SDO observa forte fulguração solar

Depois de um período de quase duas semanas de relativa tranquilidade, a actividade solar está novamente em alta. A região activa 1429 tem estado a produzir fortes fulgurações desde que emergiu no passado dia 2 de Março no extremo leste do disco solar. O Solar Dynamics Observatory detectou hoje de madrugada mais uma explosão – uma fulguração classe-X, a mais forte até agora emitida pela região. Vejam em baixo as imagens:


Fulguração classe-X1 observada pelo Solar Dynamics Observatory na banda do ultravioleta extremo (131 Å). As variações bruscas de brilho são artefactos produzidos pelo software responsável por esta animação, e resultam de ajustes ao aumento do brilho do disco solar provocado pelo fenómeno.
Crédito: SDO(NASA)/AIA consortium/Helioviewer.

A explosão provocou uma momentânea interrupção na propagação de ondas rádio de alta frequência no hemisfério diurno da Terra, e libertou uma ejecção de massa coronal que deverá atingir nas próximas horas os planetas Mercúrio e Vénus. Não se esperam alterações significativas na actividade geomagnética nos próximos dias resultantes deste evento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.