A Ciência no mapa do metro

O site Science, Reason and Critica Thinking é um baú de tesourinhos…e não são daqueles deprimentes!
Para além de uma original tabela periódica, da qual já falamos aqui,  podemos encontrar também este fantástico mapa da história da Ciência Moderna, criado “para celebrar os feitos do método científico ao longo da idade da razão, do iluminismo e da modernidade”:

 

Mapa da história da ciência moderna

 

Notem que, se entrarem na página original do mapa, para além de poderem ver todos as “linhas” em detalhe, poderão também ver informação relativa a cada cientista mencionado. E estão lá todos os grandes nomes dos principais ramos da Ciência Moderna (pós séc. XVI)!
Mas, para mim, o mais interessante são as “conexões” entre as “linhas” pois a Ciência Moderna, apesar do alto grau de especialização individual, vive também da interdisciplinaridade. Apesar de ser hoje raro encontrar “naturalistas” a la séc. XIX, que estudem o mundo natural, desde a geologia, à biologia, passando pela química, (como Charles Darwin), assiste-se também ao renascer da importância da colaboração alargada entre disciplinas e do conhecimento menos estanque.

Este mapa reflete uma história maravilhosa!

4 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Obrigada pela sugestão, Gabriel!

    Eu também gostei muito do “Breve História de Quase Tudo” do Bill Bryson. Sendo escrito para “leigos” dá uma boa perspetiva também da história da ciência.

    1. De nada, Diana!

      Sim, também já li esse do Bryson há uns anos e também gostei.

  2. Para se ter uma ideia dessa “história maravilhosa”, pode começar-se, por exemplo, pelo livro “Science: A History” de John Gribbin (Penguin Books, 2002), que trata precisamente dos primeiros 500 anos da história da ciência, de 1543 a 2001. Leitura proveitosa.

    1. Acabei de descobrir que existe uma edição portuguesa: “História da Ciência – De 1543 ao Presente” de John Gribbin (Europa-América, 2005). O preço é que é exorbitante…

Responder a Diana Barbosa Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.