Debates com trolls

Como é normal, de vez em quando entram aqui no astroPT, trolls a comentarem os nossos artigos.
Seja porque são fundamentalistas religiosos, seja porque são tarados New Age, seja porque são crentes extremistas em ideias pseudo, o certo é que todos eles utilizam hipocritamente a internet para atacarem de forma totalmente ignorante o conhecimento científico que lhes permite viver diariamente.
Mas mesmo quando lhes respondemos às dúvidas, com o conhecimento que sabemos existir, mesmo assim eles negam esse conhecimento e continuam a trollar como se tivessem qualquer razão. A irracionalidade é tal, que eles não conseguem pensar sequer com um mínimo de inteligência.
Por mais que todas as evidências mostrem o contrário, este tipo de crentes fundamentalistas nega as evidências para continuarem a afirmar disparates.

Tudo o que estes trolls têm na vida foi-lhes dado por cientistas, enquanto os pseudos nunca fizeram nada de positivo pelo mundo ou pela Humanidade (pelo contrário, eles são os responsáveis pelo estagnamento e diminuição mental, cultural, e científica da sociedade humana, com o seu ponto alto na chamada Idade das Trevas).
Mas há quem faça disto um ponto positivo, porque lhes permite seguir vigaristas ou serem eles próprios os vigaristas.

E é impossível dialogar com os vigaristas ou com quem os segue de forma cega, porque eles negam as evidências e o conhecimento que utilizam todos os dias.
Aldous Huxley disse: “Facts do not cease to exist because they are ignored”. Ou seja, os factos não desaparecem só porque os ignoramos. Infelizmente, os pseudos não conseguem entender o que é tão simples de compreender. Os pseudos parecem os bebés que só porque decidem pôr as mãos à frente dos olhos, imaginam que tudo o resto desaparece.

Daí que gostei desta citação de Scott D. Weitzenhoffer, que se aplica não só a Criacionistas, mas a todos os pseudos que se lembram de se armarem em troll:

“Debater o tema da Evolução com Criacionistas é similar a jogar xadrez com pombos – os pombos também deitam as peças abaixo, defecam no tabuleiro, e a seguir vão de volta para o seu bando dizer que ganharam o jogo”.

(tal como os trolls também não têm conhecimento do jogo (ciência), negam as evidências, defecam no conhecimento (tabuleiro) que se tem do mundo, e a seguir vão de volta para as suas seitas dizer que ganharam o jogo)

25 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Trolls, pelo que entendi, se refere a personagens como religiosos que vem pregar fé e criacionismo em sites de ciências, isto é, fora de seu lugar, de seu meio religioso; e aos conspiracionistas pseudocientíficos defensores de Ets construtores de pirâmides. Por mais que pareçam divergentes, na verdade são idênticos: presos à fé, não à razão.
    Na minha opinião, acreditar cegamente em ETs construindo ou guiando construções pirâmides no Passado de nossa história é uma evidente falta de respeito e consideração aos valores culturais, criativos e engenhosos de nossas civilizações passadas, o que acaba por ser ser também uma desconsideração às próprias capacidades humanas. Dar o crédito aos Aliens e não aos humanos é no mínimo anti-racional.
    Dos crentes eu não vou nem falar, porque o conspiracionista ufólogo ao menos pesquisa e usa o cérebro, erradamente, mas usa, já o crente em sua maioria é pouco mais esperto que uma ovelha que segue seu pastor.

    1. O Marco Santos tem uma boa explicação sobre trolls e como lidar com eles 🙂

      http://www.astropt.org/2011/12/16/eu-defendo-a-censura-do-troll/

  2. O grande problema das discussões com trolls é a própria “discussão” em si.

    Habitualmente uma discussão passa por uma troca de argumentos em que cada pessoa expõe os argumentos que sustentam a sua visão do assunto em causa, mas sempre tendo em consideração os argumentos do(s) oponente(s). Naturalmente, e por uma questão de boa fé, os argumentos devem estar de acordo com o melhor conhecimento existente à data ou, pelo menos, fazer sentido. O resultado é um diálogo construtivo.

    Mas isto é quando não há trolls envolvidos na discussão. 😀

    Havendo trolls, tudo se resume a uma apresentação de argumentos fundamentados por um lado, os quais esbarram na ignorância (no sentido em que são totalmente ignorados) do troll que, como contra-argumentos, apenas apresenta falácias atrás de falácias.
    A discussão não passa de um “diálogo de surdos”, sendo totalmente infrutífera.

    Uma quase total perda de tempo :p

    (Digo “quase perda de tempo” porque dá mesmo algum gozo 😀 )

  3. Also:

    http://i.imgur.com/mgEwy.jpg

    1. 😀

  4. É particularmente difícil “conviver” com trolls, quando se é pedagogo ou divulgador de ciência. Pela mera razão que não se pode combater com as mesmas armas (“trollanço”), sob pena de se perder esse estatuto (de divulgador, ou pedagogo), que é por demais importante.

    Nada (mas nada mesmo) dá mais gozo do que trollar trolls.

    Só que ninguém aprende nada com isso, por muito gozo que dê…

    Transmitir conhecimento, (já nem digo conhecimento, bastaria pensamento crítico) é uma tarefa monumental, que só se pode fazer com uma enooooooooorme dose de paciência.

    Na minha qualidade assumida de trollador de trolls (I’m older than the internet) não posso deixar de prestar a minha vénia e a minha homenagem ao AstroPT e a todos os que nele colaboram.

    Agora falando de coisas sérias, há por aí um Profeta (e astrólogo, segundo consta lol) talentoso do Texas, que prevê sismos na Califórnia e tudo…

    Uma mensagem privada com a chave do euromilhões (a próxima, não a anterior), e tal…

    1. Pela parte que me toca, obrigada! 😉

      É mesmo preciso muita paciência…e uma boa dose de estoicismo!

  5. Já agora, deixo os comentários no nosso Facebook:
    http://www.facebook.com/astropt/posts/365267653532365

  6. oh really?

    desiclopedia? nao sei se sou eu mas eu vejo la escrito “Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.”

    estes trolls nao podem ser alimentados
    sairam do esgoto para ver se comiam
    pena e as pessoas que realmente acreditam neles sem terem nenhuma razao

  7. Vocês fazem um trabalho fantástico! É com imensa pena que estejam sujeitos a este tipo de criaturas. 🙁

    1. Caro Alexandre,

      Você é tão burro que continua a enviar com o mesmo IP inúmeros comentários, com nomes diferentes de clones, que vão direitinhos para a pilha de SPAM.

      E, claro, como Criacionista acéfalo que já provou ser num outro post, mostra mais uma vez que só sabe hipocritamente atacar a ciência enquanto a utiliza.

      E, para mostrar a sua estupidez maior, dá um link da desciclopedia para novamente atacar a ciência com parvoíces.

      “Desciclopédia é uma wiki-paródia da Wikipédia. Seu objetivo é apresentar um ponto de vista satírico em formato wiki, e seu conteúdo é constituído de DESINFORMAÇÕES E MENTIRAS GROTESCAS, conforme definida por ela mesma.”

      Aliás, a última frase do artigo percebe-se que é em tom totalmente irónico: “seria apenas mais uma sabedoria inútil, assim como a física em si!”
      Obviamente que sem a Física, não teríamos electricidade, computadores, internet, entre muitas coisas que utilizamos todos os dias.

      Por isso, só pessoas TOTALMENTE ACÉFALAS se deixariam levar por este texto.

      Por aqui se percebe a falta de inteligência que reina no seu bando de trolls Criacionistas!

      Algo que os próprios autores definem como desinformação e mentira, é a vossa fonte!!!

      LOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

      Parabéns Alexande, por mais uma vez demonstrar aquilo que é: um acéfalo criacionista.

      Obrigado por nos dar mais este momento de humor! LOL 😀

      • Manel Rosa Martins on 23/05/2012 at 12:45
      • Responder

      Então Alexandre, agora chama-se António?

      É por o Alexandre ser um parvalhão rasca e um grande cobarde que insulta e ameaça mulheres?

      Ou é para ir fazer-se outra vez de ovelha mansa para o Ciência Hoje, para atacar comentários de 2009?

      O Alexandre para além de parvo e de cobarde é um ignorante, sabe porquê?

      Porque ignora um facto científico importante: as ratazanas do seu género devem voltar para o esgoto, aqui arriscam-se a serem descobertas.

    2. Sério mesmo que ele postou um link da Desiclopédia?? rsrs 😛

      Tem que rir!

  8. E acertou em cheia nas previsões. Suspeita-se que Santo André lhe serviu de inspiração 🙂

  9. sismos na califórnia????? não é possível, seria mesmo estranho 🙂

  10. Qualquer dia, vamos ter que fazer sessões de formação de “Como lidar com trolls e não enlouquecer”!!!
    😀

      • Ana Guerreiro Pereira on 23/05/2012 at 23:25
      • Responder

      Sabendo que:

      “Facts do not cease to exist because they are ignored”. (como citado no texto)

      1. “Science, it works whether you believe in it or not!”
        🙂

  11. “Agora falando de coisas sérias, há por aí um Profeta talentoso do Texas, que prevê sismos na Califórnia e tudo…” LOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL 😀

  12. “Nada (mas nada mesmo) dá mais gozo do que trollar trolls.” LOLLLLL 😛

  13. É particularmente difícil quando se é pedagogo ou divulgador de ciência. Pela mera razão que não se pode combater com as mesmas armas (“trollanço”), sob pena de se perder esse estatuto, que é por demais importante.

    Nada (mas nada mesmo) dá mais gozo do que trollar trolls.

    Só que ninguém aprende nada com isso, por muito gozo que dê…

    Transmitir conhecimento, (já nem digo conhecimento, basta pensamento crítico) é uma tarefa monumental, que só se pode fazer com uma enooooooooorme dose de paciência.

    Na minha qualidade assumida de trollador de trolls (I’m older than the internet) não posso deixar de prestar a minha vénia e a minha homenagem ao AstroPT e a todos os que nele colaboram.

    Agora falando de coisas sérias, há por aí um Profeta talentoso do Texas, que prevê sismos na Califórnia e tudo…

    Uma mensagem privada com a chave do euromilhões (a próxima, não a anterior), e tal…

  14. Estava reclamando disso hoje no Twitter, pois um troll foi no meu blog me chamar de louca, pois eu disse que os aliens não visitaram a Terra no passado, não construíram as pirâmides, que foram feitas com esforço humano.

    Eles se negam a buscar explicações mais simples e lógica, buscando na figura de um alienígena que pode nem existir uma razão para sua própria existência.

    1. Ahhh, Sybylla, mas não adianta querer mostrar as evidências pra pseudos. Eles são felizes no “mundo” deles. 😉

      Eles não conseguem raciocinar que, se civilizações muito mais avançadas mantinham contato com povos aqui da Terra que endeusavam tanto o Sol quanto a Lua, então nossa atual civilização deveria estar fazendo muito mais contato com os tais extraterrestres. Infelizmente ou felizmente, não estamos vendo isso por aí…

      Abraços.

      1. É, bem isso mesmo. Eu cansei de lidar com eles, excluo o comentário sem dó.

        Agora pouco chegou um sujeito dizendo que ciência e tecnologia não servem pra nada, que a “imensa” quantidade de dinheiro gasta com isso devia ser usada para erradicar a fome e que paleontologia, exploração do espaço deviam ser extintas…….

        Difícil não se enervar com uma coisa dessas. rsrs

        Abraço. 🙂

  1. […] na pele. Profecia de Verão gelado (aqui e aqui). Erros e mais erros. Discutir com pseudos. Jogar xadrez com pombos. Estórias. Touradas irracionais. Money bag. Disparates Virais. Caneta Espacial. Barulhos […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.