Grande asteróide a caminho da Terra

O asteróide 2011 AG5 irá passar perto da Terra a 5 de Fevereiro de 2040.
O asteróide tem um diâmetro de cerca de 137 metros. Ou seja, é maior do que aquele sobre o qual escrevi anteriormente.

O asteróide não irá bater na Terra. Passará a cerca de 287.000 kms da Terra (a Lua está a cerca de 380.000 kms).
No entanto, ainda não se têm certezas da rota exacta. É preciso estudar-se melhor a órbita do asteróide de modo a ter dados mais precisos. Devido a essa incerteza, existe alguma hipótese de impacto. A probabilidade é de 1 em 625.

Esta revisão acontece sempre, mas como também tem sempre acontecido, após de estudar melhor as órbitas dos objectos, eles deixam de ser considerados perigosos.
No entanto, caso bata, o que é improvável, provocaria milhões de mortos – não acabaria com a Humanidade, mas seria devastador.

Em 2013, 2016, e 2023, devido à proximidade deste asteróide, irá se estudar melhor a sua órbita, e tentar ter valores mais precisos para o que irá acontecer em 2040.

Claro que o facto de se ir poder prever com exactidão, como sempre, a rota destes objectos para daqui a algumas décadas, não irá fazer com que os vigaristas do costume parem de vender o fim do mundo…

52 comentários

2 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Boa tarde!
    Atualmente, após ele passar em 2013, já há novos cálculos da rota dele?
    Está mais descartada a possibilidade de cair aqui?

    Outra coisa, poderia me indicar, por gentileza, link que fala de terremoto no Brasil? Não consegui encontrar em Categorias. Gostaria de saber se é normal, ou se estão sendo provocados por alguma coisa, pois estou lendo algumas notícias sobre terremotos em vários estados brasileiros, como no rio de janeiro.

    Obrigado!

    1. Oi Robert,

      Se colocar “terramotos” na função “procurar” ou se fôr ao nosso post Top100, vai encontrar dezenas de artigos sobre terramotos (com “a”, em português de Portugal).
      E sim, são absolutamente normais. Todos os dias existem centenas (sim, leu bem) de terramotos. Sempre existiram. Sempre existirão.

      Quanto ao asteroide 2011 AG5 irá passar “perto” da Terra em 2040. Por “perto” entenda-se mais de 2 vezes mais longe que a Lua, logo será bastante longe.
      http://ssd.jpl.nasa.gov/sbdb.cgi?sstr=2011AG5;old=0;orb=0;cov=0;log=0;cad=1#cad

      abraços

  2. Achei interessante a questão: O que aconteceria no caso de algum asteroide bater na Lua ? quais seriam as consequencias para a Terra?

    Parabéns pelo site 🙂

    1. Depende em primeiro lugar da massa e violência do embate.
      Na grande maioria dos casos, nada aconteceria.

      No entanto, vamos supôr que viria um enorme cometa que destruiria a Lua… nesse caso, criar-se-ia um anel de detritos ao redor da Terra, que ao fim de muitos milhões de anos coalesceriam para formar uma nova Lua… em princípio, passar-se-ia o mesmo que há mais de 4 mil milhões de anos 😉

      abraços!

  3. O asteroide que vai acertar a terra se chama 2003 QQ47 e poderia acertar a terra dia 21 de março de 2014, ou seja esta ano, a chance de umas colisão catastrófica e de uma em 250 mil, e tem 1,2 quilômetros de diâmetro, a preocupação e saber onde ele vai cair.

    1. Se bem que originalmente, quando foi descoberto, havia uma pequena chance de ele bater (devido às incertezas iniciais), a verdade é que após mais observações, essa suposta colisão foi totalmente colocada de parte.

      http://pt.wikipedia.org/wiki/%28143649%29_2003_QQ47
      http://neo.jpl.nasa.gov/news/news138.html

      abraços

    • CLEUTON GRANJA DE OLIVEIRA on 22/11/2013 at 20:56
    • Responder

    POR QUE A NASA NÃO EXPLODE ESSA ZORRA?

    1. Em primeiro lugar, o Cleuton não devia usar palavras maiúsculas, que é interpretado como falta de educação e falta de respeito pelas pessoas.

      Quanto à sua pergunta, a resposta está aqui:
      http://www.astropt.org/2011/11/11/formas-de-desviar-asteroides/

      abraços

  4. Carlos mas se pegar na Terra ja sabem em qual paises ira afetar?

    1. Não se pode saber isso. 😉

      abraços

  5. Carlos Oliveira

    Admiro o conhecimento e as informações que nos passam…. Parabéns amigo… Abraços

    1. Obrigado! 🙂

  6. Amigo Carlos, não há a possibilidade da gravidade da Terra (e da Lua) poderem alterar a rota do asteróide?

    1. Sim, da Terra há.
      Para já não podemos prever o quanto.

      abraços

        • Bembe on 26/09/2013 at 02:06

        Bem me parecia, obrigado.
        Abraço!!!

  7. Os asteróides são planetóides de menor dimensão, oriundos da cintura de asteróides, na cintura de Kuiper ou da longícua nuvem de Hoort. As órbitas de qualquer planeta (classe) é aproximadamente elítica, mas imfluneciada pelas atrações gravitacionais com outros corpos.

    Através de um programa do modelo orbital e com a trajetória deste asteróide possamos ver se passa junto de um dos gigantes gasosos, principalmente júpiter (tem a mesma massa que todos os outros corpos planetas do sistema solar) e alterar a órbita para melhor. A passagem pela cintura de asteróides poderá lançar destes objetos para a terra. Esperemos que a Lua desempenhe bem o seu papel que vem fazendo desde sempre: o de escudo.

    A passagem a uma distância inferior à da distância à Lua deixa-me aprensivo. Nem mesmo uma probabilidade de 0,16% me deixa descansado.

    Esperemos por novas medições e cálculos. Estejamos atentos.

    1. Zé Vaz,

      Enviou um outro comentário a dizer para não publicar (o que vou respeitar), mas não entendo 2 coisas:
      – porque não quer que publique? Penso que não tinha nada de “mal”.
      – que mensagem e que parte da mensagem foi eliminada? Que textos/links não aparecem?

      Estou confuso…

  8. Massas pequenas podem sim invadir o espaço do nosso sistema solar, viajar com sua velocidade normal ou talvez até acelerar-se um pouco mais devido a orbita possibilitar, pois são pequenos. Já grandes massas, sofrem alterações ao tentar invadir, começa a rodopiar, o que podemos dizer que sua rota se altera com o os giros, então, posso dizer que o nosso sistema solar tem sua alta defesa para corpos celestes de grande massa. Não sou nenhum Galileu,e nem um Aistem, mas estou seguindo os conceitos deles. eles sabiam demais…

    1. Não cheguei a perceber o seu comentário… a não ser que Aistem deve ser Einstein…

      Temos uma categoria só para Einstein. Devia ler sobre o que ele escreveu.

  9. Mas por causa do peso do asteroide e a força da gravidade da terra , não há uma possibilidade maior dele poder cair na terra?

    1. Todos os objectos têm massa. Peso é outra coisa… e a massa está prevista nas contas 😉

      abraços

        • Cristiano on 26/09/2013 at 14:16

        Prezado Carlos, e a possibilidade de atração pelo campo gravitacional da Terra, existe?

      1. Ele é certamente atraído pelo campo gravitacional da Terra.
        Assim como irá sofrer efeito de outras coisas. Exemplo: Yarkovsky effect.

        Mesmo assim, não irá colidir.
        O que não quer dizer que não possa sofrer uma modificação da rota que o coloque em rota de colisão no futuro 😉

        abraços

  10. Carlos Oliveira, como você aguenta tanta tolice nos comentários? Meu Deus…

    Voltando ao assunto, convenhamos que 1 em 625 é uma probabilidade relativamente alta…

    1. A minha paciência é como o Universo… infinita 😉

      Sim, é relativamente alta. A probabilidade é baixa, mas comparando com todos os outros, então é alta 😉

      abraços

  11. Uau ,mas não seria fim do mundo e sim evolução! 2 bj

  12. Ola…
    Por mais remota que seja a possibilidade de o asteróide passar entre a terra e a lua, quais poderiam ser as consequências? e se embate na lua? poderá haver alterações nas marés, tanto com a passagem como com o embate? obrigado.

    1. Vai passar entre a Terra e a Lua. Todos os anos passam dezenas deles, sem consequências para nós.

      Não embate na Lua 😉

      abraços

        • RCurto on 25/08/2013 at 18:54

        … obrigado B|

  13. Quanta bobagem nos comentários , nós estamos perdendo o poder de interpretação mesmo , analfas funcionais ….

  14. O conhecimento é nossa salvação ou nossa condenação.Ainda é preciso para muitos, a educação das ciências atingir seus intelectos,para ser mais autônomos e senhores do conduzir de suas trajetórias individuais. Para que os charlatães de prontidão,não assumam o timão do coletivo.
    Estamos expostos a alguns eventos de grande magnitude,que possa nos ameaçar a existência,a dinâmica terrestre e celeste já provou isso em outras épocas imemoriais para a nossa percepção de tempo,somos apenas uma partícula de pequena sobrevida.

  15. Noobs sempre criticando, sem ao menos lerem a matéria.

    Carlos Oliveira, parabéns pelo post

    • Eduardo Emygdio on 14/12/2012 at 19:35
    • Responder

    O Fato deste Objeto passar muito perto da Terra, poderia em alguma circunstância causar algum dano….até mesmo pela velocidade de um Objeto deste???…

    E outra coisa….Franklin e Camila, vão ler a Veja e a Caras, é mais a cara de vocês, pelo menos não fico perdendo meu tempo lendo tanta baboseira….isso é uma ofensa ao site dos caras que trabalham sério e aguentam este tipo de questionamento ridiculo, vão assistir desenho animado e parem de encher o saco de pessoas estudadas que se preocupam de fato com a informação verídica

    Carlos Oliveira, Parabéns pelo trabalho.

    1. Eduardo,

      Passar perto nada provoca. Alguns têm passado abaixo da altitude dos satélites de comunicações, e nada têm provocado 😉

      Não percebi o seu comentário sobre Franklin e Camila, nem sei quem são.

      abraços

  16. Achei esse site que mostra vários asteroides e as datas de suas aproximações da Terra
    http://www.apolo11.com/asteroides.php

  17. É esse asteróide vai passar perto da Terra, mas acredito que não há razões para se preocupar tanto, visto que as chances de impacto são pequenas. Olha só, em novembro de 2011 um asteroide passou bem pertinho daqui, entre a Terra e a Lua, e tinha 400 metros de diâmetro se eu não me engano, e não nos causou nada. E parece que um asteroide gigante vai passar perto de novo aqui, neste dia 20 de maio, e de novo em dezembro de 2014. Não sei se a informação procede, mas a tirei daqui http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI5742838-EI301,00-vc+reporter+asteroide+gigante+passa+proximo+a+Terra+apos+anos.html

  18. Agora sim eu lí o texto.
    Mas por favor,não se zangue com a pergunta que eu vou fazer:Você tem certeza de que o asteróide enorme vai passar perto da Terra?

    1. Sim, está explicado no texto…

      abraços

  19. Disseram que o mundo ía acabar no ano 2000 e não aconteceu nada,e estão dizendo que vai acabar em 2012 e agora 2040,pois eu não acredito nisso o que o pessoal fala,pois eu concordo com a Camila,ok?

    1. Antes de fazerem comentários, por favor leiam os textos.
      Comentar sem ler, dá disparate.

      Se não acredita nisso, então NÃO concorda com a Camilla. O Franklin diz o CONTRÁRIO da Cammilla.

      Por outro lado, isto não é uma questão de concordar ou discordar dos outros. O artigo nada tem a ver com opiniões pessoais, mas sim com conhecimento que não depende se se concorda ou não com ele.

      Foi-lhe dado conhecimento no artigo.
      O que a Camilla disse foi baseada obviamente em pessoas que a andam a vigarizar.

  20. Camilla,

    A informação que o Carlos Oliveira deu é concisa, verificável e está de acordo com o que se sabe na atualidade sobre este assunto. Se eu pesquisar em sites fidedignos poderei confirmar é a melhor disponível.

    Eu não vou dizer que a informação que o Carlos colocou acima é verdade ou mentira. Vou apenas dizer que está de acordo com o melhor conhecimento que temos sobre esse assunto. E se reparar, verá que o Carlos colocou hiperligações para facilitar a verificação das fontes a que recorreu.

    Também não vou dizer que a sua informação é verdadeira ou falsa. Vou é perguntar-lhe: quais são as suas fontes? e são fontes credíveis?

    Para mim, fontes fidedignas ou credíveis são aquelas que habitualmente dão informação que, de uma forma consistente, se tem verificado estar correta na maior parte das vezes; e que mesmo quando se vem a demonstrar estar errada, são os próprios responsáveis desses sites ou instituições que têm a preocupação de publicitar o erro. É este tipo de consistência que dá credibilidade ao conhecimento científico.

    Para nos ajudar a ter um pensamento racional e a questionarmos o que nos é dito, ou o que lemos ou vemos, um grande cientista e comunicador, chamado Carl Sagan propôs um “kit de deteção de tretas”. Esse kit dá uma série de pistas para nos ajudar a distinguir uma argumentação baseada na razão, de uma argumentação falaciosa ou fraudulenta.

    Como infelizmente Carl Sagan já nos deixou, outras pessoas continuaram o seu trabalho. Uma destas pessoas, Michael Shermer publicou um vídeo muito bom no Youtube. Tem legendas em Portruguês. Mas se puder ouvir e compreender em Inglês, melhor porque por vezes perde-se alguns detalhes na tradução.

    http://www.youtube.com/watch?v=AWnczV_qJd4
    (Kit de Deteção de Baboseira)

    1. Excelente vídeo 🙂

  21. Que mentira,li varios sites que confere que o asteroide esta a caminho da terra e podera colidir em 2014 em 21 de março ,garanto e concordo que aqueles que falou isso nao falou a toa ele vai valer 20 milhoes de bobas semelhantes aquelas que o EUA jogou na Hiroshima quer dizer vai ser completamente distruido o nosso planeta

    1. Camilla, por favor não fale daquilo que não sabe.
      Este é um local de conhecimento, e não de conspirações disparatadas.

      Se você quer ser vigarizada por quem nada sabe do assunto, o problema é seu.
      Mas por favor não entre em locais de conhecimento dizendo bobagens!

      Qualquer local de conhecimento, neste caso astronómico, mostra a informação que lhe dei no post.
      Este asteróide irá passar perto da Terra em 2040.

      Isto é com base nas observações do asteróide, e nos cálculos matemáticos da sua trajectória.

      Já o que você disse é baseado na sua crença em vigaristas de fim-do-mundo que nem sabem o que é um telescópio nem nunca viram um asteróide.

      Quer ser vigarizada, o problema é seu. Mas não entre em locais de conhecimento, com a arrogância de afirmar bobagens.

    2. Santo Deus, dai-nos paciência…

    3. tola, não fale bobagens

      • Victor Andrade on 26/09/2013 at 01:11
      • Responder

      Pelo português…

        • Cristiano on 26/09/2013 at 14:10

        Victor, talvez a Camila seja brasileira sim, assim como eu. No entanto, estou também no campo de estudos e não de crenças de fim-de-mundo e, por isso, também contesto a tamanha bobagem que ela propagou com tanta certeza.

        Porém, este fato não deveria ser motivo de chacotas entre nossos povos. Brasil e Portugal sempre foram motivo de piada entre ambos, é bem verdade. Agora, do mesmo modo que ela foi infeliz em sua afirmativa, você foi extremamente infeliz na sua piadinha cansada num local onde se propaga conhecimento.

        Quer ser engraçado? Procure o local adequado para isso, mas por favor. Mude o repertório.

        O que você propaga, reverbera em mesma frequencia e sintonia para você. Evolua, amigo. Estamos aqui para isso. abraços brasileiros e fraternais!

        • Alessandro Lima on 27/09/2013 at 00:57

        Cristiano, me desculpe mas você foi muito infeliz no seu comentário.
        O Victor refere-se aos erros de escrita da Camila e não fazendo referência ao povo de Portugal.
        As vezes temos que reler para prestar uma melhor atenção ao conteúdo para não dispararmos bobagens.
        Caso você prestasse um pouquinho mais de atenção ao texto teria ficado sem essa.
        Abraços

    4. kkkkk sem comentários.. . camilla se quiser eu te dou umas aulas particulares. rs 😉

    5. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKk

      • Joaquim Augusto on 30/03/2014 at 04:48
      • Responder

      Bem, eu ainda estou aqui. Você também está. Nada aconteceu.

  1. […] 2010. 2010. 2011. 2012. 2013. 2014. 2014. 2016. 2017. 2019. 2020. 2021. 2023. 2027. 2032. 2036. 2040. 2060. 2061. 2110. 2182. 2880. […]

  2. […] tornou-se uma preocupação para os cientistas quando as incertezas na sua órbita projectaram um risco de colisão com nosso planeta de 1 em 500 para o encontro de Fevereiro de 2040. Caso este objecto atingisse a superfície terrestre, o impacto libertaria uma energia equivalente […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.