Google+

«

»

Jan 08

3M: médiuns, média e (pés-de-)meia

 

Começou ontem a transmissão de mais um programa de charlatães que tentam enganar a população, desta feita na SIC, sob direção de Rita Ferro Rodrigues, ajudada por especialistas da escola Arthur Findlay em Inglaterra, “uma das mais antigas e reputadas escolas de ciências psíquicas em todo o mundo”. (itálico acrescentado por mim)

 

 

Segundo este site, o programa recorrerá a “médiuns nos locais suspeitos onde ocorreram os crimes, onde podem ter sido vistos nos últimos momentos de vida, ou onde habitavam as vítimas, entrevistas aos familiares e amigos das vítimas onde possam dar a sua versão dos acontecimentos. […] há um enquadramento jornalístico que refere a versão das autoridades/media. Fazem-se reconstituições dos crimes, de forma ficcionada.”

Enquadramento jornalístico? Que jornalista de respeito entrará nesta palhaçada? Quem das autoridades acederá também cooperar com esta falta de respeito pelos familiares e vítimas?
Não tenho as respostas diretas a estas questões porque recuso-me a ver tal programa.
Mas já me chegou a informação de que Francisco Moita Flores lá esteve…o ex-inspetor policial/autor/político/comentador presta-se a um pobre papel.

Alguém poderá dizer: mas que mal faz? Se há quem acredite, deixa-os acreditar?
Primeiro, não é ético!
Segundo, dá falsas esperanças a familiares e amigos.
Terceiro, anda alguém a ganhar muito dinheirinho às custas da ignorância e desespero das pessoas.
Quarto, as autoridades gastam dinheiro sem qualquer resultado! (Vejam as notícias e análises que são feitas aqui, aqui, aqui e aqui)
E estes são só quatro de muitos outros motivos que poderiam ser apontados.

Há portanto um ciclo vicioso em que entram os três M que menciono no título, com muito dinheiro a ser ganho por charlatães e os seus divulgadores. E muito dinheiro a ser gasto por quem acredita neles. Dinheiro, tempo e falsas esperanças…

E tudo é mentira e está até cientificamente estudado.
Num trabalho publicado em 1979 no Journal of Police Science and Administration, pode ler-se o seguinte:

“The research data do not support the contention that psychics can provide significant additional information leading to the solution of major crimes. “

(tradução: “Os dados não apoiam a hipótese de que os médiuns possam providenciar informação adicional que ajude na solução de um crime.”)

Muito simplesmente, se os “poderes psíquicos” realmente funcionassem, não haveria crimes por solucionar!
Pelo contrário, em diversos locais se podem ler notícias dos falhanços, como aqui e aqui.

Quiçá, se se obrigassem os ditos médiuns, astrólogos e outros que tais a pagar pelos custos dos seus falhanços e charlatanices, eles não procurassem tanta exposição pública e não fossem tão apaparicados pelos média…e não teriam tão bom pé-de-meia à custa da vigarice!

 

(Agradeço ao João Coutinho a sugestão dos links aqui apresentados)

 

Acerca do autor(a)

Diana Barbosa

Bióloga e comunicadora de ciência.
Entusiasta da divulgação da cultura científica, fascinada pelo estudo da evolução, pela origem de crenças e mitos e pelos movimentos anti-científicos e pseudo-científicos.
Nega sempre, à partida, uma “ciência” que não conhece!

32 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Tony Silva

    A TVI terá algo do género daqui a pouco tempo. Por isso preparem-se.

    1. Diana Barbosa

      Segundo sei, creio que já têm: chama-se “Depois da Vida”…só não sei se também diz respeito a crimes. Mas o ponto de partida e o engano.

      1. Tony Silva

        Sim é esse mesmo.

        O programa conta conta com duas médiums Janete Parker e Sue Wood.
        http://www.janetparker.co.uk/

        A ERC não faz nada contra isto.
        http://www.erc.pt/

        Bem dita internet.
        Mesmo com a implementação da TDT contiuamos a ter 4 canais. Miséria.

  2. Marco Filipe

    Aqui pode-se ver 3 a serem desmascarados, vejam até ao fim para verem as desculpas criativas que eles arranjaram: http://www.youtube.com/watch?v=u4qGfNViVN8

    1. Diana Barbosa

      Muito bom! Nessa parte, já cada um inventou a sua historieta…mas quiçá a melhor seja a da mulher, estilo “gotcha”! Era só para ver se estavas atento!

  3. Carlos Oliveira

    Olá,

    Sobre o programa gémeo deste na TVI, Depois da Vida, leiam aqui:
    http://www.astropt.org/2010/07/09/depois-da-vida/

    O Moita Flores também esteve nesse programa, como disse em comentário a Conceição:
    http://www.astropt.org/2010/07/09/depois-da-vida/#comment-7893

    E já dissertei sobre o programa nos EUA que faz a mesma coisa: engana as pessoas com truques simples. O episódio de South Park sobre esse programa, é genial:
    http://www.astropt.org/2008/07/27/o-maior-parvalhao-no-universo/

    “Stan: You see, I learned something today. At first I thought you were all stupid, listening to this douche’s advice, but now I understand that you’re all here because you’re scared. You’re scared of death and he offers you some kind of understanding. You all want to believe in it so much, I know you do. You find comfort in the thought that your loved ones are floating around trying to talk to you, but think about it: Is that really what you want? To just be floating around after you die, having to talk to this asshole? We need to recognize this stuff for what it is: magic tricks. Because whatever’s really going on in life and in death is much more amazing than this douche.”

    “Stan: I’m saying this to you, John Edward, you are a liar, you are a fake, and you are the biggest douche ever!
    John Edward: Everything I tell people is positive and gives them hope! How does that make me a douche?!
    Stan: Because the big questions in life are tough: Why are we here? Where are we from? Where are we going? But if people believe in asshole douchey liars like you, we’re never gonna find the real answer to those questions. You aren’t just lying, you’re slowing down the progress of all mankind, you douche!”

    1. Diana Barbosa

      O comentário da Conceição Monteiro é excelente. Leiam-no!
      http://www.astropt.org/2010/07/09/depois-da-vida/#comment-7893

      É incrível como hoje em dia os argumentos mais sãos da TV americana aparecem nos programas de animação (estilo South Park, Family Guy…) e nos programas de comédia (Daily Show, Colbert Report, Real Time…).
      Não que não haja informação de qualidade, mas estão tão obcecados com o “fair balance” que acabam por entrar em falsas dicotomias e a dar tempo de antena a quem não deveria tê-lo.
      A nossa televisão parece ir pelo mesmo caminho a passos largos… (pior, ainda na semana passada, davam como se notícia se tratasse – e para mim notícia é igual a transmissão de FACTOS – uma extensa reportagem sobre o ano novo chinês, o respetivo signo e todas as “repercussões” do mesmo….do estilo: mais ataques cardíacos porque é o ano do dragão! :p Isto no telejornal!!!

  4. Dario Cardina codinha

    O Moita Flores e como aquelas pessoas que tiraram um curso de bioquímica e agora dao consultas de iridologia. Quando questionada por mim… Nao percebia nada da agencia que estudou… Outro exemplo triste que encontrei, e escrevi sobre isso na altura no meu blog, foi o de uma finalista de engenharia do ambiente que acreditava que o homem nunca tinha ido a lua porque… E aqui vem um grande argumento… “o meu namorado diz que o homem nunca foi a lua! E nao me chateies, ai!”. La esta, nao e preciso ter curso para se ser competente nem o facto de nao o ter torna a pessoa incompetente!

    Penso que o proximo passo para a política ver sucesso e a abstenção descer e juntar aos discursos políticos uma dose de “idealina”, pós de pedra milagrosos da praia da caparica para diminuir o desemprego e um carapau seco da nazaré para acabar com o azar o défice. Assim, quase toda a gente iria acreditar em qualquer político, porque nestas coisas nem ha questões a colocar!

    1. Diana Barbosa

      Tive que ir procurar o que era a iridologia! LOL
      Oh dear…mas haverá qualquer parte do corpo que não sirva para “diagnosticar” doenças (noutra parte)??? LOL

  5. Joao Coutinho

    Dário:

    “o meu namorado diz que o homem nunca foi a lua! E nao me chateies, ai!”

    Isso é realmente um apelo emocional, mais que um apelo à autoridade que também é… É uma falácia, mas eu admito que tenho alguma dificuldade em lidar com essa. Uma pessoa ao desmontá-los nunca sabe a gravidade dos estragos que está a causar. É que para melhorar esse tipo de pensamento falacioso é preciso partir e bem antes de construir…

  6. Nuno José

    Quem está disposto a fazer um site só com trabalho em desmascarar esta gente. Eu dou o alojamento. Teríamos de fazer um bom trabalho com videos etc……. uma coisa a sério.

    1. Diana Barbosa

      Caro Nuno, isso é o que já vamos tentando fazer aqui no Astro PT e noutros blogs. E realmente, essa é uma ideia que tem andado a balançar entre alguns colaboradores deste e desses outros blogs… Estamos ainda a trocar impressões sobre qual seria a forma mais eficaz para “atacar” o problema 😉
      Mas a colaboração de todos que queiram lutar contra a charlatanice e a pseudociência é bem-vinda!

    2. Tony Silva

      Mais um que se oferece para ajudar.

      Embora na minha opinião acho que em vez de usar a táctica do bota abaixo deveríamos sim tentar esclarecer e mostrar o mais simples possível o mundo da ciência.
      Isto só é possível usando novos meios de comunicação, apenas texto não vamos lá. Temos sim de utilizar o vídeo (boas animações) e difundir nas redes sociais.

      Um bom exemplo:
      http://www.youtube.com/user/minutephysics (em inglês)

      Alguém conhece modeladores, produtores e editores com espírito aberto e com vontade de ajudar?

      1. Diana Barbosa

        Mas isso é que já muitas pessoas fazem no nosso país.
        Inclusivamente, vários dos colaboradores deste blog escrevem de forma gratuita para um novo projeto que está a levar a ciência aos jornais regionais, para tentar chegar a outros segmentos da população que quiçá não seguem a blogosfera 🙂

        Mas, ainda havendo informação de qualidade e confiança disponível, é preciso literacia funcional para a saber distinguir os pseudos no meio disto tudo.

        Verá que neste site há também muita informação de ciência básica, não são só “ataques aos pseudos” 😉

        A ideia dos vídeos é excelente.
        Desse aspeto sei pouco, mas onde todos ajudam…

    3. Diana Barbosa

      Hoje vim revisitar este post e voltei a ler os comentários…

      Não será exactamente o que sugeriram, mas já foi criado um site para a Comunidade Céptica Portuguesa, onde colocaremos informação sobre estes e muitos outros temas relacionados com pseudociência.

      Podem conhecê-lo em comcept.org
      E podem também seguir-nos no Facebook e Twitter (ComceptPT).

      É uma plataforma que está ainda em construção.
      Esperemos que no futuro podamos ter mais conteúdos e quiçá até constituir uma associação que reúna todos os defensores do pensamento racional.

  7. Diana Barbosa

    Acreditam que estou no Facebook a “travar uma batalha” (argumentativa) com alguém que se diz cientista e defende este programa??? 🙁

    1. Carlos Oliveira

      Infelizmente, ser de ciência não é sinónimo de saber pensar, de ter pensamento crítico. Até porque não se aprende isso nos cursos científicos.

      http://www.astropt.org/2011/10/16/2012-a-matar-pessoas/
      Este era professor de ciências…

  8. Diana Barbosa

    Pois 🙁

    Vem com os típicos argumentos de “a ciência não explica tudo”, “os humanos têm capacidades limitadas”, “que seriamos nós sem espiritualidade”….
    E diz que a sua orientadora diz que a ciência não prova nada!

    1. Carlos Oliveira

      Manda-a fazer a experiência do Dawkins 😉

      1. Diana Barbosa

        Agora apanhaste-me: experiência do Dawkins?
        Aviva-me a memória, please 🙂

      2. Carlos Oliveira

        quem duvida das explicações da ciência, que se atire do topo de um edifício de 20 andares. Quando chegar cá abaixo, que veja se a explicação da ciência funcionou ou não.

      3. Diana Barbosa

        ahhhhhhh

        OK.

        Não me lembrava dessa!
        Ou se calhar está nalgum dos poucos documentários dele que eu não vi :p

  9. Diana Barbosa

    Este post é muito bem complementado pelo mais recente do João Coutinho, que pode ser lido neste link:

    http://www.astropt.org/2012/01/10/a-leitura-a-frio-astrologia-tarot-leitura-de-auras-etc-como-se-faz/

    Assim se pode perceber melhor como é que funcionam estes e outros enganos místicos.
    Ou até, quiçá, iniciarem uma nova carreira 😉
    Lembrem-se do pé-de-meia…

  10. Ana GP

    Uma sugestão de leitura sobre o tema:

    http://bitaites.org/porreiro-pa/ate-a-proxima/

    😉

    1. Diana Barbosa

      Ah, chegaste cá com o link primeiro! Boa!!

      http://www.bitaites.org/porreiro-pa/ate-a-proxima/

      Gostei particularmente deste trecho:
      “Talvez esteja a ficar velho ou prefira reservar as minhas energias para outras coisas, mas falta-me mesmo a pachorra para me deixar ficar sentado no sofá enquanto a inteligência e o conhecimento são insultados em nome do lucro. Imaginem então quão insultados e magoados se poderão sentir amigos e familiares que não partilham desta visão medieval do mundo.”

      1. Ana Guerreiro Pereira

        Ora, nem mais. Tb foi a minha passagem preferida 😀

      2. Carlos Oliveira

        Pessoalmente, no texto do Marco, gostei mais da última parte 😛

        “Nem que a Rita Ferro Rodrigues prometesse descruzar as pernas como a Sharon Stone do Instinto Fatal eu voltaria a perder mais cinco minutos da minha vida com o estrume intelectual das televisões.”

        😀

      3. Ana Guerreiro Pereira

        Carlos, LOOOL 😀

      4. Diana Barbosa

        Ok, percebo que essa te chamasse à atenção 😀

  11. Pedro MC

    do moita flores faltou dizer que é da maçonaria lolol claro

    1. Diana Barbosa

      Não percebo o que é que isso tem a ver com o aqui discutido…

  12. Rui Costa

    Querem de facto acabar com as alegações de poderes paranormais? ESQUEÇAM!

    É que não vão conseguir mesmo.

    James Randi (http://www.randi.org/site/) oferece nada mais nada menos que USD$1.000.000 para quem demonstrar que tem qualquer tipo de poderes psíquicos, paranormais, sobrenaturais ou o que lhes quiserem chamar.
    http://www.randi.org/site/index.php/1m-challenge.html
    Os poucos que tentaram a sorte, não foram além dos testes preliminares. Nunca houve portanto alguém que demonstrasse ter qualquer poder sobrenatural.
    No entanto, não faltam clientes para Professores Karamba, Maias e outros vigaristas da nossa praça ou de qualquer praça em qualquer país deste mundo…

    Haja paciência e não desistam de (tentar) desmascar ou denunciar esses burlões. Mas esta é uma situação em que “eles” ganham sempre. E ganham porque haverá sempre crédulos dispostos a acreditar na charlatanice mais rebuscada que se consiga imaginar…

  1. Vidente desmascarada » AstroPT - Informação e Educação Científica

    […] Pseudo-Astronomia, TV por Carlos Oliveira25/10/2012Nós já tínhamos avisado… aqui, aqui, e aqui.Partilhe o […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>