Enorme asteróide irá passar pela Terra para o ano

A NASA informou que um asteróide com um diâmetro máximo de quase 100 metros (o que explodiu em Tunguska tinha 50 metros) irá passar perto da Terra às 19h25m (de Portugal) do dia 15 de Fevereiro de 2013.
O asteróide tem o nome 2012 DA14, e vai passar a cerca de 27.000 kms da Terra (dentro da órbita de satélites geoestacionários).
O asteróide não irá bater na Terra, mas se batesse libertaria o equivalente a uma explosão de uma bomba de hidrogénio.
Não irá bater, mas é claro que a especulação na internet já começou… afinal, o mundo não acabando em Dezembro de 2012, os pseudos têm que manter as pessoas no medo nos meses e anos seguintes com outras estórias…

26 comentários

5 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Isabel milagre on 14/02/2013 at 19:33
    • Responder

    Boa tarde.
    Estamos nas vésperas da passagem do asteróide DA 14. Amanhã estamos todos a olhar para o ar à procura dele e é sobre isso que gostaria que me ajudasse. Em Portugal é visível onde? Qual a trajectória? E também se a hora se mantêm?
    Muito Obrigada.

    • Sandra Teixeira on 12/02/2013 at 22:45
    • Responder

    Obrigada Carlos pelo seu esclarecimento.
    Poderá existir, mesmo que remota, alguma alteração na rota do asteróide e este bater na terra?
    Acho que deveria de haver um ou vários programas para este tipo de ameaças…enfim, gasta-se no que não se deve e não se gasta no que se deve.

    1. As pequenas mudanças já estão incluídas nas estimativas 😉

      Actualmente já existem programas de detecção destes riscos. Mas tem razão, são muito poucos, e daí que quem tem feito um enorme trabalho no seguimento destes objectos, são os amadores 😉

      abraços

    • Sandra Teixeira on 12/02/2013 at 22:23
    • Responder

    Boa Noite
    Seria possível este asteróide bater na terra? Quais as suas consequências???
    Obrigada

    1. Não vai bater 😉

      Seria semelhante a Tunguska:
      http://www.astropt.org/2008/06/30/tunguska/

      Mas depende bastante da sua composição 😉

      abraços

  1. Obrigado. Li em um artigo que nenhum dos asteroides catalogados, conhecidos estão em rota de colisão com a Terra, não há risco, mas que podem haver novos. Incluem os asteroides Apollo? Essa informação é verdadeira?
    Obrigado

    1. Robert, isto é o que diz o link:
      “Eles são asteroides que têm uma órbita cujo o semieixo maior é mais comprido que o da Terra. Em alguns casos eles podem orbitar muito próximo à Terra, tornando-os candidatos potenciais a uma colisão com nosso planeta.”

      abraços! 😉

  2. Olá Carlos,
    O que seriam as bolas de fogo de Fevereiro? E o que é o grupo Apollo de asteróides próximos da Terra?
    Li um comentário sobre aumento do número das mesmas em relação aos meses homólogos, o que seriam “as mesmas” e meses homólogos?
    Grato

    1. Existem Chuvas de Estrelas praticamente todos os meses, por vezes até várias num mês. Algumas são mais fortes.
      Chuvas de estrelas são picos de estrelas cadentes, quando a Terra passa por mais “poeira” espacial deixada por cometas no passado.
      Todos os anos, esses picos de chuvas de estrelas acontecem obviamente na mesma altura, porque é quando a Terra passa por esse ponto na órbita.
      As maiores são as Leónidas e as Perseidas.

      Pode ler tudo sobre elas na categoria respectiva: chuva de estrelas 😉

      Asteroides Apollo:
      http://pt.wikipedia.org/wiki/Asteroide_Apollo

      abraços

  3. Como vai passar dentro da órbita de satélites geoestacionários, então é possível, mas improvável, que bata em algum satélite:
    http://www.sott.net/articles/show/245629-Asteroid-2012-DA14-May-Hit-Communications-Satellite-in-2013

    • Davi Albuquerque on 02/03/2012 at 23:40
    • Responder

    Quando vocês descobrirem algo que realmente vai acertar a Terra, ficamos sempre nesse suspense e nada acontece, que chato …

    1. Davi, o Chuck Norris estará sempre cá para pontapear os asteróides malditos! 😛 😀

    • Renato Romão on 01/03/2012 at 22:46
    • Responder

    Boas,

    Carlos, este asteróide tem alguma coisa haver com as bolas de fogo de Fevereiro?
    Pertence ao grupo Apollo de asteróides próximos da Terra?
    Ou é mera coincidência?

    Visto que este mês é à muito estudado devido a aumento (em relação a todo o ano) das mesmas neste mês.

    P.S. – Os pseudos pode estar descansados que este ano não houve aumento do número das mesmas em relação aos meses homólogos. 😉

    Offtopic – O meu amigo sabe se está tudo bem com a Ana G., pois também nunca mais deu “noticias” por aqui?

    Abraço

    1. Olá,

      Sim, pertence aos Apollo 😉

      A Ana anda com alguns problemas, mas tudo correrá pelo melhor ;). Obrigado 🙂

      abraços

        • Renato Romão on 02/03/2012 at 20:14

        Grato pela informação Carlos. 😉

        Ana… FORÇA!!!

    2. Olá Renato, o Carlos disse-me que tinha perguntado por mim. 🙂 Fico sensibilizada!! 🙂

      É como o Carlos já disse. 🙂 A vida anda-me a pregar algumas partidas duras e eu ando a tentar resolver e ao mesmo tempo descansar. 🙂 Não se preocupe. E obrigada pela lembrança, acredite me deixou feliz.

      Beijinhos!

        • Renato Romão on 03/03/2012 at 15:04

        Olá Ana.

        O astroPT para além do excelente trabalho (q ñ me canso de dizer), é também uma referência pelas pessoas que partilham este espaço.

        Ana… “May the force be with you”. 😉 🙂

    • António Castanheira on 01/03/2012 at 18:28
    • Responder

    “Apenas” 27000 kms de diferença a 1 ano de distância, “it´s a close call indeed”…

    Pode vir a verificar-se alguma alteração a este valor, por meio de uma aferição mais atualizada e mais rigorosa, e a distância pode diminuir, mas pode também até aumentar…de modo que a probabilidade de impacte permanece virtualmente nula.

  4. Olá Carlos, gosto de vir aqui, pois sempre respondes nossas questões. Portanto o que tem a dizer (Se é que tem algo a dizer) sobre um suposto cinturão de Fótons, ao qual nosso Planeta estaria entrando este ano e que, supostamente, seria uma confirmação de previsões de povos antigos, a respeito da entrada da Terra na Era da “Luz”?

    Segundo o que dizem, este cinturão circunda Alcione e a cada 26 mil anos a Terra passa por ele.

    Seria verdade? Que tal fazer um post sobre isso, assim como fez sobre Elenin?

    Grande abraço!!

  5. Segundo os números que o gerador de efemérides da NASA mandou cá para fora (após 6 dias de monitorização), o calhau irá passar quase de Sul para Norte, na zona entre o Leão e o Cão Maior e poderá nem chegar ao limiar do visível a olho nú em céu escuro (<6.7 mag) durante menos de 15 minutos pouco depois da aproximação máxima à Terra por volta das 19:25 (+/- 30 min).
    Para ver de cá de Portugal, será de se olhar para Este, relativamente perto do horizonte. O bicho vai estar a mexer-se nessa altura a uma velocidade de perto de 1 grau/minuto (corresponde a demorar 30s para atravessar uma Lua Cheia).
    Acho que vai passar despercebido a muito boa gente… Mas será possível registá-lo em fotografia, sem grandes complexidades no equipamento. Ainda é cedo para planear com detalhe, mas parece ser plausível. Ainda por cima calha a uma sexta-feira 🙂

    1. uhhhhhhhhhhhh sexta-feira 15 !!!
      Toda a gente sabe que é o dia dos Zombies 🙂

      LOLLLLLLLLLLLLLL 😀

      Obrigado, Filipe, pela informação sobre a observação dele 😉

  6. Os astrónomos amadores que levam o hobby a sério, de uma forma racional e objectiva, podem contar com a dose habitual de alarme daqueles curiosos que vêm aqui mais uma catástrofe iminente vinda dos céus.
    Nada a que já não estejamos habituados…

  7. Marquem no vosso calendário o dia 15 de Fevereiro do ano que vem 🙂

    E sendo no dia a seguir ao Dia dos Namorados… já tamos mesmo a ver o que vai acontecer pró ano 😛

  1. […] Cognitiva: mentiras. Lista + 10 + 11 + infografia. Ig Nobel. 1910. 2008. 2010. 2010. 2011. 2012. 2013. 2014. 2014. 2016. 2017. 2019. 2020. 2021. 2023. 2027. 2032. 2036. 2040. 2060. 2061. 2110. 2182. […]

  2. […] O asteróide 2011 AG5 irá passar perto da Terra a 5 de Fevereiro de 2040. O asteróide tem um diâmetro de cerca de 137 metros. Ou seja, é maior do que aquele sobre o qual escrevi anteriormente. […]

  3. […] asteróide 2012 DA14 tem entre 50 e 100 metros. Como aquele que explodiu sobre Tunguska tinha 50 metros e provocou a […]

  4. […] 15 – o asteróide 2012 DA14 irá passar perto da Terra a 15 de Fevereiro de 2013. […]

  5. […] Lembram-se do asteróide 2012 DA14, que vai passar por aqui em Fevereiro de 2012? Leiam aqui. […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.