Descobertas evidências de actividade vulcânica recente na Lua

Cientistas do Physical Research Laboratory, na Índia, anunciaram na semana passada a descoberta de claras evidências de actividade vulcânica recente na Lua. A partir de dados obtidos pelas sondas Lunar Reconnaissance Orbiter e Chandrayaan-1, Prakash Chauhan e colegas analisaram a morfologia e a mineralogia do pico central de Tycho, uma cratera de impacto Copernicana formada há apenas 110 milhões de anos. No cimo e nas vertentes da montanha de 2 km de altura, os investigadores indianos descobriram diversas estruturas de origem vulcânica com composições heterogéneas, o que sugere a presença de actividade geológica prolongada posterior à formação da cratera.

O pico central da cratera Tycho numa visão oblíqua obtida a 10 de Junho de 2011 pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter.
Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University.

Os picos centrais das crateras complexas são bastante interessantes do ponto de vista geológico porque representam material escavado das profundezas da crusta pela descompressão da superfície logo após o impacto. O pico central de Tycho distingue-se pela complexidade da sua composição e pela presença em seu redor de materiais solidificados mais jovens que o manto de ejecta que se estende no exterior da cratera. Os indícios de actividade vulcânica agora identificados vêm sugerir que esses materiais não foram fundidos pela energia libertada pelo impacto que gerou a cratera, mas sim expulsos de uma fonte subsuperficial de magma perturbada pela colisão, o que implica a existência de actividade geológica nas regiões mais interiores da crusta lunar na altura da formação de Tycho.

Bloco rochoso com 120 metros de diâmetro fotografado pela Lunar Reconnaissance Orbiter no topo do pico central de Tycho. A equipa de cientistas indianos sugere que esta estrutura é uma cúpula vulcânica. São também visíveis em seu redor outras estruturas de origem vulcânica, nomeadamente fissuras vulcânicas e um lago de lava.
Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University.

A confirmação destes achados carece da recolha e da datação de amostras, algo que dependerá apenas da concretização de futuras missões à superfície da Lua. Até lá resta investigar a presença de estruturas semelhantes nos picos centrais de outras crateras Copernicanas.
Podem encontrar o artigo original deste trabalho aqui.

8 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Domingos Junqueira on 20/11/2015 at 02:48
    • Responder

    Olá Sérgio
    Interessante ver uma pessoa da área de saúde com uma página s/ astronomia, minha família é de médicos e eles não demonstram muito apetite pelo assunto.
    O artigo acima fala s/ atividade vulcânica na lua, mas não seria possível q na realidade eles estejam detectando atividade elétrica no nosso satélite? (… comentário editado…)

    1. Caro Domingos Junqueira,

      Agradecemos as palavras para o Sérgio.

      É pena que nem a sua família nem o Domingos Junqueira se interessem por astronomia.

      Este é um local de ciência. Não um local para divulgar vídeos com vigarices da pseudociência.
      Já lhe foi explicado noutro local que a pseudo-ideia do Universo Elétrico é uma vigarice.
      http://rationalwiki.org/wiki/Electric_Universe

      Por favor, não nos faça perder tempo com crenças pseudo-religiosas. Obrigado.

      1. ” Universo Elétrico ” é especulação pseudo, dos quacks.

        http://insti.physics.sunysb.edu/~siegel/quack.html

        \o/

    2. Bem colocado, Carlos.

        • Domingos Junqueira on 20/11/2015 at 05:40

        Ok Carlos,

        não dava conta que já tinha entrado em contato contigo. Parece q visitei o blog do Ricardo tb, já que reconheço a foto.
        Já que não sou bem vindo gostaria de garantir q se algum dia voltarmos a nos encontrar será por um infeliz esquecimento meu.

        Passar bem.

      1. Toda a gente é bem-vinda, logo que não venha para mentir sobre o conhecimento científico e vigarizar as outras pessoas.

        O fundamentalismo religioso não devia sequer ser aceite na internet (que é feita com o conhecimento científico que é negado pelos fundamentalistas).

        • Domingos Junqueira on 20/11/2015 at 15:06

        Tinha ficado de não vir mais, mas acabei não resistindo a sua última mensagem.

        Com todo o respeito gostaria de ressaltar q o pessoal do UE vem a anos dizendo q cometas não são bolas de gelo e isso se confirmou com a missão Rosetta.

        (… comentário editado…)

      2. Caro Domingos Junqueira,

        Se ainda não percebeu, eu torno-lhe a dizer: você não vem para aqui divulgar a sua treta pseudo-religiosa, disfarçando-a de ciência. Criacionismo já há muito noutros lados. Leve lá o seu Universo Elétrico (UE) para esses websites criacionistas com mentiras, negação do conhecimento científico e hipocrisia a rodos, que eles de certeza que o aceitam como alguém ao nível deles.

        Penso que você dizer que a missão Rosetta mostrou que os cometas não são bolas de gelo sujas, prova a ignorância, a manipulação e as mentiras que vocês transmitem.
        E no entanto, não faltam artigos sobre essa missão, incluindo neste blog, que mostram sem sombra de qualquer dúvida que o cometa é uma bola de gelo suja.

        Você também falou no Big Bang como sendo religião, o que se prova que nunca se deu ao trabalho de ler e compreender as evidências para a Teoria do Big Bang, que diariamente é posta em causa pelos cientistas (como todas as teorias científicas baseadas em factos) e que todos os dias mostra que está totalmente correta com mais evidências.

        Se você não entende que é um fundamentalista religioso, não sei que lhe fazer.
        Também aqui no blog já demos conta que os fundamentalistas religiosos andam a destruir museus, centros científicos, cultura, história, dos sítios por onde passam. Por vocês, aconteceria o mesmo ao conhecimento científico que nos dá todo o mundo em que vivemos.
        Vocês fazem o mesmo dos Criacionistas: negam o conhecimento científico enquanto o utilizam. Isto define-se como hipocrisia.
        Além disso, usam a ignorância dos assuntos para mentirem às pessoas. Isto define-se como vigaristas.

        Passe bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.