Hubble Observa a Espiral Barrada NGC2683


(Crédito: ESA/Hubble & NASA)

O telescópio Hubble obteve esta imagem espectacular da galáxia NGC2683, situada na constelação do Lince, com a Advanced Camera for Surveys (ACS), um dos seus instrumentos mais versáteis e sensíveis. Apesar de não ser aparente na imagem, NGC2683 é uma galáxia espiral barrada, em que os braços espirais terminam numa estrutura linear (a barra) centrada no núcleo e contendo uma grande densidade de estrelas. A barra não é visível na imagem pois a galáxia está a ser vista “de lado” e os braços espirais mais exteriores e as poeiras neles existentes encobrem as suas zonas mais interiores. Os astrónomos deduziram a estrutura barrada para NGC2683 com base no estudo do movimento das estrelas em torno do núcleo da galáxia. Esse estudo é realizado medindo o efeito de Doppler provocado por esse movimento na luz emitida pelas estrelas da galáxia em diferentes pontos do disco. A imagem que se segue, da galáxia designada de UGC12158, mostra o aspecto típico de uma galáxia espiral barrada vista “de cima”.


(Crédito: ESA/Hubble & NASA)

A nossa própria galáxia, a Via Láctea, é uma espiral barrada, uma descoberta relativamente recente dos astrónomos que estudam a sua estrutura e evolução. A imagem que se segue mostra o aspecto que a Via Láctea poderá ter vista de uma perspectiva semelhante da UGC12158, com base nos estudos mais recentes da estrutura galáctica, em particular no que diz respeito à localização da barra e dos vários braços espirais.


(Crédito: NASA/JPL-Caltech)

Podem ver mais detalhes sobre esta imagem aqui e mais pormenores sobre a imagem de NGC2683 aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.