Marie Curie

Neste dia da Independência dos EUA, que fica marcado pela bastante provável descoberta do famoso Bosão de Higgs, a “partícula maldita” como foi inicialmente cunhada, convém lembrar um enorme vulto da ciência: Maria Skłodowska.

Para perceberem bem a importância do contributo que esta mulher teve na ciência e no conhecimento da Humanidade, basta dizer que ela foi a primeira pessoa a ganhar 2 Prémios Nobel.
Para ganhar um já é preciso aumentar enormemente o conhecimento humano. Ela ganhou 2. Nem Einstein o conseguiu!

No dia 4 de Julho de 1934, com 66 anos, Marie Curie morreu em nome da ciência.
No seu desejo de conhecimento e de expandir o saber da Humanidade, Marie Curie fez inúmeras experiências com elementos radioactivos, que acabariam por matá-la.

Como diz o Miguel Gonçalves:
“Cientista notável, amiga íntima das experiências com urânio, venceu o Prémio Nobel da Física em 1903 juntamente com Henri Becquerel e com o seu marido Pierre Curie. Porém, a glória individual estaria reservada para o ano de 1911, altura em que ganhou o Prémio Nobel da Química. Em duas gerações, a sua família arrecadou 5 Prémios Nobel!
Morreu há 78 anos atrás vítima das suas experiências científicas, numa altura em pouco ou nada se sabia sobre a necessidade de protecção relativamente a produtos químicos e radioactivos…”

Uma das citações mais importantes de Marie Curie:
Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”
Nada na vida deve ser receado, somente compreendido. Agora é o tempo para compreendermos mais e melhor, para que tenhamos menos receio do desconhecido.

1 comentário

1 ping

    • Ana Paula Barros on 04/07/2012 at 17:38
    • Responder

    gostei muito.
    desejo-lhe bom sucesso para o curso que criou.
    com os melhores cumprimentos
    ana paula barros

  1. […] (luz, documentário). Hawking (documentário). Bruno (aqui). Bohr. Cassini. Maxwell. Horrocks. Curie. Feynman. Ibata. Manning. História da Ciência. Einstein: Relatividade Geral, Relatividade […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.