movimentos periódicos dos astros, também antes dos Maias:
      http://en.wikipedia.org/wiki/Babylonian_astronomy#Old_Babylonian_astronomy

      Os Maias têm somente um excelente marketing, sobretudo à custa de aldrabões e ignorantes como o Rodrigo Morais.

      1. Cavalcanti

        Não, Carlos! Estou a me referir que o Rodrigão, no seu comentário, se utilizou do velho e bom senso, agindo com racionalidade e, a julgar pela frase, ele entendeu que previsões (leia-se: observações) matemáticas são mais credíveis que outros tipos de “profecias”…

        ;)

      2. Cavalcanti

        Já agora, tenho minhas desconfianças de que somos a civilização mais inteligente até agora.

        As antigas civilizações tinham seus motivos para serem “ignorantes”, mas nós não…. ;)

        Abraços.

      3. Ana GP

        lol, acredito… no entanto os maias não fizeram cálculos nenhuns q previssem o fim do mundo :D somente fizeram cálculos para um belo dum calendário cujo ciclo termina 2012. O abc das hipotéticas profecias já é tão conhecido e já está tão deslindado que não consigo conceber que existam ainda pessoas como este Rodrigo que insistem em fazer figuras tristes em público…

        Nota zero em conhecimento. Mas passa com distinção no doutoramento em tetralogia e asneirologia!

      4. Ana GP

        Somos a civilização com mais conhecimentos acumulados, somos. Mas nem por isso somos a mais inteligente ou sábia, porque está visto q nem todos sabem o que fazer com tanto conhecimento ou como filtrar a enxurrada de lérias e parvoíces que lhes cai em cima…

        Depois, como temos vigaristas sem escrúpulos cujo único interesse é lucrar com a ingenuidade, a burrice, a parvalhice, a estupidez, a acefalia, etc, alheias…. dá jeito q se fomente a existência de burros e mentecaptos. É da forma que outros enriquecem.

        E nós aqui, idiotas, parvos, a espalhar conhecimento de graça, sem pedir nada em troca para além de um niquinho de respeitinho ou interesse e curiosidade, satisfeitos somente pelo simples sorriso estampado na cara da criança curiosa e maravilhada que tomos temos dentro de nós. E aqui estamos nós, parvos, no pouco tempo livre q temos, com trabalhos q pagam contas fora daqui, com uma vida real de crise e pouco dinheiro por trás, e mesmo assim não usamos aquilo que sabemos para enganar parvinhos como o rodrigo e os trolls costumeiros que preferem chamar-nos desagradáveis, arrogantes, fracos, e outros belos insultos que tal, do que ver que podiamos facilmente enganá-los e enriquecer às custas deles. Mas não, cá estamos, armados em totós, a tentar alertar as pessoas para as vigarices que pululam pelo mundo e pelos vigaristas que lhes querem mal. E que lucramos com isso? Insultos. Pagam-nos com insultos. Ca bonito.

        Realmente, Cavalcanti, tem toda a razão: esta é uma civilização de ingratos acéfalos. Mas a democracia só funciona pró lado de quem lucra se houver burros para enganar :P

  6. Paulo Polónio Cabrita

    O que a mim me faz pena é que os Maias não tenham profetizado esse fatídico dia em que os seus progenitores se alinharam para gerá-lo caro Rodrigo Morais (aka o nosso troll de estimação). Se bem que tenho algumas dúvidas em relação à sua ascendência, tendo em conta a quantidade de matéria fecal que regurgita nos comentários duvido que tenha sido gerado mas sim cagado para o Mundo. E se estiver cá para o ano,vá aparecendo sim? mas venha humildezinho e aprenda,aprenda muito……

    1. Carlos Oliveira

      O troll do Rodrigo respondeu… dando links sobre “tormentas solares”… LOLLLLL que nós já explicamos DEZENAS de vezes que não faz qualquer sentido, porque o pico solar será em 2013 (e não 2012) e será bem fraquito comparado com os picos anteriores…
      Mas este Rodrigo é um troll que não quer saber de conhecimento… por isso continua a dizer disparates num post sobre a Profecia Maia. LOLLLL
      enfim… o Rodrigo é o troll de estimação do astroPT….

      Este troll do Rodrigo já tinha respondido ontem com outro nome falso (e o mesmo IP) para insultar os colaboradores do astroPT…
      O que vale é que todos os comentários dele vão directamente para SPAM…

      1. Ana Guerreiro Pereira

        Carlos, estou quase à beira de um choque anafilático. Sou alérgica a tretas. :(

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>