Uma Estrela com 2299 Planetas

Alex Parker concebeu uma visualização interessante de 2299 candidatos planetários da missão Kepler. A ideia é mostrar todos estes candidatos orbitando uma única estrela, semelhante ao Sol. O resultado é visualmente muito interessante, acompanhado por um fantástico tema dos Nine Inch Nails:

O cenário é, claro, irreal, mas proporciona num só vídeo a possibilidade de visualizar o tamanho relativo dos planetas (tomando o raio da estrela como base), os seus períodos orbitais, e distâncias à estrela. O raio dos candidatos varia entre 1/3 e 84 vezes o da Terra. As cores representam a temperatura de equilíbrio do planeta (a temperatura a que o planeta tem de estar para que, tendo em conta o seu albedo, a energia térmica que emite seja igual à que recebe da estrela hospedeira). As temperaturas dos candidatos variam entre os 4586 Celsius (cor vermelha) e os -110 Celsius (cor azul ou indigo). Vejam em HD !

9 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Tem algum planeta na zona habitável ?

    1. Sim, temos alguns posts sobre potenciais planetas habitáveis.

      abraços!

  2. Uma galáxia (mais ou menos) num único sistema. Era engraçado.

  3. Olá, Luís. 🙂

    Aproveitando o tema do artigo, tenho uma curiosidade em particular: sempre que se fala em hipergigantes, por exemplo, não vi, por hora, nada acerca de “possíveis” planetas orbitando-a. Existe tal configuração estelar para estas?

    Abraços cordiais e vídeo incrível. 😉

    1. Não foram descobertos planetas em torno de estrelas hipergigantes. São tão maciças que a variação na sua velocidade radial provocada por planetas é insignificante e portanto não detectável pela técnica da velocidade radial. São tão grandes que a razão entre o raio de um planeta e o raio de uma tal estrela é muito pequeno e portanto a profundidade dos trânsitos, mesmo que existam, é demasiado pequena para ser detectada com a tecnologia actual.

  4. Surreal e hipnotizantemente incrível!!

    Dado o gigantesco número de estrelas e planetas na dimensão inimaginável do Universo, seria possível um sistema estelar com, pelo menos, uma centena de planetas?? Um Sistema de Eclipses…

    1. Tudo depende da definição de planeta. O nosso próprio Sistema Solar poderá ter centenas de planetas. Basta que para isso corpos como Plutão sejam promovidos a estatuto planetário. Acho que era disso que tinham medo os astrónomos que adoptaram a actual definição de “planeta” 😉

      De qualquer modo, um sistema com muitos planetas de dimensões consideráveis, e.g., semelhantes à Terra ou maiores, confinados numa pequena região do espaço junto à estrela hospedeira, seria instável devido às frequentes e complexas interacções gravitacionais entre os seus membros.

  5. Algo me diz que seria um ambiente planetário bem propício a colisões… 😀

    1. ehehe, sem dúvida 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.