NASA encontra os primeiros primeiros objectos no Universo

O telescópio espacial Spitzer pode ter detectado os primeiros objetos do Universo na Faixa Estendida de Groth (na imagem).
Os objectos serão estrelas extremamente massivas ou buracos negros devoradores, que se formaram há mais de 13 mil milhões de anos.

A precisão sem precedentes da ténue radiação infravermelha recolhida pelo Sptizer permitiu também perceber que esses primeiros objectos eram abundantes e ardiam intensamente, sendo incrivelmente brilhantes.
Na verdade essa “primeira luz” deverá ter sido visível ou ultravioleta, mas devido à expansão do Universo, essa radiação foi esticada para comprimentos de onda no infravermelho.

Leiam aqui e aqui.

4 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Renato Romão on 12/06/2012 at 16:57
    • Responder

    Amanhã (13/06), irá ser lançado o NuStar. Um telescópio muito importante para este tipo de observação.
    Go go Pegasus.

    Abraços.

      • Renato Romão on 13/06/2012 at 19:23
      • Responder

      Lançamento efectuado com sucesso.
      Vamos aguardar pelas primeiras imagens.

      Abraços.

  1. Afinal as estrelas piscam.
    http://astrosp.blogspot.pt/2012/06/sim-as-estrelas-piscam-que-mudem-as.html

    1. Não percebi.
      O que tem esse link a ver com a notícia no post?

      As estrelas variáveis já são conhecidas há centenas de anos… 😉
      http://pt.wikipedia.org/wiki/Estrela_vari%C3%A1vel

  1. […] 100.000 próximas. Nascimento (Lagarta Cósmica, Objectos Herbig-Haro, Glóbulos de Thackeray). Faixa Estendida de Groth. Mais antiga. HIP 102152. HD 140283 (aqui). U Camelopardalis. J093010. R Sculptoris. Zircónio. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.