Cientistas russos atingem a superfície do Lago Vostok

Já aqui antes falámos sobre o Lago Vostok. Agora uma equipa de cientistas russos afirma ter conseguido chegar à superfície do lago subterrâneo. Esta equipa de cientistas terá perfurado até à superfície do lago tendo-a atingido no dia 5 de Fevereiro.

O Lago Vostok é um lago subterrâneo localizado na Antártida, localizando-se cerca de 4 km por baixo da Estação Vostok, que é um centro de investigação dirigido pela Rússia. Este lago tem uma forma elíptica com cerca de 250 km de comprimento e quase 50 km de largura. O fundo do lago divide-se em duas bacias, tendo a mais profunda cerca de 800 metros e a outra bacia 200 metros. A extensão do lago cobre uma área aproximada de 14 mil km².

Em 2005 descobriu-se que o lago tem uma ilha no centro e que o lago não é estático existindo pequenos movimentos devido à influência do Sol e da Lua que alteram a superfície do lago.

Segundo os cientistas, o Lago Vostok é um lago que terá sido coberto pelo gelo com o desenvolvimento dos glaciares na Antártida. Este fenómeno levou ao isolamento do lago do exterior por uma espessa camada de gelo. Actualmente pensa-se que este isolamento das águas do exterior poderá existir há cerca de 15 milhões de anos. O Lago Vostok poderá assim albergar diversas formas de vida completamente desconhecidas da Ciência.

Esta perfuração da equipa russa tem sido envolvida em alguma polémica, com outros cientistas a acusar os russos de não tomarem todas as precauções para evitar a contaminação do lago por agentes exteriores.

A possibilidade de a vida se manter isolada durante milhões de anos num ambiente como o do Lago Vostok, pode ser importante para se compreender até que ponto poderá haver vida em luas como Europa, um dos satélites naturais de Júpiter, que tem uma superfície coberta por uma espessa camada de gelo e que provavelmente terá um “oceano” líquido por baixo dessa camada de gelo.

A recolha de amostras do Lago Vostok e a sua análise em busca de microorganismos ancestrais, só irá ocorrer no final do ano, depois do inverno polar, quando as condições climatéricas na estação Vostok melhorarem consideravelmente.

Poderá ler mais sobre esta notícia aqui, aqui, aqui, aqui e aqui.

6 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Como é que foi descoberto o lago? É que se foi uma descoberta acidental, ainda é possível existirem outros pela Antártida fora, escondidos dos olhos humanos. Não?

    1. Sim, foi mais ou menos acidental, e sim já se descobriram muitos mais lagos do mesmo género 😉

      http://en.wikipedia.org/wiki/Lake_Vostok#Discovery

      http://en.wikipedia.org/wiki/Subglacial_lake#Antarctica
      “In total around 250-300 subglacial lakes are currently known in Antarctica. The realisation that lakes were interconnected created new contamination concerns for plans to drill into lakes. There are currently three projects to directly sample subglacial lakes in Antarctica. These are the British led Subglacial Lake Ellsworth project, the U.S. led Whillans Ice Stream Subglacial Access (WISSARD) and the Russian led Lake Vostok program.”

      abraços 🙂

  2. Primeira coisa que eu pensei foi no satélite Europa. Esperando ansiosamente por resultados das pesquisas sobre a vida no lago. Quem sabe dá um ânimo para acelerar o projeto de uma sonda à Europa.

  3. Não me admirava nada que os Russos, nos intervalos do Vodka, contaminem o Lago!!! Se existem vantagens nas ‘corridas’ tecnológicas, às vezes o orgulho nacional pode prejudicar a obtenção de resultados fiáveis… e no plano político parece que o discurso nacionalista anti-americano na Rússia tem cada vez mais adeptos!!!

    PS: Creio que o Carlos vai gostar do link’s!!! De todas as teorias conspirativas com UFO’s que já encontrei na Net, a da fuga dos Nazi’s para a Antártica, é das mais extraordinárias!!! E em algumas versões inclui o Lago Vostok, como o local ‘Místico’!!! Além disso tanto Portugal como o Brasil são ‘protagonistas’!!! Aí fica um ‘cheirinho’:
    http://www.mastersite.com.br/Ufologia/alemanha_antartida/alemanha_para_antartida.html
    http://www.ceticismoaberto.com/ufologia/3373/o-mito-dos-ufos-nazistas-2
    http://noticia-final.blogspot.com/2012/02/misterio-no-lago-vostok-vida-alienigena.html

    1. LOL 🙂

      Portugal é a grande base ET. Não basta olhar para a minha foto para perceber isso? 😛 LOL 😀

      Gostei especialmente do artigo no Cepticismo Aberto 😉

      Também já li alguns pseudos a dizerem que os Nazis, especialmente Hitler, escaparam para o “lado negro” da Lua e outros até dizem que os Nazis foram levados pelo suposto planeta enorme Nibiru (pelos vistos, passou por cá há 70 anos atrás :P)

      A parca imaginação tem limites demasiado irracionais… 😉

      abraços 🙂

        • Leonardo on 11/02/2012 at 01:24

        Será que tinha como mandarmos alguns políticos aqui do Brasil, para fazer companhia para os nazistas, se eles estiverem em Nibiru é melhor ainda.

  1. […] Podem ler com mais detalhe o post feito na altura pelo Pedro Seixas, aqui […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.