Jan 23

Nebulosa da Águia

Já falamos da Nebulosa da Águia, neste post.

Agora trago a mesma Nebulosa, mas vista em infravermelho (pelo telescópio Herschel) e em raios-X (pelo telescópio XMM-Newton).

E a mesma imagem, em vários comprimentos de onda:

3 comentários

2 pings

  1. Olá! vocês conseguiram ver(encontrar) nesta imagem de infra e raioX os rostos dos soldados5 com lança e lobos e um cavaleiro e seu cavalo de armadura, um lobisomem corcunda da esquerda para a direita!! como se estivessem indo para uma batalha. deve ter mais.

  2. Uma curiosidade: nestes anos todos que se observam e registram imagens das nebulosas, elas são iguais( no caso de uma mesma nebulosa a 40 ou 50 anos atrás) não se deformaram, a poeira não saiu do lugar? expandiu ou encolheu? era para se transformarem em outras imagens, não? caso essa da Águia, não parecia outra coisa antes ou vai virar uma casinha?

    1. Sim. Mas 40 ou 50 anos é pouco.

      Existem nebulosas que provavelmente já nem existem. Simplesmente estamos a vê-las como elas eram há milhares de anos atrás.

      http://www.astropt.org/2010/12/30/pilares-da-criacao-desaparecem/
      http://www.astropt.org/2011/02/09/montanha-em-ngc-2174-ira-desaparecer/
      http://www.astropt.org/2011/06/11/gigantescas-nuvens-cosmicas-desaparecem/

      abraços

  1. […] é a mesma coisa. Vejam por exemplo a imagem da Via Láctea em Infravermelho. E vejam agora a Nebulosa da Águia em diferentes comprimentos de onda. Ela tem aspectos completamente diferentes. Vejam a explicação da Dr. Michelle Thaller: (vejam […]

  2. […] próximo NGC 6611, fazem parte de uma região de formação estelar chamada Nebulosa da Águia, ou Messier 16. A nebulosa e os restantes objetos associados situam-se a cerca de 7000 anos-luz de distância da […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.